- Publicidade -

A paiN Gaming está em busca de reforços mirando a disputa do 2º split do CBLoL 2020. De acordo com a apuração do Mais Esports, a organização está no mercado a procura de um suporte brasileiro.

O jogador que ocupou a posição durante a primeira etapa, o sul-coreano Key, recebeu diversas críticas por parte da torcida por conta de suas atuações . O treinador compatriota, Xero, chegou a declarar em entrevista que o suporte estava com um problema de torcicolo, o que estaria atrapalhando seu rendimento.

Key recebeu diversas críticas por suas atuações no 1º split do CBLoL 2020 (Foto: Riot Games)

Fontes ligadas ao Mais Esports revelaram nesta sexta-feira (22), que a paiN Gaming sondou Cabu, jogador da RED Canids, e esA, que atuou pela Havan Liberty no Circuito Desafiante nesta temporada. Este último, inclusive, teve passagem recente pelos Tradicionais onde foi campeão do Circuitão e da Superliga, em 2019.

Vale lembrar também que brTT e esA já atuaram juntos na bot lane do Flamengo. A dupla foi responsável pela rota inferior quando a equipe rubro-negra chegou ao cenário competitivo em 2018. O suporte permaneceu até o fim daquele ano, quando o Flamengo foi derrotado na final do CBLoL pela KaBuM, e foi substituído por Luci.

esA atuou ao lado de brTT na temporada 2018 (Foto: Divulgação/Riot Games Brasil)

Neste 1º split de 2020, a paiN Gaming era a equipe com maior expectativa, por conta da janela de transferências passada, onde trouxeram um ídolo da torcida, o atirador brTT, além dos sul-coreanos, Seonghwan e Key, que atuaram como caçador e suporte, respectivamente. A torcida ainda contava com a volta de Kami, que anunciou seu retorno ao competitivo no ano passado.

Apesar disso, brTT e companhia ficaram somente em 6º lugar, fora da zona de classificação aos playoffs, com uma campanha negativa de dez vitórias e onze derrotas.

Veja também: Após 6 meses na Vivo Keyd, Robo é colocado à venda