- Publicidade -

Com o final da EVO 2016, uma notícia extremamente desagradável veio à tona. A jogadora e caster de Super Smash Bros “VikkiKitty” revelou em seu Twitter que foi assediada sexualmente pelo jogador profissional mexicano Cristian “Hyuga” Medina durante o evento realizado em Las Vegas, Estados Unidos entre os dias 15 e 17 de julho.

De acordo com o comunicado divulgado no Twitter, a jogadora e seu namorado resolveram deixar Hyuga dormir em seu quarto depois do jogador ter exagerado na bebida e ter ficado bêbado. No entanto, a VikkiKitty afirma que ao acordar durante a noite, viu o jogador mexicano se esfregando nela e passando as mãos pelo seu corpo.

Ao perceber a situação, a jogadora alega que mandou Huyga sair de cima dela e voltar para o chão em espanhol, momento este em que as outras pessoas que estavam no quarto acordaram e ela aproveitou o momento para trocar de cama.

Porém, VikkiKitty alega que quinze minutos após o primeiro abuso, o jogador mexicano teria tentado fazer a mesma coisa novamente, até que uma outra pessoa que estava no quarto percebeu a situação e o expulsou do cômodo. A caster afirmou que abriu um boletim de ocorrência na polícia local.

Após o fato, Hyuga também usou o Twitter para se defender. O mexicano pediu desculpas e culpou o excesso de álcool pelos seus atos e aproveitou também para pedir à VikkiKitty não desse queixa na polícia, já que isso o impediria de disputar outras competições nos Estados Unidos.

E as ações de Hyuga já começam a ter impactos negativos em sua carreira. A patrocinadora do jogador VGBootCamp, anunciou nesta segunda-feira (18) que o jogador mexicano não fará mais parte da equipe profissional da VGBC.