R6: Tudo sobre a operação Crimson Heist

Rainbow Six
De:Bruno Martins-
February 22, 2021

A Ubisoft apresentou no último domingo (21) os detalhes da operação Crimson Heist, que chegará junto com o ano seis do Rainbow Six: Siege. A operação trará novidades como o operador argentino Flores, rework do mapa Fronteira, nova opção de arma secundária e o beta de replay de partidas no PC; confira.

Flores, novo operador da operação Crimson Heist

Flores é um operador de ataque com dois de armadura e dois de velocidade. Seu gadget principal é RCE-Ratero, um drone explosivo. O drone pode destruir barricadas, escudos e qualquer outro dispositivo que esteja no caminho do ataque.

Continue após a publicidade

Uma vez que Flores ativa o drone, ele se move para frente sem parar até que seja destruído ou exploda. O Ratero pode fazer quase qualquer movimento que um drone comum faz, mas não pode andar para trás. O gadge de Flores, porém, é vulnerável ao Disruptor de Sinal, lasers, Peste do Mozzie e, é claro, disparos dos adversários.

Apesar de poderoso, o Ratero não consegue explodir paredes reforçadas. No entanto, o poder de explosão consegue abrir alçapões não-reforçados e causar grandes estragos em paredes destrutíveis.

Quando ativado manual ou automaticamente, o drone possui uma contagem regressiva até explodir. Depois que Flores iniciar a explosão, o Ratero ancora no local que está, cria uma armadura e fica invulnerável às balas dos oponentes. O gadget pode se ancorar em pardes, chão, escudos e em alguns dispositivos inimigos.

Em seu loadout, Flores possui como opções de armas primárias a AR-33 e a RS-25. Como arma secundária, Flores possui a pistola GSH18. Como gadgets secundários, o operadores argentino pode escolher entre Granadas de Atordoamento ou Claymore.

crimson heist
Loadout de Flores, novo operador do Rainbow Six. Foto: Reprodução

Nova arma secundária

A Gonne 6 é a nova arma secundária que estará disponível junto com a operação Crimson Heist para alguns atacantes. A pistola está carrega com apenas uma munição explosiva que terá o poder de destruir qualquer dispositivo à prova de balas.

Rework de Fronteira

Assim como em toda operação, a Crimson Heist apresenterá o rework de um mapa. Para esta temporada, o palco escolhido foi Fronteira, um dos mapas mais jogados pela comunidade.

Jeremy Dowsett, leve designer do Rainbow Six, afirmou que as mudanças no mapa serão simples. Segundo Dowsett, “alguns ângulos e bombsites estavam congestionados demais”. Para resolver isso, Fronteira contará com mudanças no Banheiro e Atendimento com a inclusão de uma parede destrutível e a mudança de local do alçapão.

Outras mudanças poderão ser observadas no Arsenal e Arquivos como a alteração do formato e aumento da sala. Alfândega e Estoque também receberão mudanças como menos paredes destrutíveis. Ventilção e Oficina permanecem inalterados.

Também foi adicionada uma varada que vai da Escada Leste em direção à Sala de Descanso para “facilitar rotações”, segundo Dowsett. Outra varanda foi integrada ao mapa que tem acesso por meio de uma escada. Agora, segundo o level designer, o jogador pode acessar os Arquivos sem necessitar fazer rapel.

O som do helicóptero foi diminuído e as vozes no começo do mapa só aparecem durante a fase de preparação e somem na fase de ação do round.

crimson heist
Fronteira receberá rework. Foto: Reprodução

Veja também: Arenna GG: Conheça a plataforma de X1 valendo dinheiro