- Publicidade -

Apontado como o maior jogador da história do League of Legends, o mid laner da SKT T1, Lee “Faker” Sang-hyeok disputa nesta sexta-feira (14), contra a Royal Never Give Up, as quartas-de-finais do Mundial 2016. O jogador disse em entrevista à ESPN americana que não está satisfeto com as suas atuações até o momento e que também não considera os midlaners das outras equipes que ainda estão no Worlds como jogadores top tier.

faker

Segundo Faker, a única performance na competição até agora que o agradou foi contra a Cloud9, ocasião em que ele atuou com sua Syndra e terminou a partida com um KDA de 5/1/4 e com uma vantagem de mais de 90 minions em relação a Nicolaj “Jensen” Jensen.

O jogador ainda disse que até o momento não encontrou nenhum jogador que ele vê como de top tier. “Eu não acho que os mid laners dos times que restaram no Mundial são top tier. Mas, eu me lembro do Maple (mid laner da Flash Wolves) como um jogador que melhorou muito. Desde 2013, ele era um player OK, mas agora ele se tornou um jogador muito bom hoje”, afirma Faker.

O mid laner da SKT T1 ainda revelou não estar satisfeito com as suas performances até o momento neste Mundial e que ele sente que a sua atual capacidade de performance não está tão boa quanto a que ele já apresentou em outras oportunidades.