VALORANT Masters: Jogadores da Sentinels comentam título “É impossível descrever esse sentimento”

Valorant
De:Pedro Mitke-
May 30, 2021

A Sentinels é a grande campeã do Masters Reykjavik. Neste domingo (30), a equipe norte-americana fez história e venceu a europeia Fnatic na decisão da competição por 3 a 0 e se tornou a primeira campeã internacional de VALORANT.

Após o título histórico, vencido de forma invicta, a Sentinels conversou com a imprensa em uma coletiva que contou com a participação dos cinco jogadores do elenco. Logo de cara, os campeões falaram sobre as sensações de vencer o primeiro torneio internacional do VALORANT e afirmaram que ainda não acreditam no que aconteceu.

“É impossível descrever esse sentimento. Acho que quando levantei da cadeira e comecei a comemorar ainda não tinha compreendido o que tínhamos acabado de fazer, é um mix de emoções. Acho que a ficha vai cair com o tempo e ainda estamos no calor no momento, mas será algo que apreciaremos cada vez mais”, afirmou o capitão Shahzeb “ShahZaM”.

Continue após a publicidade
(Foto: Colin Young-Wolff/Riot Games)

Apesar de ter vencido a decisão por 3 a 0, o confronto entre Sentinels e Fnatic foi extremamente disputado. Com direito a duas prorrogações e um terceiro mapa muito acirrado, o placar final não refletiu com exatidão o que realmente aconteceu dentro do servidor. De acordo com ShahZaM, a final foi um dos jogos mais difíceis de sua carreira.

“Mesmo tendo sido um 3 a 0, essa definitivamente foi uma das séries mais estressantes que já joguei. Eles são um ótimo time, eles foram uma Fnatic totalmente diferente da que enfrentamos no início do torneio e foi muito difícil. Mas apesar disso nós provamos ser o time mais forte do mundo, conseguimos dois bons comebacks e todos do time foram maravilhosos”.

Apesar da pressão por conta do favoritismo e mesmo muitas vezes estando atrás no placar em momentos cruciais, a Sentinels mostrou ser um time com um psicológico forte. Sem perder a calma em situações delicadas, a equipe norte-americana conseguiu reverter uma grande vantagem da Fnatic na Bind e correr atrás de uma desvantagem nas rodadas finais do mapa Split. Para Michael “dapr”, o segredo para contornar esses problemas está na confiança do time uns nos outros”.

“Eu acho que o segredo é que todos nós confiamos muito uns nos outros. Nos 2×2 e 3×3, nossa comunicação é muito boa e sempre que alguém tem uma ideia nós seguimos sem ter dúvidas e sem questionar porque estamos todos na mesma página. É fácil manter nossa compostura por conta disso”.

+ VALORANT Masters: Sentinels derrota Fnatic e se consagra campeã
+ VALORANT Masters: Sutecas comenta derrotas da Vikings: “Foram duas pedradas”
+ VALORANT: SLICK anuncia a contratação de veroneze

Principal pilar da Sentinels na companha do título, Tyson “TenZ” não sabe se continuará jogando pela equipe após a disputa do Masters Reykjavik. Isso porque o canadense não faz parte oficialmente da organização e está apenas emprestado pela Cloud9. Porém, se depender dele, ele seguirá vestindo a camisa do time por muito mais tempo.

“Obviamente eu quero continuar competindo pela Sentinels. Esse time é sensacional, me divirto muito com eles e posso confiar em todos os membros da equipe, eles são o melhor time que eu já joguei na minha carreira. Eu vou ficar se eu puder e eu estou rezando para que isso possa acontecer”, disse TenZ.

ShahZaM também elogiou muito o canadense e disse que não só ele como todos do time querem que TenZ continue na equipe.

“Claro que queremos que ele fique. Nós tivemos muita sorte de ter o TenZ no nosso time, ele é um grande jogador. As pessoas falam muito de quão bom mecanicamente ele é, mas não é só isso, ele também é um ótimo companheiro de time nós adoramos jogar com ele. Gostaríamos de continuar contando com ele, vamos ver o que vai acontecer”.

Com o título do Masters Reykjavik, a Sentinels foi o primeiro time a garantir matematicamente uma vaga para o VALORANT Champions, mundial do FPS da Riot que acontecerá entre os meses de novembro e dezembro.

Apesar de ficar feliz com a classificação, dapr afirmou estar focado em vencer o Masters de Berlim, que acontecerá em setembro, antes de começar a pensar em conquistar o mundial de VALORANT

“É ótimo não ter termos que nos preocupar mais em se classificar para o VALORANT Champions. Mas de qualquer forma nós ainda queremos criar um legado como os melhores, queremos ir para Berlim e vencer lá também. Nós vamos continuar fazendo o que nós sabemos de melhor, que é vencer”.

Com o título de maneira invicta, a Sentinels provou que é o melhor time de VALORANT do mundo. Ao ser perguntado o que as outras equipes precisam fazer para chegar no nível dos norte-americanos, Jared “zombs” disse que não sabe se algum outro quinteto conseguirá fazer isso.

“Eu não sei se isso é possível. Não acho que alguém será capaz de fazer isso, nós somos os melhores individualmente em cada posição e somos o melhor time do mundo. Eles vão precisar trabalhar muito para chegar no nosso nível e não sei se eles conseguem”.

Sentinels Masters Reykjavik
Elenco da Sentinels celebra (Foto: Colin Young-Wolff/Riot Games)

O Masters Reykjavík aconteceu entre os dias 24 e 30 de maio na Islândia. Além de ter sido o primeiro torneio presencial internacional da história do VALORANT, a competição também distribuiu pontos para o VALORANT Champions 2021, o mundial do FPS da Riot, e uma premiação total de 600 mil dólares.