×





×





×





×





×


Logo MaisEsports
Notícias
Campeonatos
Outros
Mais Esports

CBLOL 2024: SeeEl fala sobre sua vinda ao Brasil, projeto da Keyd e visão de futuro

League of Legends

CBLOL 2024 1° split está prestes a começar e a Vivo Keyd Stars (VKS) 2024 chama atenção por ter um personagem que protagonizou a cena, ou melhor, o cenário nos últimos meses.

O Mais Esports teve a oportunidade de conversar com SeeEl, head-coach da VKS 2024, sobre este ambicioso projeto a longo prazo.

SeeEl falou sobre cultura de time na VKS, porque o Brasil, Peter Dun, o projeto da VKS 2024 e mais! Preparamos algumas perguntas em texto, mas se quiser a entrevista completa, veja o vídeo a seguir:

Vinda de SeeEl para o Brasil

Quando o Mitas começou a enviar mensagens no Twitter e a spammar meus posts sobre a paiN Gaming, eu pensei que fosse uma tentativa de trollagem ou um convite para ir ao Brasil. Naquela época, eu estava sem contrato, em busca de novas oportunidades, e o Brasil não estava no meu radar.

Peter Dun, uma verdadeira lenda por aqui, frequentemente falava sobre a incrível natureza do Brasil e seu desejo de retornar, caso fizesse sentido. Eu costumava dizer a ele que, com as horas dedicadas a assistir LCK e LPL, não estava interessado em acompanhar o CBLOL. No entanto, ele insistia que eu deveria dar uma chance. Realmente, há muito talento por aqui.

O Brasil só entrou no meu radar quando comecei a receber muitas mensagens e a observar os números, que eram surpreendentes. Mesmo parecendo uma ‘piada’, comecei a reconsiderar. Os números mostravam uma audiência impressionante e um grande número de usuários – acredito que haja cerca de 1,5 milhão de jogadores de League of Legends no Brasil, superando até a América do Norte.

Além disso, as visualizações e o lado comercial, incluindo patrocinadores e parcerias, estão crescendo ano a ano. Na minha opinião, o interesse pelo Brasil está aumentando e acredito que, nos próximos 3 a 5 anos, será algo ainda maior do que já é.

O técnico conta mais sobre como ele firmou o pensamento de vir para o CBLOL.

Para mim, a escolha era entre trabalhar sob a direção de alguém na Europa, pegar meu próprio projeto na América do Norte, ou vir para o Brasil e ter controle total sobre aspectos como o elenco, entre outros. Com isso em mente, comecei a considerar seriamente o Brasil. Foi quando fui contatado pela Vivo Keyd Stars, o que facilitou bastante minha decisão de vir para cá. Os processos deles e a maneira como pensam a metodologia de trabalho são quase idênticos aos meus, e é raro encontrar uma abordagem tão alinhada com a minha.

Além disso, o fato de o Brasil ter a possibilidade de ir diretamente para o Mundial, diferentemente de outras regiões menores como a Oceania, foi um grande atrativo. Assim, decidi vir para cá e construir algo novo.

Você pretende repetir os feitos do Peter Dun na VKS 2024?

Almejar um objetivo tão grande não é o meu foco principal. Peter foi um mentor incrível para mim. No entanto, em termos de resultados na Heretics, as coisas não foram tão bem quanto deveriam, e eu estava realmente ansioso para trabalhar mais um ano com Peter Dun e tentar novamente. Infelizmente, algumas questões organizacionais, principalmente relacionadas aos negócios, levaram a equipe a optar por outra comissão técnica. Com isso dito, Peter raramente fala sobre seu tempo no Brasil. Só comecei a entender verdadeiramente sua importância para a região ao conversar com pessoas daqui sobre seu trabalho. Portanto, não é minha intenção vir para cá com a expectativa de ser um novo Peter Dun.

Como SeeEl está lidando com a cultura do Brasil para treinar seus jogadores?

