- Publicidade -

O ano de 2016 está sendo marcado pelo número gigantesco de Reworks que foram anunciados. Já tivemos reworks recentes como o da Poppy e o do Shen, o suporte mais elegante de todos é o próximo na lista e logo depois teremos cerca de 6 magos recebendo também um rework.

Sempre que a Riot anuncia um Rework novo vários jogadores questionam sobre a necessidade desse Rework. Com isso, resolvi escrever um pouco sobre isso para vocês entenderem melhor como funciona isso tudo.

Vamos lá, alguns motivos que deixa um campeão necessitado de Rework:

1 – Tentativa de Balanceamento

Vários reworks nascem devido à isso. Alguns campeões possuem kits que complicam a vida da Riot e são complicadíssimos de se “balancear“. Dois ótimos exemplos são o Kassadin e o Ryze. Quando o Kit  de habilidades do campeão já está dificultando o balanceamento há muito tempo, está na hora dele receber um Rework.

Alguns campeões chegam em um ponto dele estar tão forte que não existe uma “Contrajogada” para lidar contra ele. Casos assim acabam impactando ainda mais no competitivo onde os jogadores conseguem tirar 100% de um campeão com mais facilidade. Logo, é bem necessário existir maneiras de você surpreender qualquer campeão, seja com um Flash ou com um Counter pick.

2 – Estilo de Jogo vs Lore do Campeão

Quem se lembra do Gragas antigo? Aquele “Mago” que ficava tampando barris de longe… Bem, não era pra ser assim né? O Gragas é aquele cara que será o primeiro a pular no meio de uma briga e não ficar de longe assistindo ela! Com o Rework do Gragas ele conseguiu ser bem mais fiel ao seu personagem.

Outro exemplo perfeito é a Fiora. A Fiora antiga podia ser até atraente e ter seus pontos fortes mas a Fiora pós Rework trouxe realmente um estilo “esgrimista” para os teclados. Você precisa ir sempre atrás dos pontos vitais e ser bem preciso, além disso, ela agora contém uma mecânica bem mais atrativa e este será o nosso próximo tópico.

3 – Deixar o campeão mais atrativo

Alguns campeões possuem um Kit de habilidades bem antigo e a Riot necessita de arrumar isso. Por mais que ele tenha suas características únicas ele necessita ficar mais atrativo! Um rework que eu enxergo que conseguiu fazer isso foi o Rework do Gangplank. A nova mecânica dos Barris fez com que ele ficasse bem mais popular!

Neste exato momento, alguns campeões como Urgot, e Galio possuem uma popularidade baixíssima. Será que algum deles precisa de Rework?

Existem campeões que realmente são CHATOS de se jogar. Um exemplo que eu gosto sempre de mencionar é o Yorick pois ele acaba deixando o jogo chato para quem está jogando com ele, contra ele e até mesmo para quem está assistindo.

4 – Deixar o campeão com mecânicas únicas

O maior objetivo da Riot é fazer com que cada partida seja algo totalmente diferente devido aos personagens presentes nesta partida. Todos os novos campeões possuem mecânicas totalmente novas. Alguns campeões mais antigos acabam pecando muito nisso e ficaram meio que esquecidos. Com isso, a Riot opta por realizar um Rework nesses campeões para deixar ele com mecânicas mais únicas!

Isso trabalha a ideia de evolução do jogo, todos os campeões podem receber um futuro rework devido à evolução do League of Legends.

Conclusão

Um campeão pode receber um rework por diversos motivos, seja apenas um específico ou então casos mais graves como o do Yorick. Fique atento nas novidades aqui no LOLNews pois sempre tem coisa nova rolando em Summoner’s Rift.

Quer conversar sobre o assunto comigo? Só falar comigo lá no Twitter @ericat_lol, terei o maior prazer em te responder!

Lembrando que já temos vários reworks para esse ano. Vou deixar o link de algumas matérias sobre os próximos reworks abaixo: