- Publicidade -

No dia 3 de abril de 2016 a Luminosity conquistava seu primeiro título do Major do CS:GO. Na época, a equipe contava com os seguintes jogadores em seu elenco: FalleN, fer, TACO, coldzera, fnx e o técnico zews.

A vitória no campeonato colocou a equipe brasileira em destaque no cenário mundial do competitivo de CS:GO. O título, também, foi o inicio do domínio brasileiro na modalidade.

Luminosity comemorando o título. Foto: Reprodução

Ainda pela Luminosity, o mesmo elenco foi campeão da ESL Pro League Season 3 e pouco tempo depois foram contratados pela SK Gaming e venceram o segundo Major de 2016. Pela organização alemã, fizeram seus nomes: do título, em abril de 2016, do Major até o fim de 2017, os brasileiros dominaram o cenário internacional.

A Luminosity no MLG Major Columbus

luminosity
Luminosity campeã do Major. Foto: MLG

A campanha da Luminosity no MLG Major Columbus foi extremamente sólida: a equipe perdeu apenas um mapa durante toda a competição. Na época, as partidas da fase de grupos eram disputadas em MD1 e apenas o jogo decisivo era em MD3.

Com isso, os brasileiros ficaram em primeiro no seu grupo. A Luminosity ficaram na frente de equipes como Ninjas in Pyjamas, mousesports e FlipSid3 Tatics e conquistou facilmente a vaga na fase mata-mata da competição.

Equipe da Luminosity após jogo. Foto: MLG

Nos playoffs, veio a primeira derrota em um mapa. No jogo contra a Virtus.pro nas quartas de final, a Luminosity começou atrás após perder a Cache por 19-17, mas virou o jogo para avançar à semifinal: 16-10 na Cobblestone e 16-11 na Overpass.

Na semifinal, veio o jogo contra a Liquid: foi nessa partida, na Mirage, que a lendária jogada de coldzera foi realizada. Com direito a espetinho no scope pulando, a Luminosity trouxe de volta um jogo que estava quase perdido e, na prorrogação, levou mapa: 19-15 e 19-16 na Cache.

Grafite em homenagem à jogada de coldzera Foto: Valve/Reprodução

A final contra a Natus Vincere foi diferente, por assim dizer. O primeiro mapa foi muito disputado e levou a equipe brasileira a disputa a quarta prorrogação nos playoffs: 19-17 na Mirage. Entretanto, o segundo mapa, a Luminosity foi dominante e não deixou o adversário jogar. O resultado final, foi um estranho, mas feliz para os brasileiros, resultado em uma decisão de Major: 16-2 na Overpass.

Veja também: Transmissão da ESL zoa meyern, e jogadores desaprovam