CS:GO: A ascensão da FURIA em 2020

CS:GO
De:Bruno Martins-
December 28, 2020

O ano da FURIA, podemos dizer, foi tranquilo. Ascensão boa, consolidação e dominância no cenário norte-americano e evolução individual dos jogadores. O Mais Esports relembra o ano de 2020 de arT, KSCERATO, yuurih, VINI e HEN1; confira.

FURIA conquistou seu quarto título em 2020. Foto: FURIA

A FURIA começou o ano na cola da MIBR. Com o declínio da equipe de FalleN, a organização brasileira ia, pouco a pouco, tomando conta do lugar de melhor equipe brasileira de CS:GO no mundo.

Diferente do MIBR, o ano de 2020 da FURIA foi de ascensão, evolução e consolidação de sua forma de jogar e de sua qualidade dentro do servidor. A equipe obteve bons resultados em quase todos os campeonatos que disputou e com isso fez crescer sua torcida.

Não só a torcida foi aumentado, mas também a confiança que a FURIA pudesse vencer qualquer adversário que pintava pela frente. E isso aconteceu. Com vitórias importantes em cima da Liquid e Evil Geniuses, principais equipes norte-americanas da época, os brasileiros despontaram como o time a ser batido no cenário NA.

Rivalidade com o MIBR

furia
yuurih, jogador da FURIA. Foto: Reprodução

Com o aumento do prestígio da equipe da FURIA no CS:GO, torcedores da Pantera tiravam onda com os torcedores do MIBR, que passava por um mal momento na ocasião. Isso fez com que se criasse uma rivalidade entre as equipes. Um jogo da FURIA e MIBR já chegou a bater a marca de 400 mil espectadores, um recorde para o público brasileiro.

Nessa questão, também houve polêmica durante uma partida na Inferno na BLAST Premier: Americas Finals. No confronto em questão, houve uma discussão entre as equipes que começou com um erro no servidor. FalleN e fer ficaram travados e não conseguiam jogar. Sem saber do ocorrido, os jogadores da FURIA continuaram a rodada, o que foi criticado por jogadores do MIBR.

Ranking mundial

A FURIA figurou muito bem no ranking mundial do CS:GO publicado pelo site HLTV. Durante todo o ano os brasileiros ficaram na parte de cima do levantamento, sempre entre os dez primeiros a partir do meio do ano.

O quinteto começou o ano da décima quinta posição e depois oscilou um pouco e chegou até a 21º colocação, ranking mais baixo desde fevereiro de 2019. No entanto, depois de julho a equipe engatou a quinta marcha e não parou mais de evoluir.

Títulos

O ano também foi especial na questão dos títulos. Os brasileiros conquistaram diversos campeonatos em 2020, o que elevou as expectativas para o ano que virá.

furia
Equipe da FURIA. Foto: DreamHack

A primeira conquista da FURIA foi a edição norte-americana da DreamHack Masters Spring, um dos principais campeonatos do competitivo do CS:GO. E não parou por aí. Na sequência, os brasileiros engataram outro título da DreamHack, dessa vez foi a edição Open Summer do cenário NA.

Os maiores títulos ainda seriam vistos pelos brasileiros. Em duas das principais competições que acontecem nos dias de hoje, a FURIA levou a melhor: a ESL Pro League Season 12 e a IEM New York.

Expectativas para 2021 da FURIA

Para 2021, os torcedores querem o mesmo que viram na FURIA em 2020: força, agressividade, imprevisibilidade e todas as qualidades do CS:GO que a equipe demostrou nas competições que disputou.

Com isso em mente, a pressão será muito maior por resultados. Hoje, a equipe ocupa o espaço de melhor equipe no cenário norte-americano. Depois de um ano de ascensão, a busca, em 2021, será pela afirmação da equipe no cenário mundial e consolidação do domínio na América do Norte.

Equipe da FURIA durante partida da Champions Cup. Foto: HLTV