Após reclamação de times, Riot diz que está de olho em mudanças no sistema competitivo

League of Legends
De:Vitor Ventura-
November 4, 2021

Após duas equipes de região Major reclamarem sobre o sistema de competições da Riot Games no League of Legends, no caso a Cloud9 e a MAD Lions (NA e EU, respectivamente), o Head de Esports Global da publisher, John Needham declarou que a empresa está de olho nessa situação e que constantemente busca maneiras de melhoras o cenário.

Berlim-mundial-de-lol 2015
Sistema competitivo da Riot é o mesmo há anos e gera insatisfação de times Ocidentais (Foto: Riot Games)

Integridade esportiva é fundamental para o nosso esporte, queremos que seja justo para todos os times do torneio. Com certeza olhamos as scrims e uma das coisas incríveis do Worlds é isso, os melhores times do mundo se enfrentando em scrims, na SoloQ, isso é bem grande. Não queremos desfavorecer nenhuma equipe, então estamos constantemente vendo maneiras de melhorar e dar melhores condições para as equipes se prepararem  e com certeza vamos dar uma olhada nisso.

Continue após a publicidade

A Head de Esports Global de League of Legends, Naz Aletaha, complementa o raciocínio de John: “Sim, nós absolutamente estamos procurando maneiras de deixar as regiões mais próximas. Definitivamente estamos olhando para isso e fico feliz que isso está em demanda, porque eu mesma, como fã, espero isso também.”

O que as equipes dizem?

Em linhas gerais, tanto Cloud9 quanto MAD Lions argumentaram o mesmo, que a falta de jogos internacionais, ou “oportunidades de intercâmbio” prejudica a evolução de regiões isoladas, como a própria América do Norte.

Mac MAD Lions Worlds 2021 QF
Coach da MAD Lions, Mac falou que a Europa precisa evoluir como um todo (Foto: Riot Games)

Mac, treinador da MAD Lions, afirma que o sistema atual favorece bastante equipes da Coreia, China e Japão, já que, pela proximidade geográfica, podem treinar uns com os outros durante todo o ano. Mithy, coach da C9, segue a mesma linha: “Nós temos muitos jogos inúteis no 1º split.”

Acredito que toda a forma que o sistema foi feito, é bastante injusto. […] Nós estamos presos no NA ou na Europa, e para um time ocidental ir bem, precisaríamos fazer um bootcamp na Coreia por um tempo. De forma geral, será bem difícil um time do ocidente ser campeão, porque o sistema precisa mudar para que possamos viajar pelo mundo, para treinarmos com mais times e por mais tempo, criando assim torneios internacionais mais disputados.

Mithy Cloud9 Worlds 2021
Mithy, treinador da Cloud9, alegou que faltam experiências internacionais no calendário (Foto: Riot Games)

Na mesma coletiva, quando questionado sobre o formato do Mundial em si, John Needham declarou que a Riot está de olho no sucesso da LPL em adotar o formato de “Double Elimination”, ou eliminação dupla, em tradução livre. Os defensores deste modo de disputa afirmam que uma quantidade maior de jogos e séries Md5 deixaria o campeonato mais disputado e com narrativas mais emocionantes.

Enquanto os formatos e sistemas são discutidos para o próximo ano, a temporada 2021 de League of Legends competitivo chegará ao fim neste sábado (6), quando DAMWON Kia e EDG decidem o grande campeão do Worlds 2021. A série será disputada a partir das 9h, no horário de Brasília.

Veja também: EDG pode se tornar o segundo time a vencer um MSI e Mundial

24 horas de Esports em apenas 10 minutos. Assine o Recall, a Newsletter diária do Mais Esports!