- Publicidade -

Uma fala com teor racista de fer, jogador da MIBR, não pegou bem com os torcedores da equipe. Após a repercussão negativa, o atleta veio a público se desculpar pelo incidente. Em uma transmissão ao vivo recente, o atleta reagiu a um comentário de um espectador em sua live sobre mexer em seu próprio cabelo.

fer blast pro series los angeles
fer em jogo da BLAST Pro Series Los Angeles (Foto: BLAST Pro Series)

“Você está triste porque o seu cabelo é duro e ruim? O meu cabelo é bom, lisinho. Você está puto porque eu faço assim no cabelo e ele é liso. Está puto porque o seu cabelo é duro. Racista por que, irmão? Tudo pra vocês é racismo. Ai, porque você é racista, você é homofóbico… Hoje em dia não pode falar nada na internet que vem uns caras “Ai, eu sou lacrador”, reagiu.

Em meio às lutas antirracistas que ocorrem nos Estados Unidos, lugar onde o jogador reside, a reação não pegou nada bem na comunidade. Um torcedor criticou o jogador e publicou o clipe em uma postagem no qual a MIBR critica o fascismo e o racismo, em parceira com a FURIA.

Na madrugada desta terça-feira (2), fer publicou um pedido de desculpas em seu Twitter. Na publicação, o jogador se desculpou caso tenha passado “uma impressão de racismo na minha stream”. E completou: “Todos que me conhecem sabem que não tenho nenhum tipo de preconceito e que sou aberto a qualquer tipo de opiniões e debates”.

Após as manifestações nos EUA contra o assassinato de George Floyd por asfixia pela polícia de Minneapolis, grande parte do cenário nacional de esporte eletrônico se colocou contra a discriminação racial e à morte de pessoas em decorrência do racismo.