As pessoas aqui são muito extrovertidas, gostam de frequentar bares e estar cercadas de amigos. No cenário de League of Legends e esports no Brasil, muitos não parecem compreender o privilégio que é trabalhar com esports e videogames. Por exemplo, pode haver jovens de 18 anos ganhando R$ 10k, mas eles ainda não têm uma compreensão completa da vida. Essa falta de experiência pode fazer com que caiam em armadilhas.

Acredito firmemente que a cultura é algo que não podemos ignorar, sendo um aspecto crucial. Uma das minhas primeiras ações foi me imergir na cultura brasileira, algo que a Keyd também valoriza bastante. Afinal, ao vir para o Brasil, é essencial entender como as coisas funcionam e como as pessoas são. O Brasil tem muitas qualidades positivas, mas isso também pode levar a situações mais caóticas, entende?

Observamos o que outras culturas fizeram para alcançar sucesso tanto em esportes tradicionais quanto em esports, e estamos tentando implementar isso aqui. Embora muitos me deem crédito por isso, a verdade é que o processo já estava em andamento quando cheguei. Estou aqui para fortalecer e alinhar isso com nossa visão, que valoriza a cultura brasileira e busca integrá-la. No entanto, o mundo dos esportes profissionais e das competições de alto nível é uma realidade à parte. Não se vive como uma pessoa comum, pois tudo no dia a dia é focado em alcançar a melhor performance possível. Construir uma cultura e estabelecer expectativas é incrivelmente importante.

Concordo plenamente que muitos no Brasil, especialmente os jovens, não percebem o quão afortunados são por poderem jogar videogames profissionalmente e ter acesso ao dinheiro que isso traz. Isso se assemelha ao futebol, onde muitos jogadores talentosos começam no Brasil e só se transformam em estrelas de renome internacional após irem para a Europa.

Como a gestão da Keyd influenciou na decisão de SeeEl para vir ao Brasil?

Para mim, o Edu é um verdadeiro guerreiro. Ele foi quem criou a empresa e deu início à Keyd Stars. Sua metodologia sempre foi treinar intensamente e motivar as pessoas a serem corajosas no palco, o que é fundamental para a fundação da organização.

Mas o Hugo e Pedro entram para elevar não só o lado dos negócios, mas também a metodologia, tornando tudo mais eficiente e criando processos que beneficiam tanto no curto quanto no longo prazo. Um exemplo disso é o alinhamento que tivemos sobre minha permanência por muitos anos aqui, pois, pela minha experiência, a visão e direção de equipes de esportes ou esports são sempre moldadas pela liderança da empresa. Isso é algo inevitável. Quando percebi que a visão deles era alinhada com a minha, soube que tinha encontrado meu lugar.

Hugo traz um nível de detalhe técnico aos nossos processos, enquanto Pedro é nossa Estrela do Norte, guiando a direção da equipe com base no clima geral dos esports e dos negócios. Isso é o que torna a Keyd uma empresa especial.

Como respeitar toda a história e tradução da Keyd, mas, ao mesmo tempo, trazer mudanças e resultados?

Sobre isso, eu diria que o maior erro que organizações, empresas ou qualquer tipo de equipe podem cometer é não focar no presente. É crucial concentrar-se nas circunstâncias atuais, no clima econômico e adaptar-se a um ambiente que está sempre mudando.

A Keyd tem uma história incrível, e eu entendo as razões por trás do nome da organização, suas origens no Starcraft II, e como lutaram contra adversidades e mantiveram-se fortes. No entanto, é difícil afirmar que todos os aspectos do negócio foram geridos de maneira eficiente. Se meu objetivo é vir para cá e desenvolver uma cultura de equipe ou ganhar imediatamente, existe apenas uma maneira de fazer isso: investindo uma grande quantia de dinheiro. E é assim que o ecossistema atual funciona, com equipes competindo para ver quem investe mais. Mas se isso continuar, não haverá futuro para os esports. Estamos enfrentando um buraco negro em termos econômicos no mundo dos esports. Os jogadores precisam compreender a realidade de seus salários, a receita que geram e o que os patrocinadores precisam e esperam pelo seu investimento.

