×





×





×





×





×


Logo MaisEsports
Notícias
Campeonatos
Outros
Mais Esports

CBLOL 2024: “Nosso bot é a nossa mina de ouro” – Maestro fala sobre a FURIA 2024

League of Legends

CBLOL 2024 começa em breve e o Mais Esports vai trazer uma série de entrevistas com jogadores de cada um dos times. Hoje temos a conversa com o Maestro – o Head-Coach da FURIA 2024.

Fique Mais próximo

Para aproximar ainda mais a comunidade, gostaria de te contar um pouco mais do tom da entrevista. Maestro é um cara professoral, mas no estilo paizão também quando fala dos seus jogadores. É sempre uma boa explicação quando se fala de bastidores e um sorriso quando fala do seu elenco. Acho que vocês podem ver desta forma a entrevista, é a maneira mais próxima de captar a nossa conversa.

Na foto, Maestro, técnico da FURIA 2024 e Sérgio Fiorini, redator do Mais Esports
Maestro e Correspondente. Foto/Mais Esportrs

O próximo passo da SuperFURIA

A FURIA 2024 ficou conhecida como SuperFURIA, mas também por investir em talentos jovens e brasileiros. Neste ano, a equipe deu um “salto” buscando dois imports. Porque isso, Maestro?

Eu acho que o DNA da FURIA sempre foi de ter olhos bem abertos para os jovens talentos do cenário, acho que eles fazem isso em todos os cenários possíveis. No entanto, assim como a gente tem essa percepção, a gente também tem olhos pra performance. Acima de tudo buscamos a melhor performance com o grupo que a gente forma.

Acho que no ano passado e nesse início de ano agora a gente percebeu que faltava algum tipo de liderança e experiência para aquele grupo poder florescer. Então nosso foco é pegar os talentos e dar a eles a condição necessária para estes mostrarem todo o seu potencial.

Eu não gostaria de mudar o nosso time só por mudar. Só ter a experiência não basta, a gente precisa também da qualidade e o fit com os nossos jovens. Então a gente entendeu que principalmente nessas posições (Top e Jungle) a gente não tinha jovens prontos pra esse momento, e a gente também não queria queimar nenhuma carta nossa, temos jovens ótimos no nosso Academy e Trainee, mas ainda não é o momento deles para estrear.

E por que justamente o Destroy e o Mir?

Então, por conta da falta de talentos que podem ser trabalhados a longo termo, entendemos que a gente ia ter que optar por imports. Após alguns meses de scout e aí chegamos nos dois nomes.

Destroy por conta dele conseguir executar bem a lane individual, com skill, e a gente observou que ele tem uma porcentagem acima de 70% em vitórias na carreira, além disso, a gente considera que o fato dele ser um jogador muito seguro é um diferencial.

E o Mir veio pra fazer o papel da “cola” nesse elenco, sendo mais líder e comunicativo. Por sorte, a gente achou ele no primeiro ou segundo dia em que ele estava liberado da Liquid e ele tinha acabado de ser MVP lá. Logo na primeira entrevista com ele, ele que pediu pra vir falar comigo, então eu já senti um perfil muito diferenciado, de um cara interessado, e ficou mais de 1 hora conversando comigo querendo saber de como é o dia-a-dia aqui. Ele disse que não queria vir pra cá se não fosse pra ir ao MSI/Mundial, então além da leveza que ele traz, ele é um cara muito dedicado.

Também fiz questão de perguntar ao Maestro sobre a coaching staff, e ele detalhou alguns problemas de 2023. Confira:

No ano passado, eu acho que foi um erro meu de aprendizado, de como eu conseguiria trabalhar com o SBS. Porque assim, ele é um cara que vem com muito conhecimento, bastante percepção de como as coisas vão acontecer, então ele prevê muita estratégia, item e rotações. E assim, no split passado a gente batia um pouco de cabeça – como vou fazer review? Você faz review, ele tinha esse costume, mas eu também tinha. Aí a gente, por vezes, falava a mesma coisa. Aí assim, até a gente encaixar, onde cada um é melhor, levou um tempo pra encaixar – foi mais do meio pro fim do split, foi quando a gente voltou a melhorar no campeonato.

