CBLOL 2021: “Não poderia pedir uma Final mais incrível”, comemora Grevthar

League of Legends
De:Vitor Ventura-
August 22, 2021

A RED Canids Kalunga despachou a Vorax neste domingo (22) e está na Grande Final do 2º split do CBLOL 2021, onde enfrenta a Rensga pelo título de campeão e representante brasileiro no Mundial de LoL, na China.

O mid laner da Matilha, Grevthar, participou da coletiva e comemorou muito, não só a vitória, mas o fato de enfrentar um antigo companheiro de equipe. Ele e Trigo estiveram juntos nas primeiras equipes da RED Academy, quando ainda disputavam o Tier 3 do cenário brasileiro.

Eu não poderia pedir uma Final mais incrível. Eu e o Trigo começamos a vencer juntos, pois jogamos juntos na RED Academy, ainda era o Tier 3, ou ‘Circuitinho”, nós ganhamos juntos, eu, ele e o Aegis. É engraçado que ganhamos juntos lá e agora tem três membros daqueles jogadores aqui agora e estou muito ansioso para jogar contra ele.

Continue após a publicidade

De espectador à finalista do CBLOL: Grevthar conta sua trajetória

O jovem jogador, que subiu do time Academy para o principal na semana das Quartas de Final, contou uma curiosa história na conversa com os jornalistas. De acordo com o jogador, sua decisão de largar a Faculdade de Engenharia e virar pro player de League of Legends foi tomada enquanto assistia, presencialmente, à outra final que a RED Canids disputou em sua história, em 2017.

Quando a RED ganhou em 2017, eu estava lá assistindo, era um mero espectador. Ver aquela cena, ver os caras jogando o jogo que eu amo… Eu ainda cursava Engenharia, mas fui perdendo o brilho pela área e ganhando por ser jogador profissional, e quando os vi jogando na minha frente, decidi que era aquilo que eu queria fazer para a minha vida, eu preciso fazer isso.

“Agora estar aqui, na mesma RED, só que sendo jogador… Não tem coisa melhor”, completa Grevthar.

red canids
Guigo e Aegis já conheciam Grevthar, desde a RED Academy (Foto: Divulgação/RED Canids)

A RED Canids Kalunga teve que passar por grandes times para chegar à Final. Além da favorita, Vorax, a Matilha também teve que desbancar o Flamengo nas Quartas. Apesar disso, Grevthar não gosta de pensar que é favorito. Como ele mesmo diz: “Prefiro ser underdog, até porque, todos os favoritos caíram.”

Rápida adaptação de Grevthar foi fundamental

O jogador chegou às pressas à equipe principal, tendo treinado somente uma semana antes das quartas de final. Fez sua estreia e foi fundamental para a vitória sobre o time rubro-negro. Mesmo com pouco tempo no time, Grevthar acredita que não teve problemas de adaptação por já conhecer bem a organização e os jogadores do elenco principal.

Grevthar, meio da RED Canids Academy que estreará no CBLOL
Grevthar estreou no CBLOL contra o Flamengo nas quartas de final (Foto: Divulgação/RED Canids)

“Além disso, me vejo como um jogador que não tem um único estilo de jogo. O que a equipe precisar, estou pronto para fazer. Aqui eu senti que eles tinham uma falta de comunicação e organização, e eu cheguei para resolver isso, mas se precisarem que eu chame a responsabilidade, seja de Irelia ou qualquer coisa, também estarei pronto”, conclui.

A Grande Final do CBLOL 2021 será no dia 4 de setembro, dentro de duas semanas. Neste sábado (21), a Rensga garantiu sua ida à decisão depois de vencer a paiN por 3×2 e agora vai disputar o título contra a RED Canids.

Vale lembrar que a Matilha disputará sua segunda final de CBLOL da história, sendo a primeira e única, a de 2017, a qual Grevthar se referiu.

Você confere a cobertura completa do CBLOL aqui no Mais Esports.

Veja também: Fnatic elimina G2 e garante última vaga europeia no Worlds 2021