Valorant: Campeão do Fusion New Rivals, delevingne promete entrega no Brazil Spray Series

Valorant
De:Victor Hugo Porto-
July 3, 2020

A Bottom Fraggers disputará o Brazil Spray Series, torneio do Mais Esports em parceria com a Fusion, Kaspersky e Black Duck. O elenco chega à competição confiante depois do título no Fusion New Rivals conquistado com dominância. Delevingne, jogador da equipe conversou com o Mais Esports e falou sobre a posição da escalação entre os melhores times do Brasil atualmente.

“Nós já nos sentíamos entre os melhores do Brasil antes de ganhar por conta de resultado de treinos e tal. Estávamos jogando com as melhores equipes e tínhamos boas performances. Mas, pode vir um patch, um meta novo e levar o jogo para um patamar diferente e nós precisarmos trabalhar muito para retomar o topo por conta dessa mudança”, declarou o jogador.

A Bottom Fraggers venceu duas edições do campeonato da BADCAT e a etapa mensal de junho da PGA Challenger. No entanto, o Fusion New Rivals foi o grande torneio conquistado pelo elenco. Delevingne relembra o momento da comemoração e a sensação da vitória.

“Logo depois que fomos campeões do Fusion New Rivals, a gente não conseguia dormir. Nós estávamos confiantes que podíamos ganhar, mas depois que acontece é outra parada. Ficamos estasiados. Era uma oportunidade bizarra de enfrentar aquela galera, alguns influenciadores. Nós já éramos conhecido um pouco pelos times que estão treinando em alto nível, mas o público não fazia ideia quem era a gente. Na rodada final, quando o último cara morreu, foi uma gritaria bizarra no TeamSpeak e foi muito emocionante. Era meia-noite, até lamento pelo vizinho mas era muito importante eu gritar naquele momento”.

O cenário competitivo de Valorant ainda está no início e torneios com diversos formatos diferentes surgiram nas últimas semanas. Para delevingne, campeonatos com qualificatórios abertos como o Brazil Spray Series são o caminho certo para o começo do cenário.

“Os qualificatórios precisam ser abertos no começo. Não tem como falar que já tem alguém incrível no jogo. Todo mundo tá aprendendo ainda. A Gamelanders vem forte, a Vikings também, a Black Dragons é um bom time. O próprio time do Sacy está treinando e eles são muito bons. E você nunca sabe, pode sair os melhores do mundo desse qualificatório e ninguém nem conhece eles. Precisa acontecer isso, a galera aparecer, para deixar o cenário dinâmico. O jogo é novo e a oportunidade está sendo dada, é só jogar”, declarou.

Meta do game

Outro fator indefinido acerca do competitivo é o meta, com quais agentes e setups funcionam melhor em cada mapa do game. Delevingne comentou o que ele tem achado bom atualmente e falou da meta dos times internacionais.

“Algo que eu vi nesse campeonato que é muito forte é o setup de double smoke que a TSM fez com Brimstone e Omen. Alguns times fizeram contra a gente e começamos a pensar se poderíamos tentar porque é difícil de lidar. O Phoenix que não estava aparecendo tanto voltou a aparecer, alguns times brasileiros voltaram a usá-lo. A galera está se descobrindo. Nós tomamos como exemplo, mas cada time tem seu estilo”.

“O que meu time mais aprendeu ao analisar os times lá de fora é o fato de todo rodada jogar diferente. Não é tipo CS de falar “ah eu pego B, outro pega A” e ficar assim sempre. Esse jogo é muito dinâmico, precisa estar rotacionando sempre e quem faz isso melhor normalmente acaba ganhando o jogo. Lá fora sinto que o estilo dos times é bem diferente até nos picks. Vejo vejo muita gente pickando Jett, enquanto aqui só tem o Dimas que aparece com ela nos campeonatos e tal”.

Treino e dedicação

Delevingne também falou da situação atual para marcar treinos entre os times no Brasil, elogiou seus companheiros de equipe e staff, além de dar um recado aos torcedores.

“Em questão de treino, não está faltando. A galera está querendo treinar, está dando sangue. Não estamos tendo problemas. No alto nível, a gente evita repetir muitas scrims para dar oportunidade para outros, mas pode acabar sendo improdutivo pro time mais forte. A gente quer melhorar né, então quanto mais difícil estarem sendo os treinos melhor”.

“Maior parte do time eu já conhecia e eu estou muito satisfeito com eles. Galera é muito gente fina, dedicada, meu coach e manager são lendários. A gente não promete ganhar todos, mas daremos nosso melhor em todos os jogos”.

O Brazil Spray Series terá início nesse sábado (4) com a primeira qualificatório. No domingo (5), o segundo qualificatório será disputado. Já nos dias 11 e 12 os playoffs serão realizados para definir o campeão. Você pode acompanhar a cobertura do torneio no Mais Esports.