CBLOL 2021: Jogadores debatem se patch 11.4 impactará o meta competitivo

League of Legends
De:Vitor Ventura-
March 5, 2021

O patch 11.4 chegou ao League of Legends com diversas mudanças, principalmente nos campos da Selva. Especificamente focando nos Grompe, Krugues e Acuâminas, os campos agora darão não só menos Ouro, como também menos experiência, o que pode afetar o meta de campeões da selva utilizados no competitivo, como Olaf, Lilia e Udyr.

Mas será que vai mesmo impactar tanto assim? Por isso, o Mais Esports decidiu perguntar aos jogadores que disputam o CBLOL 2021 sobre o que eles acharam desta atualização e se ela irá, de fato, mudar o meta da Jungle.

Continue após a publicidade

Começando por Tinowns, o mid laner da paiN acredita que as mudanças que chegaram no 11.4 impactam no meta atual, mas não totalmente, abrindo espaço para outros picks. “Antes de entrar o patch, eu achava que iriam voltar junglers como Lee Sin e Jarvan. Mas, se for parar para ver, os jg de pathing rápido e que jogam a partir do tempo é o que tá forte hoje em dia”, declarou Tin.

“Às vezes pode aparecer uma Nidalee, um Graves, mas acho que os campeões de antes vão continuar aparecendo”, completa. Sua opinião, aliás, é compartilhada pelos treinadores, Kalec e Maestro, de Vorax e INTZ, respectivamente. O intrépido acredita que ainda vai levar um tempo para vermos mudanças maiores, mas que alterações mais profundas na selva fariam de fato um impacto maior no meta de campeões.

Maestro e Kalec acreditam num leque mais variado de campeões

“Acredito que a mudança virá, mas não de cara. Porque, na realidade, esses campeões que estão no meta na Jg, independente da EXP e do Ouro que eles ganhem, eles fazem tudo muito rápido e fazem de tudo. […] Acho que campeões ganham espaço, como Lee Sin, Jarvan, Elise… Porque são campeões que fazem alguns campos bem, pegam seu nível 3 ou 4 e saem para fazer algo no mapa”, opina Maestro.

Já Kalec levou em conta a familiaridade das equipes do CBLOL com os campeões do meta atual antes da mudança de patch. “Não acho que as mudanças foram tão drásticas. Com certeza elas melhoraram alguns junglers de clear mais lento com isso, mas não acho que foi o suficiente para deixar as opções antigas ruins, até pela familiaridade dos times e das estratégias.”

“Mesmo que não seja tão bom quanto antes, ou o foco dos times em farmar e até pelos times estarem bem treinados, acredito que o foco é em continuar. Não vai trocar o meta da Jg, só vai abrir o leque de opções caso o time queira usar uma estratégia diferente”, completa.

Dynquedo em cima do muro

Dynquedo, diferente dos anteriores, é um dos jogadores que ficou em cima do muro em relação às mudanças trazidas com o patch 11.4. “Por mais que a jg tenha mudado, não vemos tantas mudanças no picks. Os campeões continuam fortes, Udyr continua bem forte e difícil de se lidar, os de sempre Lilia, Nidalee, Graves, continuam bons campeões, então ainda é cedo se esse patch é suficiente para mudar o meta,”

Por fim, indo na direção contrária, o AD Carry da RED Canids, Titan, acredita que a atualização mudará bastante os campeões utilizados na selva. “Acho que vai mudar bastante, lá fora já vemos picks bem diferentes do que está sendo agora, e é questão de adaptação. O time que melhor se adaptar ele terá uma boa saída no campeonato e esse patch vai mudar muito o jogo e é só questão de tempo para isso chegar no Brasil.”

Teremos uma chance melhor de vermos essas mudanças na prática neste fim de semana, válido pela Semana 8 do CBLOL 2021.

Você confere a cobertura completa do campeonato aqui no Mais Esports.

Veja também: INTZ e Mayumi entram em acordo e encerram processos na justiça