CS:GO: ESL diz que “não considera necessário publicar clipes”

CS:GO
De:Victor Hugo Porto-
September 1, 2020

Ulrich Schulze, um dos diretos da ESL, publicou nessa terça-feira (1°) que a ESL não considera necessário postar clipes ou outros materiais dos momentos que culminaram no banimento temporário de três treinadores, entre eles o brasileiro dead. Na última terça-feira (31), o treinador da MIBR classificou a punição como “acusação injusta”.

“Os times afetados, Valve e a ESIC [Comissã de integridade de Esports] receberam as evidencias pelas quais os banimentos foram baseados, então houve transparência total com eles. Os times podem recorrer se eles acharem a punição injustificável. Além disso, não consideramos necessário liberar clipes ou outro material”.

Ulrich continuou em outro tuíte: “Temos um livro de regras claro e sempre seguimos um processo que envolve diversas pessoas como verificação e consulta com as partes externas envolvidas”.

MechanoGun, treinador da Hard Legion é acusado por aproveitar do bug por 6 mapas em três partidas diferentes e HUNDEN, da Heroic, por 10 rodadas em um mapa. Ambos foram demitidos das suas respectivas equipes sem contestar a punição.

No entanto, o caso com dead ainda está em aberto. A ESL acusa o brasileiro de ter utilizado o bug em uma rodada pela ESL One: Road to Rio. O treinador da MIBR chamou a acusação de injusta e publicou um vídeo no qual o bug aconteceu, mas de outra competição – a cs_summit 6.

Ulrich Schulze e dead trocaram tuítes nessa terça-feira. O diretor da ESL aponta que o vídeo publicado pelo brasileiro se refere a outro torneio e dead responde: “Estranho, esse foi o clipe que vocês me mandaram. Ainda esperando pelo [clipe] que vocês têm”.

Ulrich argumentou que a ESL enviou tudo para a MIBR ontem. Dead voltou a dizer que o clipe [do vídeo] é o enviado pela organizadora. “Até mandei mensagens para você mas não respondeu. Você me dá permissão para liberar o email?”, questionou dead.

A MIBR afirmou ter suspendido dead temporariamente “enquanto investiga os fatos”. Michal Slowinski, juiz que assistiu mais de mil demos para estudar o caso da exploração de bug, disse que “tem, no mínimo, outros três clipes que aconteceu a mesma situação com ele [dead]”.

Organizadora do cs_summit 6, a Beyond the Summit também está investigando se o bug foi utilizado por treinadores na competição.

O juiz Michau publicou um vídeo no qual mostra como MechanoGun, da Hard Legion, aproveitou do bug durante uma partida. Veja abaixo.