Six Invitational: FURIA quer “levantar a marreta”, segundo Twister

Rainbow Six
De:Bruno Martins-
May 10, 2021

Com recorde de participação de equipes brasileiras, o Six Invitational começa no próximo dia 11 de maio. Treinador da FURIA, a última classificada à competição, Twister falou sobre a participação da equipe no torneio, preparação e Brasil no Rainbow Six; confira.

six invitational
Twister é treinador da FURIA e acredita que a equipe pode levantar a Marreta. Foto: Reprodução/FURIA

A entrevista começa já com Twister cravando o objetivo da FURIA no Six Invitational. “Levantar a Marreta!”, diz o treinador, empolgado. Para isso, a FURIA precisa vender adversário perigosos nos confrontos que terá. O treinador sabe disso, mas acredita que pode desempenhar bem. “Acredito que entre todas as equipes, estão os melhores times possíveis. Dependendo da gente podemos ter bons jogos contra todos”, disse.

O Six Invitational já começou, pelo menos para a FURIA. A equipe brasileira, de acordo com seu treinador, está “treinando e estudando muito” para conseguir seu objetivo. O trabalho feito antes é para chegar “preparados para a maior competição do ano”, disse Twister.

Sobre o trabalho dentro do servidor, Twister promete novidades para os torcedores da FURIA. Para uma competição importante como o Six Invitational, “a surpresa é sempre a melhor opção”, para o treinador. “Com toda certeza vamos trabalhar coisas novas dentro e fora do jogo”, disse ao Mais Esports.

Equipe de Rainbow Six da FURIA. Foto: Reprodução

“Six Invitational será o BR6 com gringos”, brincou Twister ao falar sobre a participação de seis equipes brasileiras no torneio. O número é um recorde de participação de um país nas competições do Rainbow Six. “A maioria dos times do campeonato são brasileiros, então não vai faltar time para os torcedores torcerem”.

Ainda sobre a questão da quantidade de brasileiros presentes no Six Invitational, Twister tem duas questões importantes. Para o treinador isso facilita e dificulta a vida dos jogadores dentro da competição internacional.

Uma vez que a maioria são brasileiros, o conhecimento de um time sobre o outro é muito grande. Twister falou sobre isso: “Em certo ponto [a quantidade de brasileiros no Six Invitational] deixa [a competição] mais fácil, pois jogamos contra time que já conhecemos”, disse. E completou: “No entanto, esse fato também dificulta por todos esses times já se conhecerem tão bem”.

Veja também: Carta “Black Lotus” do Magic: The Gathering: é vendida por R$ 2,8 milhões