- Publicidade -

O novo suporte da TSM Vincent “Biofrost” Wang atuava pela equipe da Challenger Series americana “Dream Team”. Após atrasos no pagamento do jogador, o dono do Team Solo Mid Andy “Reginald” Dinh cobrou a organização publicamente em seu Twitter.

Logo depois, Reginald escreveu um Twitlonger sobre toda a situação. Biofrost jogou durante três meses pela equipe Dream Team onde havia assinado um acordo com um salário de 2 mil dólares mensais. O suporte recebeu apenas um dos pagamentos referente a fevereiro que chegou também com bastante atraso.

Biofrost continuou sendo exclusivo da organização, treinando e atuando pelo time durante mais dois meses. Após o time ficar sabendo que a TSM tinha interesse em contratar o jogador, eles realizaram uma denúncia de Poaching para a Riot Games. Após a investigação, a Riot Games não prosseguiu com a punição de Poaching pois Biofrost não estava recebendo os salários acordados com o Dream Team.

O Ex mid laner da TSM também comentou que o time realizou ameaças para a TSM a partir do momento em que eles não tinham nada válido para levar o caso na justiça. Reginald explicou novamente a situação:

“O mais importante é que Biofrost trabalhou e prestou serviços para o Dream Team e não recebeu seus pagamentos. Eles estão claramente tirando vantagem de jogadores novos sem experiência.”

Para finalizar, ele comentou que resolveu levar isso em público para que Biofrost recebesse logo o seu pagamento. Reginald comentou que o seu advogado custa 400 dólares a hora e não seria justo para ele gastar cerca de 8 mil dólares para que Biofrost recebesse 4 mil.