CS:GO: Há 4 anos, brasileiros da SK venciam seu segundo Major

CS:GO
De:Pedro Mitke-
July 10, 2020

Um dos dias mais importantes do Brasil nos Esports faz aniversário nesta sexta-feira. Há exatos quatro anos, no dia 10/07/16, a SK Gaming levantou o troféu da ESL One Cologne 2016 Major, o segundo campeonato mundial conquistado pelo país no Counter-Strike: Global Offensive e uma das maiores conquistas do esporte eletrônico nacional.

Composta na época por FalleN, coldzera, fer, TACO e fnx, e comandada por zews, a SK garantiu o título mundial após vencer a norte-americana Team Liquid na decisão por 2 a 0. Os mapas da final foram Train (16-7) e Cobblestone (16-6).

(Foto: ESL)

A CAMPANHA BRASILEIRA 

Considerada a melhor equipe de CS:GO do mundo na época, a SK chegava à ESL One Cologne 2016 Major como a grande favorita ao título. Campeões da última edição do mundial do FPS quando ainda representavam a Luminsoity – MLG Columbus 2016 -, os brasileiros foram colocados no grupo D da competição, ao lado de Fnatic, FaZe e G2. Sem muitas dificuldades, FalleN e companhia avançaram aos playoffs em primeiro e com um recorde de 2-0.

Nas quartas de final, a SK encarou a ucraniana FlipSid3 Tactics e levou a melhor por 2 a 0. Já nas semifinais, a equipe brasileira enfrentou a russa Virtus.pro, o adversário que mais deu trabalho para coldzera e seus companheiros na competição. Liderada por NEO e TaZ, a VP foi a primeira e única equipe a conseguir vencer um mapa contra a SK durante todo o torneio, porém não foi o suficiente para passar pelos brasileiros, que aplicaram um 2 a 1 e avançaram à decisão.

Na final do torneio, que aconteceu no dia 10 de julho de 2016, o quinteto brasileiro da SK superou a Team Liquid de s1mple por 2 a 0 nos mapas Train (16-7) e Cobblestone (16-6), conquistando assim o seu segundo título mundial no Counter-Strike: Global Offensive.

OS CAMPEÕES HOJE

Marcelo “coldzera” David durante a IEM Beijing. Foto: HLTV

Quatro anos depois, a situação do CS:GO brasileiro é completamente diferente e os membros do time bicampeão mundial decidiram seguir caminhos separados. FalleN, fer e TACO continuam atuando juntos na MIBR, coldzera deixou a equipe rumo à europeia FaZe Clan e o treinador zews hoje representa a norte-americana Evil Geniuses. Fnx é o único do quinteto que atualmente joga no Brasil e veste a camisa da Imperial.

Veja também: Modo Confiável é a aposta da Valve para combater os trapaceiros no CS:GO.