VALORANT Masters: fznnn sobre escolha de Viper: “Treinamos bastante contra times que a usam”

Valorant
De:Victor Hugo Porto-
March 20, 2021

A Gamelanders é o primeiro time na final do Masters brasileiro depois de derrotar a FURIA por 2-1 neste sábado (20). A equipe, que visa ganhar o máximo de pontos nessa etapa para o ranking qualificatório do mundial, espera agora o vencedor entre Team Vikings e paiN Gaming.

Na coletiva de imprensa após a vitória, fznnn declarou não acreditar que partida contra a FURIA foi uma final antecipada.

“Acredito que não [tenha sido uma final antecipada]. Os  quatro times podem chegar na final, mas nós e a FURIA temos mais fanbase então tem mais torcida, rixa de fãs um contra o outro, porém acho que os quatro times são dignos de chegarem na final. Então não acho que tenha sido uma final antecipada”, declarou.

Para vencer a FURIA, a Gamelanders precisou virar a série. O time de fznnn viu xand e companhia abrirem a série com vitória em um overtime disputadíssimo na Split, porém a Gamelanders venceu a Haven e fechou a virada na Icebox.

“Quando você ganha um mapa, consequentemente vai mais animado pro próximo, com mais vontade de ganhar, você sabe que pode ganhar. Entramos na Icebox e tudo que treinamos conseguimos executar no mapa”, comentou fznnn.

fznnn gamelanders
fznnn com a Gamelanders no First Strike (Foto: Bruno Alvares/Riot Games)

Essa boa execução das táticas treinadas na Icebox se deu mesmo com a escolha surpresa da FURIA. Khalil escolheu a agente Viper para o mapa decisivo, mas fznnn disse que não foi uma surpresa para a equipe.

“A gente não imaginava que ele iria de Viper, achávamos que eles iam jogar com a mesma composição da partida anterior porque eles jogaram muito bem. Acho que foi uma tentativa de nos surpreender, mas estamos acostumados a jogar contra a agente, treinamos bastante contra times que a usam, então não foi nenhuma novidade”.

Com a vitória, a Gamelanders jogará a final do Masters no próximo domingo (21) em série MD5. Independente do resultado da decisão, a equipe já deve voltar a jogar pela qualificatório do Challengers 1 na próxima terça-feira. O calendário apertado foi criticado por personagens do cenário como o treinador da Gamelanders, Katraka.

No entanto, fznnn vê os pontos negativos de ter tantos jogos em um período curto, mas garante que a equipe sempre dará o seu melhor.

“É cansativo sim porque passamos praticamente todos os dias treinando sem parar, estudando os outros times, e jogar novamente logo após sair de um campeonato é um pouco desgastante. Mas é o que queremos, todo mundo do time deseja ganhar muito, então daremos nosso melhor sempre independente se for um atrás do outro, tendo que jogar de madrugada ou de manhã, daremos nosso máximo”, finalizou.