- Publicidade -

nova temporada de Fortnite foi lançada na última semana e com ela vieram diversas novidades. Entre elas estão uma reformulação do mapa, que agora está inundado, a possibilidade de poder queimar estruturas de madeira, a introdução de novas armas e mudanças no auxílio de mira dos controles.

Além de atingir os jogadores casuais, as novidades que chegam com as novas temporadas de Fortnite também afetam o cenário competitivo do jogo. Enquanto alguns profissionais gostam de certas alterações e sentem que elas podem trazer impactos positivos em seu estilo de jogo, outros acabam não aprovando as mudanças.

Para entender mais sobre as novidades da nova temporada de Fortnite pela visão dos profissionais, o Mais Esports conversou com os jogadores Frosty, campeão da FNCS Solo e atualmente sem time, e Leleo e Lasers, participantes da Copa do Mundo de Fortnite que recentemente foram contratados pela LOUD, sobre algumas das principais mudanças que foram introduzidas.

MAPA INUNDADO

(Foto: Epic Games)

A mudança mais notável da nova temporada de Fortnite é a da reformulação do mapa, que agora está inundado em determinados pontos. Além da criação de novas cidades, a água também modificou locais existentes e alterou a dinâmica de movimentação, o que para Lasers esta sendo difícil de se acostumar.

“As mudanças dos mapas sempre são muito grandes e estranhas, mas é isso que faz o Fortnite ser o Fortnite. Está bem difícil de se acostumar neste começo de temporada, pois a movimentação está muito diferente por conta da água. Existem muitas cidades novas e mudanças nas que já existiam, então há muita coisa para se aprender até os novos campeonatos serem anunciados. Eu adoraria ver alguns lugares antigos de volta no mapa”, afirmou o jogador da LOUD.

Já Leleo afirmou que está gostando bastante das mudanças, mas disse que preferia que o mapa tivesse um pouco menos de água.

“Eu achei [as mudanças do mapa] muito boas. Porque o Fortnite é assim, ele muda constantemente o jogo. Isso é bom porque você é obrigado a se adaptar ao novo meta, ao novo jeito de jogar. Eu mudaria só a proporção das águas e diminuiria um pouco”.

Assim como Leleo, Frosty também gostaria de ver o novo mapa de Fortnite com um pouco menos de água e disse que a inundação está atrapalhando na hora das quedas, pois agora existem menos locais para cair.

“Achei as mudanças interessantes, mas agora tem muita água no jogo e poucos lugares para dropar. Eu mudaria a quantidade de água no mapa”.

POSSIBILIDADE DE QUEIMAR ESTRUTURAS DE MADEIRA

Fortnite
(Foto: Chris Outsiders/Reprodução)

Uma das principais mecânicas introduzidas com a nova temporada é a de poder queimar estruturas feitas de madeira. Antes, explosões e incêndios causavam apenas dano aos jogadores e não interagiam com os arredores. Apesar disso, os três profissionais acreditam que a novidade não afetará tanto o competitivo do jogo.

“Essa nova mecânica de queimar construções eu não consegui ver entre jogadores, apenas com pontos de referência do mapa, então acho que não há nenhuma maneira de queimar construções de jogadores, pelo menos ainda, e se um dia colocarem, provavelmente não vai ser um item muito usado no competitivo pois os profissionais fazem a maioria das bases de pedra ou metal”, disse Lasers.

Assim como Lasers, Frosty afirmou que serão poucas as vezes que jogadores conseguirão queimar a estrutura adversária.

“Acho que não vai fazer tanta diferença no competitivo porque serão raras as vezes que você conseguirá queimar a build do inimigo”.

Apesar de acreditar que a nova mecânica de Fortnite não será de grande influência em partidas profissionais, Leleo disse que gostou da novidade e que ela poderá ser utilizada em situações específicas.

“Poder queimar as construções é bacana, mas isso só acontece se você tiver um galão por perto. A questão é que se a safe fechar, centralizar num local que tem muito disso, vai ser bom para o oponente que não estiver lá no meio, isso vai ser uma vantagem para quem estiver de longe atirando”.

NOVA SHOTGUN

(Foto: Epic Games)

A arma mais controversa introduzida com a chegada da nova temporada foi a “Charge Shotgun”, que obriga o jogador a segurar um botão do mouse para carregar o tiro e aplica uma enorme quantidade de dano. Enquanto Lasers e Leleo aprovaram a chegada da arma, Frosty não concordou.

“A nova shotgun é muito boa mas difícil de se utilizar. Ela dá muito dano em apenas um tiro, mas a quantidade de balas e o delay entre os tiros é muito difícil de controlar. Já completamos uma semana do início da temporada e até agora nenhum profissional conseguiu dominar o jeito de utilizar ela de uma forma natural, mas acredito que seja recompensador para quem aprender a utilizar ela. Eu mesmo estou desde o primeiro dia só usando ela e estou sentindo que melhorei muito”, disse Lasers.

Assim como seu companheiro de equipe, Leleo também acredita que a nova arma de Fortnite é muito boa, porém difícil de ser masterizada.

“A nova shotgun é extremamente boa. Só que ela é muito difícil de você aprender a jogar com ela, por isso muitas pessoas não gostaram. Por outro lado ela dá muito dano e é muito forte. Achei muito boa a entrada dela por conta disso”.

Único dos entrevistados a não aprovar a nova arma, Frosty disse que a shotgun deixa o jogo mais parado.

“[A nova shotgun] é muito ruim. Ela muda muito o estilo dos combates e deixa o jogo muito parado”.

MUDANÇAS NO AUXÍLIO DE MIRA DOS CONTROLES NO PC

Antes da chegada da nova temporada, o auxílio de mira dos controles no PC era um dos temas mais recorrentes na comunidade de Fortnite. Muitos jogadores que utilizam teclado e mouse estavam afirmando que o aim assisit dos joysticks estava desbalanceado. Por conta disso, a Epic Games decidiu nerfar o auxílio, o que já está sendo sentido pelos profissionais.

“A mudança do aim assist foi muito discutida entre os profissionais e a Epic finalmente decidiu que nerfar era a coisa certa. Depois dessa atualização já deu para notar uma mudança clara e agora não morremos com tanta frequência voando. Eu achei uma mudança ótima e necessária para o competitivo, não sei como está o aim assist em questão aos consoles, mas em questão ao controle no PC foi muito boa”, afirmou Lasers.

Leleo, que assim como Lasers utiliza mouse e teclado para jogar, afirmou que gostou das mudanças e aprovou o nerf.

“Com certeza a Epic fez o certo em nerfar, apesar de não esta totalmente nerfado, pois eu jogo com pessoas que usam o controle e eles me falaram que ainda esta bom de usar. Não está tão desproporcional como era antes. Era 100% desequilibrado. Eu senti bastante diferença por conta deles mudarem o recoil das armas. M4 e Scar estão totalmente mudadas. Não está tão fácil de atirar”.

Frosty, único dos entrevistados que utiliza o controle no PC, disse que o nerf era necessário, porém afirmou que ele foi feito da maneira errada.

“Eu acho que a mudança nos controles usados no PC era necessária, mas não do jeito que a Epic fez. Eles pioraram muito a M4 e as espingardas e deixaram a submachine gun muito forte”.

Fortnite pode ser baixado de forma gratuita no PC, Xbox One, Playstation 4, Nintendo Switch, Android e iOS.

Veja também: Como desbloquear a skin de Aquaman em Fortnite.