×





×





×





×





×


Logo MaisEsports
Notícias
Campeonatos
Outros
Mais Esports

A SKT está pronta para bater de frente com a Griffin

League of Legends

A League Champions Korea está uma verdadeira bagunça em 2019. Antes de a etapa dar início, ninguém conseguiria dizer que kt Rolster, Afreeca Freecs e Gen.G as três classificadas para o último Mundial —, seriam algumas das piores equipes da primeira divisão. Pelo menos não com a cara séria. Mas lá estão elas, na frente apenas da fadada ao rebaixamento Jin Air Green Wings.

A Coreia do Sul, que há meia década vinha sendo a região mais tradicional do League of Legends, não pode realmente dizer que está forte no momento. A Griffin é a única que transmite confiança e que, caso houvesse um torneio internacional daqui a uma semana, viria como franca favorita. Afinal, ela está invicta e quase que intocável.

Também antes de o split começar, todos pensavam que o dream team da SK Telecom T1 —com nomes como Kim “Khan” Dong-ha, Lee “Faker” Sang-hyeok e Cho “Mata” Se-hyeong — seria capaz de bater os novatos. Mas o duelo na terceira semana só serviu para desapontar. Os garotos de Kim “cvMax” Dae-ho saíram com a vitória sem dificuldades.

Direto do draft, a SKT não escolheu campeões que jogassem para os pontos fortes da line-up. Em vez disso, Lee “Zefa” Jae-min aparentemente focou demais em flex picks. Khan estava de Urgot, com o qual nunca brilhou da mesma forma que o fez com Jayce, Fiora e Vladimir. Park “Teddy” Jin-seong por algum motivo pegou Viktor, quando vinha sendo o carry mais confiável do time com atiradores tradicionais. E Kim “Clid” Tae-min, o principal catalisador do Early Game, se viu com a escolha de Olaf, em vez de Lee Sin ou Jarvan IV.

Ao mesmo tempo, não era fácil para o caçador gankar a Lissandra de Jeong “Chovy” Ji-hoon e a combinação de Kai’Sa e Braum de Park “Viper” Do-hyeon e Son “Lehends” Si-woo. A única rota com setup de gank era a de Khan, que poderia abrir com Flash e o Desdém do Urgot — e o caçador ainda fez uma tentativa no nível 4, mas acabou sendo visto pela planta da selva.

Na mid lane, Chovy optou pelo Teleporte, então Faker precisou voltar para a base mais vezes do que o adversário. Isso fez com que o meio rubro-negro tivesse espaço para levar muitas Barricadas e deixar a torre com pouca vida. O melhor da história, assim, teve que ficar preso à própria rota, em vez de criar jogadas com Portal dos Reinos. Qualquer roaming significaria a destruição da primeira torre.

Para piorar, a SKT não tinha meios reais de iniciar lutas. Clid poderia ligar Predador e tentar ir pra cima, mas facilmente levaria kite. O jeito mais óbvio seria usar Portal dos Reinos e Viagem Abissal para dividir a Griffin ao meio, ou então para criar picks caso houvesse overextension nas sides. Mas os líderes da liga são disciplinados demais para errar assim.

O Aatrox de Lee “Tarzan” Seung-yong e a Lissandra também providenciavam fácil acesso à backline dos tricampeões mundiais — especialmente com Sion e Braum fazendo frontline. No meio do caos, a equipe dos sonhos não podia fazer nada além de deixar Viper batendo gratuitamente.

Lehends foi um dos destaques na tranquila vitória sobre a SKT (Foto: LCK)

No segundo jogo, o draft da SKT vinha acompanhado de mais dos mesmos problemas. A única rota gankável era o bot, uma vez que o Miasma da Cassiopeia e o combo do Alistar garantiam que Lucian e Braum ficassem presos ao chão por muito tempo. Clid fez o full clear da selva — enquanto Tarzan ainda precisava limpar os Golens no top side —, o que significava que ele teria liberdade para auxiliar a dupla de baixo. Mas não apenas ele resolveu invadir a parte de cima do mapa, como também Mata foi muito agressivo e cedeu First Blood. Isso dificultou qualquer tentativa que poderia vir a ocorrer no futuro.

Posteriormente, aos sete minutos, Clid cometeu outro erro de tomada de decisão quando resolveu invadir o Red adversário. Ele tinha prioridade no top e no mid — o que em tese permitia essa movimentação —, mas esqueceu que Chovy poderia acompanhar qualquer invasão com a Entrada Heroica do Galio. Choi “Sword” Sung-won também já havia limpado os minions na própria rota.

Isso de fato aconteceu e, uma vez que naquele ponto do jogo os personagens da Griffin ganhavam com tranquilidade o 3v3, eles foram capazes de limpar o skirmish e realisticamente selar a vitória. Não ajudou também o fato de Khan dar facecheck no mato do buff, atraindo os companheiros a voltarem para ajudá-lo e fazendo-os ficar suscetíveis à iniciação inimiga.

Àquela altura do campeonato, a SKT ainda não tinha exatamente uma identidade. Eles jogavam com o que estava forte, mesmo se aquilo não combinasse com o estilo e a pool dos jogadores. Não só isso, se portavam de forma impaciente com frequência, puxando o gatilho antes da hora e cometendo vários erros incaracterísticos.