Na foto, SBS, strategic coach da FURIA 2024
Foto: Reprodução/CBLOL Flickr

A coaching staff da FURIA 2024

Continuando com a resposta do professor Maestro, entenda melhor como será a dinâmica da coaching staff da FURIA 2024.

Hoje, eu e ele (sbs) estamos muito mais estruturados, basicamente eu cuido do ambiente, em como a gente pretende trabalhar a cultura de time (obrigações, rotinas, agendas) e também faço alguns reviews no sentido de team play (como a gente comunica, como a gente age em time, se a gente está coeso ou não) e o SBS é um cara muito mais especialista de jogo: então ele vai falar de lane, build, posicionamento em luta e o que fazer no mapa.

Falando da equipe: o Brandão é dos melhores profissionais que eu já trabalhei e ele é multifunções: ele não só ajuda no ambiente do time, mas ele faz algumas análises e, pra mim, a principal função dele são os scouts. Ele é muito competente em identificar padrões. O BCS é o nosso Analista-Chefe, ele que cuida de todos os dados, como extração de dados e relatórios semanais de dados e agora a gente também tem o Ryiev, que é novo, e vai ser o nosso Positional Coach e vai ajudar principalmente a nossa bot-lane, que é mais nova, e também vai trazer material individual de fora.

E os brasileiros da FURIA 2024?

Bom, já conversamos sobre a staff e os imports, mas e os brasileiros? O que podemos esperar e o quanto eles já estão rendendo?

Bom, a bot-lane é muito jovem e sem dúvida é a que gente vai mais focar em evoluir, não só como jogadores de lane e builds, mas também como pessoas. É o lugar que mais tem potencial, seja pro lado bom ou ruim, é ali que eu tenho principalmente dado bastante foco a rotina, quais tipos de hábitos ter, eles são realmente nossa mina de ouro – o que a gente almeja ver nos atletas no futuro. São esses caras que a gente aposta em ter mais longevidade, eu acredito que eles ainda não estão 100% prontos, acho que não vemos ver todo esse potencial já na primeira semana. Acho que vai ser um processo que vai levar tempo e é por isso que nossos reforços de staff foi pensando neles.

Na foto, Ayu sendo a referência ao CBLOL no último clipe de Gods - música tema do Mundial de 2022
Ayu sendo a referência ao CBLOL no último clipe de Gods – música tema do Mundial de 2022/Imagem: Reprodução/Riot Games

E sobre o Tutsz, eu sou meio suspeito para dizer, mas ele é o cara que mais me surpreendeu nos últimos anos de carreira, não só como jogador, mas como pessoa também. Um menino jovem que age como adulto, top-2 jogadores mais profissionais que eu já trabalhei, é um cara muito tryhard e pra mim, falo desde já: ele é minha aposta de melhor jogador do CBLOL, se tudo der certo. Melhor mid e melhor jogador de CBLOL, se a gente vencer esses splits, essa vai ser a minha aposta – o teto dele é insano.

Tutsz, mid-laner da FURIA 2024
Foto: Reprodução/CBLOL Flickr

E bom, tanto Maestro quanto eu, acompanhamos muito as ligas americanas dos esportes tradicionais – onde há muitas dinâmicas como os Mix’s que o nosso cenário acompanhou de perto – então perguntei se ele acredita que é algo essencial para um time.

Acho que você pontuou perfeitamente: a gente acompanha outros esportes e vemos que, não é só um diferencial, mas também é essencial. É como você vê como criar a forma do seu time, lá fora eles usam esses camp’s de pre-season para escolher os próprios atletas. Pra mim, todo tipo de atividade de pré-temporada é válido. Acho que esse processo, não só os mix’s, mas como também a aproximação da Liga GG com a Riot Brasil é muito bom, é o processo natural na minha opinião: termos cada vez mais pedaços que formam nosso cenário. Não só para o tier 1, mas para o tier 2, semi-profissionais e jogadores que buscam oportunidades vão estar tudo nesse mesclado. É um lugar que pode ter diversas funções úteis, eu sou muito a favor.

