×





×





×





×





×


Logo MaisEsports
Notícias
Campeonatos
Outros
Mais Esports

Game Changers Brasil Series 1: Com Liquid e LOUD, conheça mais sobre as equipes classificadas

Valorant

Nesta semana, as oito equipes participantes do VCT Game Changers Brasil Series 1 foram definidas. Após três longas seletivas, grandes equipes como Team Liquid, LOUD, 00 Nation e ODDIK conseguiram a classificação para o principal evento de VALORANT feminino do país. 

Disputado de forma presencial em São Paulo, o VCT Game Changers Brasil Series 1 contará com a participação de Team Liquid, LOUD, 00 Nation, ODDIK, MIBR, W7M, Black Dragons e HUMMER. As oito equipes brigarão pelo título, uma fatia da premiação total de 100 mil reais e pontos de circuito do VCT, que valem uma vaga no mundial feminino de VALORANT.

Levando isso em consideração, o Mais Esports preparou uma matéria especial falando um pouco mais de cada equipe que participará da competição mais importante do cenário feminino de VALORANT brasileiro. 

TEAM LIQUID

Foto da equipe da Team Liquid, que disputará o Game Changers Brasil Series 1 2023
(Foto: Divulgação/Team Liquid)

Apesar de ter dominado o cenário brasileiro em 2022, a Liquid decidiu fazer mudanças em sua escalação para 2023. Naxy, nat1 e drn deixaram a equipe e deram espaço para as entradas de Joojina, isaa e bizerra. Destaques da cavalaria no ano passado, daiki e bstrdd foram as únicas remanescentes do antigo quinteto.

Mesmo com as trocas, a Liquid segue dominante no cenário brasileiro. A cavalaria venceu todas as três seletivas para o VCT Game Changers Brasil Series 1 e se classificou como primeira colocada isolada, com 1320 pontos. O evento marcará a estreia da nova line-up em LAN, porém todas as jogadoras já contam com experiência em torneios presenciais e chegam ao campeonato como grandes favoritas ao título. 

LOUD

Foto do elenco feminino da LOUD, que disputará o Game Changers Brasil Series 1
(Foto: LOUD)

Campeã mundial de VALORANT no cenário misto, a LOUD agora também está no circuito feminino. Com um elenco liderado por tayhuhu, experiente jogadora com passagens por INTZ e B4, a organização esmeraldina promete dar trabalho no VCT Game Changers Brasil Series 1. 

Além de tayhuhu, o novo elenco da LOUD também conta com, let, Jelly, Krysme e lissa. Enquanto as quatro primeiras competiram durante boa parte de 2022 pela B4 e rivalizaram de forma direta com a Team Liquid, a última representou a Gamelanders Purple no decorrer do último ano e também esteve presente em algumas das principais decisões do cenário feminino.

Utilizando a tag jelly e amigas durante as seletivas, o quinteto teve boas campanhas nos qualificatórios. Foram dois vices, ambos após derrotas para a Team Liquid, e um 5° lugar. Na classificação geral, a LOUD avançou para o evento principal em segundo lugar, com 790 pontos. 

ODDIK

mindle, jogadora da ODDIK, que disputará o Game Changers Brasil Series 1
(Foto: Riot Games)

Terceira colocada na classificação geral com 760 pontos, a ODDIK conta com um elenco reformulado para 2023. Aninha, mindle e m4ndzin representaram a organização durante boa parte de 2022 e mantêm o núcleo que esteve presente nas principais competições do cenário, enquanto gabee e gabiTe chegaram no início desse ano para dar uma nova cara ao time. 

Durante as seletivas, a ODDIK foi mais uma equipe que apresentou boas campanhas. O quinteto ficou com o segundo lugar da primeira qualificatória após ser derrotada pela Team Liquid, além de ter chegado nas semifinais das outras duas edições da competição. 