Mas desde a virada para o Round 2— e especialmente assim que o Patch mudou para o 9.4 —, o plantel de Kim “kkOma” Jeong-gyun deu um grande passo e começou a mostrar que havia se acertado. Pelo que parece, Mata parou com os tropeços nos quais dava a impressão de estar desconexo dos companheiros. Em vez disso, ele vem orquestrando iniciações e flancos de maneira impecável. Khan, por sua vez, passou a jogar exclusivamente com carregadores que possibilitam o controle da laning phase e das sides. Faker, similarmente, também está manejando bonecos que favorecem rotas laterais e fornecem forte 2v2.

Os jogadores da SKT após vitória contra a Kingzone (Foto: LCK)

A SKT, dessa forma, foi capaz de dominar Gen.G e — mais importante — Kingzone DragonX, o que não necessariamente aconteceu na primeira rodada. Na maior parte dessas séries, eles tiveram três rotas vencendo. Poucos conseguem aguentar a pressão dos carries de Khan, Faker sempre foi um bom laner e Teddy e Mata se adaptam de acordo com a estratégia em questão. Então isso deu liberdade para Clid transitar pelo mapa e criar vantagens.

Na única derrota da Griffin esse ano — o segundo mapa contra a SANDBOX, no primeiro turno—, os campeões da KeSPA Cup mostraram fraquezas que podem ser exploradas. Jang “Ghost” Yong-jun selecionou Lucian, que é opressivo e tem grande potencial de snowball, e se aproveitou de um erro de posicionamento de Viper e Lehends para sair na frente. Por causa desse único instante, ele pôde levar o First Brick no bot, levar a T1 do top após inversão e usar o Arauto do Vale no meio para garantir a terceira estrutura. Tudo isso porque era impossível contestá-lo: quem chegasse perto seria certamente eliminado.

A SKT mostrou uma preferência por jogar o Early em volta dos solo laners e deixar Teddy e Mata para sobreviver por conta própria. Mas no último embate, eles enviaram dois membros para a rota inferior em duas ocasiões, afundando a Kalista de Kim “Deft” Hyuk-kyu e acelerando a própria Sivir. Se eles repetirem essa jogada contra a Griffin, podem colocar Teddy em posição para carregar.

Do mesmo modo, eles podem usar a aparente volta à forma de Khan para fazer com que a investida dividida dele fique fora de controle. A Griffin não conseguiu parar a Akali de Park “Summit” Woo-tae quando perderam. Ainda mais agora sabendo que as principais armas de Sword — Urgot e Sion — caíram de prioridade, então ele não pode impactar as lutas tão bem.

Da última vez, Faker e companhia foram embaraçosos. Erraram demais e em decorrência disso foram apáticos durante todo o percurso. Agora, contudo, eles têm as ferramentas para ao menos bater de frente com a Griffin. É claro que o fator psicológico pode entrar em ação — há vários exemplos de esquadras que deveriam ter ganho, mas perderam. kt contra a Kingzone, na fase regular do último Summer, é um deles. Mas se tudo der certo, os fãs podem esperar três jogos eletrizantes.

Rick Birman

por Rick Birman

Publicado em 07 de março de 2019 • Editado há mais de 5 anos

Matérias Relacionadas
League of Legends
LoL: Aprenda a counterar o Shaco e o Teemo no ARAM com um item
League of Legends

LoL: Aprenda a counterar o Shaco e o Teemo no ARAM com um item

Aprenda a counterar o Shaco e o Teemo no ARAM com apenas um item do LoL não tão popular no modo e seja você o pesadelo deles!

Há 3 horas
League of Legends
CBLOL 2024: Nessa semana, o VKS Guigo foi o melhor do mundo em uma estatística
League of Legends

CBLOL 2024: Nessa semana, o VKS Guigo foi o melhor do mundo em uma estatística

Nessa última semana, o top-laner da VKS, Guigo, foi o melhor do mundo em uma estática. O jogador superou até mesmo uma lenda do LoL competitivo.

Há 6 horas
League of Legends
CBLOL 2024: Amizade>Super-time? Entenda a melhora da KaBuM
League of Legends

CBLOL 2024: Amizade>Super-time? Entenda a melhora da KaBuM

A KaBuM da Amizade tem chances reais de ir para os playoffs do CBLOL, diferente da "Super KaBuM" de algumas rodadas atrás!

Há 6 horas
League of Legends
CBLOL 2024: A LOUD pode voltar? Confira o retrospecto da Era Verde
League of Legends

CBLOL 2024: A LOUD pode voltar? Confira o retrospecto da Era Verde

A LOUD ainda consegue voltar no CBLOL? Este é o pior início de segundo turno? Relembramos todas as campanhas da Era Verde para responder essas perguntas.

Há 9 horas
League of Legends
LEC 2024 3º split: Após 1ª rodada de playoffs, FNATIC e G2 seguem na Chave Superior
League of Legends

LEC 2024 3º split: Após 1ª rodada de playoffs, FNATIC e G2 seguem na Chave Superior

FNATIC e G2 seguem na Chave Superior após 1ª rodada dos playoffs da LEC 2024 3º split. Primeiro finalista vai ser decidido na próxima rodada!

Há 10 horas
League of Legends
Resposta LoLdle hoje – 15 de julho: veja todas as soluções do dia
League of Legends

Resposta LoLdle hoje – 15 de julho: veja todas as soluções do dia

Confira a resposta LoLdle hoje, dia 14 de julho. O mini-game de LoL traz diversos desafios de adivinhação do League of Legends.

Há 15 horas

















































Campeonatos Atuais