×





×





×





×





×


Logo MaisEsports
Notícias
Campeonatos
Outros
Mais Esports

KaBuM vence Iron Hawks e é a nova líder do Circuito Desafiante; confira o resumo da 3ª rodada

League of Legends

A  3ª rodada do 2º Split do Circuito Desafiante 2017 chegou ao fim e tivemos mudança no topo da tabela. A KaBuM e-Sports acabou com a invencibilidade da Iron Hawks e assumiu a liderança da competição com 7 pontos, já a Ilha da Macacada Gaming surpreendeu a Operation Kino, uma das favoritas do Circuito Desafiante e conseguiu sua primeira vitória na competição, arrancando um empate do time de Aoshi e companhia. No último jogo da rodada, nem mesmo a contratação de Daniquest pela Brave e-Sports fez com que o time conseguisse vencer, após a derrota para Merciless Gaming, a equipe que amargou sua 3ª rodada e praticamente deu adeus ao sonho de voltar ao CBLoL neste split.

Está por fora do que aconteceu na 3ª rodada do Circuito Desafiante? O Mais e-Sports preparou um resumo sobre as partidas para você!

  • KaBuM e-Sports x Iron Hawks:

No primeiro jogo da série, a Iron Hawks conseguiu impor seu ritmo. O first blood da partida ficou na mão do top laner dos Falcões, Gabriel “BroTher” Muniz, com seu Renekton. Além do ouro do primeiro abate, a Iron Hawks derrubou a primeira torre, o que só aumentou a vantagem da equipe.

Apesar da pressão de mapa que os Falcões tinham, a KaBuM permanecia viva na partida. Com Xayah, o atirador da KaBuM, Alexandre “Titan” Lima, foi peça fundamental que a organização de Limeira (SP) conseguisse virar a partida. O AD Carry roubou o Barão com seu ultimate, o que foi o suficiente para reduzir a vantagem e a pressão de mapa da Iron Hawks.

A virada veio quando a KaBuM conquistou os buffs do Dragão Ancião e do segundo Barão. Com os bônus, o time de Riyev e companhia conseguiu concretizar a virada e impôs a primeira derrota da Iron Hawks no Circuito Desafiante.

Ao contrário da primeira partida da série, o segundo confronto foi dominado pela KaBuM. O split push do top laner, Luccas “Zantins” Zanqueta, abriu vantagem decisiva no mapa para sua equipe, além de conseguir abates.

Enquanto Zantins ganhava uma luta contra dois, seu time invadia a base inimiga. Com o buff do Barão, a KabuM conquistou a vitória da série. Com o triunfo, a KaBuM acabou com a invencibilidade em séries da Iron Hawks na competição e de quebra assumiu a liderança da tabela.

A Semana 3 do Circuito Desafiante: Brave em crise

  • Operation Kino x Ilha da Macacada Gaming:

Na partida de abertura da série, apesar do first blood ter ficado para Ilha da Macacada Gaming, o domínio foi todo da Operation Kino. 

Com a movimentação focada na rota superior, a OPK conquistou a destruição da segunda torre da rota. Com essa conquista, o time rotacionou pelo mapa abrindo grande vantagem contra a IDM.

Com a selva sem visão, a IDM foi atraída para uma armadilha. Com os abates e a base inimiga aberta, a Kino conseguiu a vitória da partida.

No segundo jogo, a Ilha veio completamente diferente. Dominante e agressiva, a antiga Freedom conseguiu ditar o ritmo da partida. Entretanto, a OPK não se encolheu. Com iniciações de lutas rápidas, a equipe conseguiu equilibrar o confronto e diminuir a vantagem da IDM

A situação se complicou para OPK quando o jogador da rota do meio, Matheus “Dynquedo” Rossini, foi pego. Mesmo com a tentativa de resposta por meio da Kino, Ilha da Macacada Gaming controlou a luta. Além dos abates, a IDM garantiu o bônus do Barão, que aumentou ainda mais a vantagem da equipe com rotações precisas que abriram espaço pelo mapa, após destruições das torres.

Após conquistar o segundo bônus do Barão, a IDM queria o Dragão Ancião. Em tentativa de contestar o bônus, o time de Carioca e companhia conseguiram uma bela luta, com iniciação precisa do suporte, Daniel “Blury” Sarkovas, a equipe da Kino é obliterada, perdendo todos os seus jogadores.

Com essa luta, a IDM invadiu a base da OPK e garantiu a primeira vitória da equipe no Circuito Desafiante, empatando a série. Devido esse resultado, a Ilha conquistou o primeiro ponto e saiu da última colocação na competição.

  • Brave e-Sports x Merciless Gaming: 

A experiente Brave, que já fez parte da elite brasileira, não está em uma situação fácil. Vindo de duas derrotas e amargando a última posição da tabela, os leões encararam a Merciless Gaming.

