LoL: Se aquecendo para volta da LPL 2020

League of Legends
De:Calise-
March 7, 2020

Quase dois meses depois da paralisação, finalmente a maior e melhor liga do mundo, mesmo que de forma online, voltará as atividades. Pensando nisso, hoje irei relembrar alguns pontos importantes que talvez você possa ter esquecido depois de tanto tempo sem a LPL, além de comentar um pouco sobre esse “campeonato” de scrims que rolou durante essa pausa forçada.  

Kanavi e a poderosa JD Gaming

Foto: Reprodução LPL
Continue após a publicidade

Diferente do começo estranho da FPX, a equipe que anteriormente ficou conhecida como “Zoom e amigos” finalmente encontrou a peça que faltava em Kanavi, ocupando hoje a primeira posição da LPL e o posto de melhor equipe da região. 

Se alguém ainda tinha dúvidas sobre a qualidade do caçador ou da própria JDG, acredito que foram sanadas depois das performances estrelares do jogador durante esse “campeonato” de scrims que rolou na última semana. Com um impacto surreal nas partidas, ele foi o líder dessa equipe, que não pode contar com Zoom devido às complicações que todos sabemos referente a epidemia do covid19. 

Se antes desse pause a equipe já parecia uma forte candidata ao título, agora isso ficou ainda mais claro. Convido a todos que pretendem acompanhar a LPL olhar essa equipe bem de perto, pois com toda certeza ainda vou falar muito sobre eles aqui.  

O início desastroso da FunPlus Phoenix

A atual campeã do mundo teve um início de campeonato bem fora do esperado pelos novos e antigos torcedores, tendo perdido as duas séries que disputou, uma contra a IG e outra contra a eStar 

De início o que chamou a atenção de todo mundo foi justamente a estreia de Khan na rota do topo, gerando uma grande expectativa, principalmente para o confronto contra o TheShy já na partida de estreia. Mas o que pegou todo mundo de surpresa foi a série contra a equipe novata eStar. Com duas derrotas onde a péssima performance individual de Tian e Crisp ficou bem evidente, muitos começaram a se questionar o que estava acontecendo com a equipe.  

Ficou bem claro que durante essas duas sérias, principalmente contra a eStar, o foco de Tian e toda FPX, foi justamente jogar para o Khan e isso com toda certeza mudou a dinâmica dentro da equipe, mas nada que mais tempo de jogo não resolva. Para quem ficou preocupado com esse início fraco de campeonato por parte da FPX, digo para se tranquilizarem, esse time continua sendo um dos, se não o melhor da liga.  

Uma nova Invictus Gaming

Foto: LPL

Todo mundo foi pego de surpresa quando anunciaram a saída de Jackeylove do time. Depois da contratação da dupla inferior da VG, muitos começaram a se perguntar se a equipe continuaria boa, questão que foi respondida já na primeira partida. A IG não só continua competitiva como parece estar ainda mais forte.  

Durante toda segunda metade de 2019, um dos maiores problemas da equipe estava tendo era as performances horríveis de Baolan, então o ponto é que agora a IG finalmente tem uma rota inferior consistente. Southwind já era um bom jogador na Vici e Puff, apesar de não ser tão bom quanto Jackey, consegue fazer muito bem seu trabalho.  

Com essa estabilidade na rota inferior e as boas partidas de Leyan na selva, as estrelas de Rookie e TheShy podem novamente brilhar e todos nós conhecemos o poder dessa dupla. Os times das melhores rota solo do mundo tem tudo para continuar sendo um pesadelo para todos.  

Você provavelmente foi enganado pelo PDD

Para finalizar, gostaria de falar um pouco sobre essa equipe da eStar que chegou do nada e surpreendeu todo mundo depois de conseguir derrotar a atual campeã FPX. Sim, como o título sugere, você provavelmente foi enganado pelo PDD.  

Apesar de parecer uma boa equipe, principalmente pelas performances individuais de WeiCryin e Wink, o time não é tudo isso que muita gente acredita ser e isso ficou bem claro depois da equipe ser completamente destruída pela TES, JDG e Suning no “campeonato” de scrims na semana passada.  

Sem dúvidas a equipe possuí muitos jogadores com potencial, a maioria são talentos cultivados na Young Miracles e RNG, porém esse início de campeonato, principalmente a série contra a FPX, acabou dando um status que eles simplesmente ainda não deveriam ter. Eles são apenas um time de meio de tabela que devem lutar e muito por sua vaga na fase eliminatória. No final do dia vocês todos foram engados pelo PDD.  

O “campeonato” de scrims

Apesar de não valer absolutamente nada, deu para ver algumas coisas interessantes, principalmente sobre a Suning, que havia tido um começo ruim na LPL.  

Com a contratação de huanfeng de última hora, a equipe achou seus cinco jogadores e já demonstrou qualidades nesse breve torneio. Com a estrela da equipe sendo obviamente o Sofm, o time perdeu apenas contra a JDG, mas mostrando que apesar de nomes não muito conhecidos o time parece ter bastante potencial.  

Por outro lado, a TES de Knight e Karsa não empolgou muito. Assim como na própria LPL, o time ainda parece sem sinergia principalmente entre as duas estrelas. Ainda é cedo para fazer julgamentos, mas eu não apostaria minhas fichas neles nessa primeira etapa.  

Para finalizar, deu para ver que os times chineses continuam acelerando e muito o início de partidas, foi um show de dives e lutas do começo ao fim de jogo, sendo praticamente uma antítese a LCK. 

A LPL voltará no dia 9 de março em formato online com as transmissões em chinês. Você pode conferir a cobertura completa da competição aqui no Mais Esports.