CBLOL 2021: Jogadores comentam estigma do Jayce BR no competitivo

League of Legends
De:Vitor Ventura-
March 12, 2021

Quem acompanha o cenário há pelo menos cinco anos, provavelmente já ouviu falar do “meme do Jayce brasileiro”. Aquilo que você às vezes escuta do público, ou até dos casters, sobre os top laners do Brasil que escolhem o campeão em suas partidas no competitivo., uma certa “baixa expectativa.”

Por outro lado, quando é um jogador coreano que traz o pick de Jayce, a expectativa muda da água para o vinho, e no caso deste ano de 2021, quando o topo da KBM, Wizer, ou do Flamengo, Parang, o escolhem em suas partidas do CBLOL. Entre torcedores e público no geral, há quem diga que “é o Jayce que funciona.”

Continue após a publicidade

Pensando nisso, nós do Mais Esports decidimos perguntar aos jogadores do CBLOL porque, na opinião deles, existe esse estigma do Jayce BR, ou porque os top laners do país não conseguem extrair 100% do campeão em suas partidas competitivas.

Jayce é um campeão que exige mecânica apurada

O Topo da RED Canids Kalunga, Guigo, afirma que a falta de mecânica dos jogadores de Jayce é o grande diferencial deles para os jogadores sul-coreanos. “Ele pressiona muito seu oponente baseado nisso, em você acertar os E e Q de longe, acertar alguns combos que o adversário não espera e ele ficar pressionado embaixo da torre.”

Mid laner da paiN, Tinowns segue a mesma linha: “Falta mecânica nos Jayce BR. O Parang, por exemplo, sabe jogar bem a lane phase de Jayce e isso que falta no Brasil.  Para mim, o Jayce é um campeão que você precisa jogar bastante pra pegar a manha dele, e se você pega, ele joga qualquer matchup, ter um bom mid game, rotaciona… São poucos que conseguem fazer isso, até mesmo lá fora.

Topo da FURIA, Tyrin concorda com Tinowns, mas adiciona que o fator time é fundamental para que o Jayce seja bem aproveitado em uma partida. “Seu time precisa ser bom para você jogar de Jayce, já que ele exige visão do Jungle inimigo, é um campeão que quer juntar e dar poke no mid game, então acho que é a junção desses fatores.

Falta disciplina aos jogadores de Jayce brasileiros?

Jogadores como o Krastyel, meio da Vorax, acreditam que a falta de disciplina dos jogadores prejudica a performance com Jayce. “Não é um campeão fácil de jogar, ele já é bem difícil, e coordená-lo com o resto do time para ele não ficar atrás, poder abusar de suas vantagens que ele consegue na lane, também não é fácil.”

“Acredito que seja falta de disciplina, não só do jogador, mas de todo o time. Acho que esse meme tem em todas as lanes, porém com Jayce fica bem claro”, completa.

Vendo pelo ponto de vista de um treinador, Maestro, da INTZ, acredita que falta paciência aos jogadores brasileiros. “Você tem a possibilidade de bater no adversário, de divar e conseguir o snowball, mas no palco, o grande erro dos brasileiros é perder a paciência e não focar nessas vantagens.”

“O que o Wizer e o Parang são tão bons é justamente nisso, deixar o adv numa posição desesperada, sempre atrás do Jayce, tomando muito dano e sem poder fazer nada. Essa questão de gerar vantagem incremental, sem se colocar em risco, é isso que eles são melhores do que nós, por enquanto”, completa o coach intrépido.

Com ou sem Jayce, o 1º split do CBLOL 2021 vai caminhando para o final de sua Fase Regular. Neste fim de semana, as equipes encerram esta etapa de pontos, onde há somente uma vaga aos playoffs restando e com INTZ e KBM na disputa por ela. Os outros cinco spots já foram garantidos por Flamengo, RED, Vorax, LOUD e paiN, mas ainda serão definidas as colocações finais e as vagas diretas nas Semifinais.

Você confere a cobertura completa do CBLOL aqui no Mais Esports.

Veja também: paiN se classifica para os playoffs; KABuM e INTZ disputam a última vaga