O que esperar da FURIA 2024?

Na foto o elenco da FURIA 2024
Foto: Reprodução/FURIA

Brasileiros com potenciais, imports que chamam atenção e coaching staff robusta. A pergunta tem que ser feita. Maestro, o que todos nós da comunidade devemos esperar da FURIA 2024?

A comunidade pode esperar uma FURIA mais madura. Eu imagino que a gente tenha um dos melhores grupos de talentos do CBLOL hoje em dia, dá pra ver nas primeiras semanas de treinos que sobra talento, e agora é entender como o nosso time vai rodar. Podem esperar uma FURIA bastante adaptável que vai jogar pra ganhar acima de tudo, nosso lema é que esta FURIA veio disputar taças.

Eu sei que os torcedores da FURIA estão esperando um título no LoL faz tempo, os nossos torcedores são muito mal-acostumados, cheio de taça pra lá e pra cá. E digo que estamos trabalhando duro, como chefe da comissão, posso dizer que estamos com mais empenho  do que nunca e acho que o nosso grupo está mais pronto do que nunca pra trazer essa taça. Peço o apoio de vocês.

Finaliza, o professor e a entrevista.

Quando começa o CBLOL?

O CBLOL 2024 1° split começa no dia 20 de janeiro com o confronto de LOUD vs KaBuM. No mesmo dia, a FURIA enfrenta o Fluxo, e Maestro voltará a rivalizar com OnMeta no duelo de head-coaches. Juntos, os dois ganharam diversos títulos na INTZ.

Acompanhe a cobertura completa do CBLOL 2024 1° split com calendário de jogos, resultados, tabela e outras informações aqui no Mais Esports!

Sérgio Fiorini

por Sérgio Fiorini

Publicado em 19 de janeiro de 2024 • Editado há 6 meses

Matérias Relacionadas
League of Legends
Modo Enxame PVE do LoL: Essa é a única forma de jogar com a pior campeã
League of Legends

Modo Enxame PVE do LoL: Essa é a única forma de jogar com a pior campeã

A pior campeã do Modo Enxame PVE do LoL é a Aurora, mas existem alguns segredos para ganhar com ela no modo Extremo.

Há 3 horas
League of Legends
Modo Enxame PVE no LoL: Não pegue os Cartões de Acesso de uma vez
League of Legends

Modo Enxame PVE no LoL: Não pegue os Cartões de Acesso de uma vez

Quer uma dica para os modos mais difíceis do Modo Enxame, o novo PVE do LoL: Não pegue os Cartões de Acesso!

Há 4 horas
League of Legends
Modo Enxame PVE do LoL: Dicas para vencer no nível Difícil e Extremo
League of Legends

Modo Enxame PVE do LoL: Dicas para vencer no nível Difícil e Extremo

Veja as melhores dicas para você conseguir vencer os mapas no nível difícil e extremo do Modo Enxame PVE do LoL.

Há 4 horas
League of Legends
LoL: Patch 14.15 tem buffs no Varus, ajustes na Akali e Zed
League of Legends

LoL: Patch 14.15 tem buffs no Varus, ajustes na Akali e Zed

A Riot Games revelou as notas de atualização do patch 14.15 do LoL. Veja os buffs, nerfs e ajustes em campeões, itens e sistemas do jogo.

Há 7 horas
League of Legends
Resposta LoLdle hoje – 25 de julho: veja todas as soluções do dia
League of Legends

Resposta LoLdle hoje – 25 de julho: veja todas as soluções do dia

Confira a resposta LoLdle hoje, dia 25 de julho. O mini-game de LoL traz diversos desafios de adivinhação do League of Legends.

Há 10 horas
League of Legends
LEC 2024 3º split: Após 2ª rodada de playoffs, FNATIC está na Grande Final
League of Legends

LEC 2024 3º split: Após 2ª rodada de playoffs, FNATIC está na Grande Final

A FNATIC está na Grande Final da LEC 2024. Pois é, após a 2ª rodada dos playoffs da LEC 2024 3º split, a Laranja garantiu a classificação.

Há 22 horas

















































Campeonatos Atuais