A herança é importante, mas a realidade é ainda mais crucial, e é nisso que quero focar. Embora eu não assista futebol, observo muitas entrevistas e a maneira como as pessoas lidam com isso. Precisamos fazer investimentos agora para garantir um futuro melhor. Se nos veem como uma família, então é essencial adotar essa metodologia e compreender nossa real situação. Gastar mais do que os outros simplesmente não é sensato. Deve haver um equilíbrio. Mudanças são necessárias. E vale lembrar que muitos super times falham, a maioria deles.

Mensagem de SeeEl para a torcida da Vivo Keyd Stars

Realmente agradeço de coração todo o apoio que estamos recebendo. Agora que vamos começar a temporada, estamos dando 110% de nós mesmos. É importante destacar que tenho visto um grande apoio nas redes sociais, o que é muito gratificante. No entanto, é essencial lembrar que o que fazemos aqui é um esforço coletivo. Sempre foi e sempre será assim.

Seria maravilhoso se vocês continuassem apoiando nossos jogadores, a comissão técnica e a gestão. Estamos todos nessa juntos, e cada um deles é uma parte integral deste processo. Eu posso ser mais vocal e chamar mais atenção, mas eles também merecem seu apoio. Por favor, sigam-nos nas redes sociais, enviem mensagens positivas e saibam que, ganhando ou perdendo, sempre daremos nosso máximo. Continuem nos apoiando. Muito obrigado!

Estreia da VKS no CBLOL 2024 1° split

A Vivo Keyd Stars estreará no CBLOL 2024 1° split contra a LOS. O confronto será o segundo do sábado (20).

Acompanhe a cobertura completa do CBLOL 2024 1° split com calendário de jogos, resultados, tabelas e outras informações aqui no Mais Esports!

Sérgio Fiorini

por Sérgio Fiorini

Publicado em 20 de janeiro de 2024 • Editado há 4 meses

Matérias Relacionadas
League of Legends
LoL: Conheça a build da Sejuani AP Top soladora!
League of Legends

LoL: Conheça a build da Sejuani AP Top soladora!

Um Grão-Mestre na Coreia inventou uma build e estilo de jogabilidade que torna a Sejuani Top uma máquina de AP e soladora! Confira esta build.

Há 12 horas
League of Legends
LoL: Aprenda a usar o Corki Mid como o campeão mundial Scout
League of Legends

LoL: Aprenda a usar o Corki Mid como o campeão mundial Scout

O campeão do mundo de 2021, Scout, está ganhando tudo na Coreia com o Corki Mid Assassino. Conheça esta build, acessa!

Há 15 horas
League of Legends
Resposta LoLdle hoje – 23 de maio: veja todas as soluções do dia
League of Legends

Resposta LoLdle hoje – 23 de maio: veja todas as soluções do dia

Confira a resposta LoLdle hoje, dia 23 de maio. O mini-game de LoL traz diversos desafios de adivinhação do League of Legends.

Há 20 horas
League of Legends
CBLOL 2024: Abaxial treinará time do Academy no 2° split
League of Legends

CBLOL 2024: Abaxial treinará time do Academy no 2° split

Abaxial será o técnico da IDL Academy neste 2º split do CBLOL Academy. Relembre o histórico do técnico no Brasil, acessa!

Há 1 dia
League of Legends
LoL: Faker ganha (mais um) carro da Mercedes-Benz
League of Legends

LoL: Faker ganha (mais um) carro da Mercedes-Benz

Faker recebeu mais uma Mercedes-Benz, fora as BMW's, o jogador totaliza cinco recebidos de carros. Dessa vez o motivo é pelo GOAT ter se tornado o primeiro Hall Of Legends!

Há 1 dia
League of Legends
LoL: Tierlist dos melhores campeões do patch 14.10 para subir de elo
League of Legends

LoL: Tierlist dos melhores campeões do patch 14.10 para subir de elo

Quer subir de elo? Então veja a nossa Tierlist dos melhores campeões do patch 14.10 de LoL. Veja as escolhas em alta nas filas ranqueadas.

Há 1 dia

















































Campeonatos Atuais