CEO da Fnatic pede que Valorant “não tenha sangue”

Valorant
De:Victor Hugo Porto-
March 2, 2020

Valorant é o jogo mais falado do momento. Várias informações do FPS desenvolvido pela Riot Games estão sendo divulgadas e Sam Mathews, CEO da Fnatic, disse estar esperançoso sobre o game e fez um apelo: Que não tenha sangue e os personagens não sejam tão humanizados.

“Eu tenho muita esperança pelo jogo. Mas por favor Riot Games, vamos ter a certeza de não ter sangue e fazer os personagens não tão humanizados para que pare esse meme de ‘violência’ nos videogames de uma vez por toda”, disse em tweet.

Em sequência, Sam explicou o por quê do pedido: “CS:GO é o esports principal quando se fala de FPS, mas ainda não escalou fortemente na Asia, China e América Latina. Nós também apoiamos jogos como Apex, mas o que todos queremos é que um FPS chegue no nível de audiência do LoL”.

Em alguns países como a China, as transmissões de CS:GO sofrem modificações. Na IEM Katowice, primeiro major do FPS da Valve em 2019, as transmissões foram realizadas na versão World Perfect, que censura símbolos, caveiras e bandeiras – como a bandeira da União Soviética. A cor do sangue também sofre uma alteração.

Valorant ainda não tem data para ser lançado, mas a Riot revelou que o título será publicado no terceiro trimestre de 2020. Nessa segunda-feira (2), a publisher divulgou um teaser do novo FPS. Além disso, os personagens e as habilidades de cada um já foram reveladas.

Veja também: Veja os requisitos mínimos para conseguir rodar Valorant