A Brave optou por mudar a line-up para esse confronto. No lugar do caçador Bgob e do toplaner Thulz, a equipe optou por colocar Misor Wynvern e a nova contratação, Daniquest, respectivamente.

Com as mudanças, o time parecia ter encaixado. No início do primeiro jogo, a Brave  conseguiu impor seu ritmo e assim dominar a Merciless, abrindo vantagem no ouro da equipe.

Contudo, a MG não se deixou abater e continuou viva na partida. Conseguindo derrubar as torres nas rotas laterais, a equipe respirava mais aliviada.

Se os Leões dominaram no início da partida, o mid game foi da Merciless. Com boas lutas, o time de k0ga e companhia foi diminuindo a vantagem da partida e o mid laner da MG merece destaque nisso. Eduardo “Aslan” Nunes, com sua Orianna, conseguiu uma série de ultimates cruciais para a vitória da equipe.

Em luta iniciada pela Brave, MG perdeu seu caçador e o suporte, o que abriu espaço para o Barão. Entretanto, Aslan conseguiu um belo ultimate e com ajuda do top laner e do atirador, KZ Mills, contesta o Barão, marcando um Ace para a equipe. Além dos abates, a Merciless fica com o bônus do Barão

Com o bônus, a Merciless rotacionou pelo mapa, levando as torres e até os inibidores das três rotas, colocando superminions dentro da base inimiga.

Com a base quase destruída, a Brave viu a condição de sobrevivência na partida no Barão de Nashor, porém em mais uma luta boa para a Merciless, o atirador da equipe, Guilherme “Mills” Conti, fez um Quadra Kill com seu Varus.

Com superminions destruindo as torres de Nexus da Brave, a Merciless foi rumo à base adversária e garantiu a vitória da primeira partida.

No segundo jogo, o início não foi diferente. A Brave dominou o jogo, abriu vantagem e controlou a Avalanche, mas seus adversários não se abateram e permaneceram vivos na partida.

Com rotações, a MGG conquistou presença no mapa, após destruir torres. Além dessas conquistas, eles conseguiam abates importantes.

Foi um desses abates que possibilitou o crescimento da Merciless. Após o caçador da Brave ser eliminado, a Avalanche foi rumo ao Barão e ficou com o bônus nas mãos dos carregadores da equipe.

Com o bônus, a Merciless foi rumo à base inimiga e se depararam com uma Brave completamente perdida. Em tentativa de defender a base, os Leões foram abatidos e, com isso, deram a abertura necessária para a Avalanche fechar a série com duas vitórias e conquistar seus primeiros três pontos no Circuito Desafiante.

 

Giulia Soares

por Giulia Soares

Publicado em 22 de junho de 2017 • Editado há quase 7 anos

Matérias Relacionadas
League of Legends
LoL: O que vem no Passe de Batalha e Coleções do Hall of Legends do Faker
League of Legends

LoL: O que vem no Passe de Batalha e Coleções do Hall of Legends do Faker

Neste texto, você confere todos os itens que vem em cada um dos Pacotes de Lenda do Faker, além do Passe de Evento Hall of Legends.

Há 9 horas
League of Legends
LoL: Pacote com skin do Faker custa mais de 1300 reais
League of Legends

LoL: Pacote com skin do Faker custa mais de 1300 reais

A Riot lançou as novas skins do Faker para o Hall of Legends, e os fãs do jogador ficaram malucos pelo alto preço que está sendo cobrado pelos cosméticos.

Há 11 horas
League of Legends
Novas skins do Faker – Hall of Legends: preço, campeões e data de lançamento
League of Legends

Novas skins do Faker – Hall of Legends: preço, campeões e data de lançamento

Veja quais campeões receberão as Novas skins do Faker - Hall of Legends no LoL, bem como a data de lançamento e preço de cada uma delas.

Há 12 horas
League of Legends
LCK 2024: Faker tem recorde positivo contra todos os mid’s atuais
League of Legends

LCK 2024: Faker tem recorde positivo contra todos os mid’s atuais

Faker e domínio dos mid's da LCK é uma pauta que parece antiga, mas ela está se renovando. Apesar de ter um novo desafiante... acessa!

Há 16 horas
League of Legends
CBLOL 2024: “Foi uma decepção interna”, diz FURIA Maestro sobre o primeiro split
League of Legends

CBLOL 2024: “Foi uma decepção interna”, diz FURIA Maestro sobre o primeiro split

Em entrevista exclusiva ao Mais Esports, Maestro contou um pouco mais sobre o seu primeiro split de 2024 na FURIA. Acessa!

Há 17 horas
League of Legends
CBLOL 2024: Maestro fala sobre os testes do brTT na FURIA
League of Legends

CBLOL 2024: Maestro fala sobre os testes do brTT na FURIA

Em entrevista exlcusiva ao Mais Esports, o General Manager da FURIA, Maestro, contou mais sobre os testes do brTT na organização. Acessa!

Há 1 dia

















































Campeonatos Atuais