00 NATION

Foto de bizinha, jogadora da 00 Nation que disputará o Game Changers Brasil Series 1
(Foto: 00 Nation)

Mais uma grande organização que começou a investir no cenário feminino de VALORANT em 2023, a 00 Nation conta com um elenco liderado por bizinha, jogadora que brilhou no CS:GO e representou o MIBR no FPS da Riot Games durante o ano passado. Apesar disso, por conta de problemas pessoais, a capitã da equipe não participará do torneio e será substituída por erin segundo o VZone. 

Além de bizinha, a 00 Nation também tem antG, que vestiu a camisa da Gamelanders Purple em 2022 e meL, ex- DELIRA e Stars Horizon. Bizinha e nanah completam a escalação da equipe, que se classificou para o VCT Game Changers Brasil Series 1 em quarto lugar, com 660 pontos. 

Apresentando um VALORANT consistente, a 00 Nation alcançou as semifinais de todas as seletivas para o evento principal. Nas três oportunidades, a equipe acabou sendo derrotada pela Team Liquid, que viria a ser campeã, por 2 a 0.

HUMMER

Arte da nova equipe de VALORANT feminino da HUMMER
(Foto: HUMMER)

Formada por babZ, nAny, Arial, mizzy e mooN, a HUMMER se classificou para o evento principal em quinto lugar, com 430 pontos. A equipe chegou nas quartas de final de todas as três seletivas para o VCT Game Changers Brasil Series 1 e promete ser competitiva no evento principal. 

Enquanto nAny representou a ODDIK em 2022, Moon e babz defenderam a Portuguesa durante parte do último ano. Já moon atuou ao lado de mizzy na Liberty e arial completou para a B4 Angels em algumas oportunidades.

Assim como 00 Nation e LOUD, a HUMMER é mais uma organização que começou a investir no cenário feminino de VALORANT em 2023. A estreia da equipe será contra a 00 Nation, que eliminou o time na terceira seletiva após uma vitória por 2 a 0. A revanche, agora em LAN, promete ser um grande jogo. 

BLACK DRAGONS

Foto de bia, nova jogadora da Black Dragons
(Foto: Black Dragons)

Com as experientes bia e blu na line-up a Black Dragons foi a sexta colocada na classificação geral para o VCT Game Changers Brasil Series 1, com 330 pontos. Assim como a HUMMER, o time alcançou as quartas de final de todas as três seletivas e tem evoluído em cada uma delas. 

Além de bia e blu, que defenderam TBK e TropiCaos durante boa parte de 2022 respectivamente, o time também conta com luiza, mizi, e lule. Sonho, que treinou a INTZ Angels e a B4 durante boa parte de sua carreira, comanda a comissão técnica da equipe. 

A estreia contra a ODDIK promete um confronto inédito em 2023. As equipes não se enfrentaram em nenhuma das seletivas e farão seu primeiro duelo do ano. 

W7M

(Foto: W7M)

Afastada do competitivo por um período, a W7M retornou ao cenário feminino de VALORANT no início de 2023 com uma escalação liderada por cellax. A jogadora, que ficou conhecida no cenário de CS:GO e representou o MIBR no FPS da Riot Games, encabeça o novo time. 

Além de cellax, o elenco da W7M é formado por maze e gabi, ambas ex-TropiCaos, isafx, que já vestiu a camisa da TBK, e aninha. Com 280 pontos após as três seletivas, onde o time alcançou as quartas de final em duas oportunidades, a organização terminou a classificação geral em sétimo. 

A W7M não terá vida fácil na estreia do VCT Game Changers Brasil Series 1. A equipe estreia na competição contra a LOUD em mais um duelo inédito de 2023. Assim como ODDIK e BD, as equipes ainda não se enfrentaram nos qualificatórios e prometem mais um grande jogo. 

MIBR

Foto da equipe de VALORANT feminino do MIBR

Liderado por nat1 e drn, campeãs de diversos torneios com a Liquid em 2022, o MIBR foi o último time a conseguir uma vaga no VCT Game Changers Brasil Series 1. Classificada em oitavo, a organização obteve 230 pontos após três seletivas. 

