VALORANT Masters Berlim: “Cometemos alguns erros bobos”, diz murizzz sobre derrota da Vivo Keyd

Valorant
De:Pedro Mitke-
September 11, 2021

A Vivo Keyd começou sua caminhada no VALORANT Masters Berlim com o pé esquerdo. A equipe brasileira foi derrotada pelos norte-americanos da Envy por 2 a 0 em uma série muita equilibrada. Murillo “murizzz”, um dos grandes destaques do jogo, afirmou que seu time se preparou muito bem para o confronto, porém erros bobos e um pouco de nervosismo atrapalharam o desempenho da equipe e isso resultou na derrota.

“Nós estudamos muito o jogo da Envy para entendermos o que eles faziam e como eles jogavam. Vimos que eles jogavam em um estilo mais solto e não tinha nada muito padronizado, então sabíamos que teríamos que ler muito o jogo na hora. Por conta disso decidimos nos preparar focando mais no nosso jogo e sabíamos que ele seria o suficiente para vencermos a partida. Infelizmente cometemos alguns erros bobos e acabamos não vencendo, mas acho que o planeamento foi muito bom e tínhamos total capacidade de vencer hoje dentro do servidor”, comentou murizz em entrevista ao Mais Esports.

Murillo “murizzz”, jogador da Vivo Keyd (Foto: Bruno Alvares/Riot Games)
Continue após a publicidade

O confronto contra a Envy teve início no mapa Icebox, escolha da Vivo Keyd. A equipe brasileira teve um ótimo início e chegou a liderar por 7-1, porém, de acordo com murizzz, alguns de seus companheiros começaram a sentir um pouco de nervosismo quando os norte-americanos passaram a encostar no placar, o que resultou em uma piora na performance do time e consequentemente uma derrota na prorrogação por 15-13.

“Eu acho que bateu um pouco de nervosismo em alguns jogadores na estreia. No geral estávamos tranquilos, mas assim que eles começaram a encostar no placar afobamos um pouco, principalmente na questão da comunicação. Quando isso acontece no palco nós não conseguimos ouvir nada, as vezes não conseguimos nem ouvir uma skill vindo. Esse problema aconteceu nessa partida e agora nós aprendemos com isso”.

Em seguida, os times duelaram na Bind e a Vivo Keyd começou a partida muito mal. Os brasileiros chegaram a estar perdendo por 5-0, mas conseguiram se recuperar e até mesmo empataram a partida em 7-7. Apesar da resiliência dos brasileiros, a Envy seguiu melhor e conseguiu vencer por 13-9.

Para murizzz, o início ruim da Bind não tem relação com a derrota dramática sofrida na prorrogação da Icebox momentos antes e sim com a ótima atuação da Envy, que conseguiu controlar muito bem as rotações do mapa. O jogador da Vivo Keyd também destacou a dificuldade de jogar contra o estilo de jogo norte-americano.

“Não acredito que nossa derrota na Icebox afetou tanto nosso jogo na Bind. Claro que afeta um pouco, é um esporte, e como eles cresceram no fim da primeira partida eles iniciaram melhor o segundo mapa. Apesar disso não acho que esse tenha sido o problema, o jogo deles estava difícil de jogar contra e acho que poderíamos estar com um pouco mais de energia do que estávamos, mas o time da Envy também tem muito mérito em conseguir rotacionar tão bem e complicar nossa defesa”.

“Eu acho que tiveram alguns pontos onde o estilo norte-americano, principalmente o da Envy com FNS capitão, prejudicou nosso jogo. Perdemos rodadas ecos por exemplo por ficarmos rotacionando muito no mapa quando fazíamos contato e eles lidam muito bem com isso, algo que não acontece no Brasil. A maneira que eles fazem isso é muito difícil de lidar, mas conseguimos nos adaptar a isso durante a partida e agora a próxima vez que enfrentarmos eles ou outro time do NA isso não vai acontecer mais”.

Com a derrota, a Vivo Keyd está a um revés de ser eliminada do VALORANT Masters Berlim. Os brasileiros agora aguardam o perdedor de KRU X ZETA para saber quem vão enfrentar na partida eliminatória da próxima terça-feira e murizzz acredita que se seu time jogar impondo seu estilo de jogo a vitória virá.

“Primeiro vamos assistir bem atentos o jogo deles este domingo. Se for contra a KRU nós temos bastante conteúdo sobre eles porque treinamos bastante contra eles no Brasil, mas independente de quem for vamos olhar bastante as partidas deles. O mais importante é colocar o nosso jogo a frente de tudo como fizemos contra a Envy, foi uma ótima partida nossa apesar da derrota e sabemos que poderíamos ter saído com a vitória hoje. Estamos na chave inferior onde a gente é resiliente e se sente confortável e confiante. Sabemos que temos um bom futuro pela frente se fizermos as coisas da maneira certa”, finalizou.

Equipe da Vivo Keyd de VALORANT que disputa o Masters Berlin (Foto: Bruno Alvares/Riot Games)

O VALORANT Masters Berlim acontece entre os dias 10 e 19 de setembro na Alemanha. Quinze times – entre eles os representantes brasileiros Vivo Keyd e Havan Liberty – estão na disputa do segundo título internacional da história do FPS da Riot, que conta com uma premiação total de 700 mil dólares.

Veja também: Riot impressiona com mapas holográficos no palco do Masters Berlim