Formado por drn, isa1, nat1, biazik e daniops, o MIBR alcançou as quartas de final das seletivas para o evento principal em duas oportunidades. A eliminação precoce no primeiro qualificatório impossibilitou o time de conquistar mais pontos e por pouco ele não avançou para o evento principal. 

O MIBR estreia contra a favorita Liquid. O confronto marcará o reencontro de daiki e bstrdd com suas ex-companheiras drn e nat1, sendo a primeira vez que elas se enfrentam dentro dos servidores desde as mudanças na cavalaria. A experiência de ambos os times, principalmente em competições em LAN, podem fazer a diferença.

O VCT GAME CHANGERS BRASIL SERIES 1

imagem do logo do game changers
(Foto: Divulgação/Riot Games)

O VCT Game Changers Brasil Series 1 2023 acontece entre os dias 21 e 28 de março em São Paulo. Serão oito equipes batalhando pelo título, uma fatia da premiação total de 100 mil reais e pontos de circuito do VCT, que valem uma vaga no mundial feminino de VALORANT.

A competição será disputado em formato de eliminação dupla e acontecerá presencialmente em São Paulo. Os confrontos contarão com partidas MD3, com exceção da final, que será MD5. Confira os duelos de abertura

  • Team Liquid X MIBR: 21/03/2023 – 17:00h
  • 00 Nation X HUMMER: 21/03/2023 – 20:00h
  • LOUD X w7m: 22/03/2023 – 17:00h
  • ODDIK X Black Dragons: 22/03/2023 – 20:00h

Veja também: Gekko receberá melhorias na próxima atualização de VALORANT

Pedro Mitke

por Pedro Mitke

Publicado em 12 de março de 2023 • Editado há mais de 1 ano

Matérias Relacionadas
Valorant
VCT Americas 2024: G2 vence 100 Thieves e se classifica para o mundial de VALORANT
Valorant

VCT Americas 2024: G2 vence 100 Thieves e se classifica para o mundial de VALORANT

A G2 Esports venceu a 100 Thieves por 2 a 0 nesta quinta-feira (17) no VCT Americas 2024 e conseguiu se classificar para o Champions 2024.

Há 15 horas
Valorant
VCT Americas 2024: “Queria trazer a vitória para ele”, diz aspas após classificar equipe de Sacy para o Champions
Valorant

VCT Americas 2024: “Queria trazer a vitória para ele”, diz aspas após classificar equipe de Sacy para o Champions

Após classificar a Sentinels para o Champions 2024, aspas afirmou que queria vencer para ver Sacy ao lado dele no mundial de VALORANT.

Há 17 horas
Valorant
VCT Americas 2024: Leviatán vence KRÜ e classifica Sentinels para o Champions 2024
Valorant

VCT Americas 2024: Leviatán vence KRÜ e classifica Sentinels para o Champions 2024

A Leviatán venceu o confronto no VCT Americas 2024 contra a KRÜ. Com a vitória, a equipe classificou a Sentinels para o Champions 2024.

Há 17 horas
Valorant
VALORANT: Jogadores profissionais morrem em queda da Abyss
Valorant

VALORANT: Jogadores profissionais morrem em queda da Abyss

Abyss está disponível nos playoffs de todas as regiões do VCT. Confira os jogadores que foram "vítimas" e morreram de queda.

Há 20 horas
Valorant
VCT Americas 2024: “Admiro e quero ser como ele”, diz OXY sobre TenZ
Valorant

VCT Americas 2024: “Admiro e quero ser como ele”, diz OXY sobre TenZ

Após a partida, o Mais Esports conversou com OXY que falou sobre seu primeiro ano na Liga das Franquias e de suas inspirações.

Há 21 horas
Valorant
VCT Americas 2024: 100 Thieves elimina Sentinels do torneio
Valorant

VCT Americas 2024: 100 Thieves elimina Sentinels do torneio

A 100 Thieves eliminou a Sentinels do VCT Americas 2024 nesta quarta-feira (17) e está mais próxima de se classificar para o Champions Seul.

Há 1 dia

















































Campeonatos Atuais