- Publicidade -

Um clássico brasileiro do CS:GO será realizado pela tabela lower da ESL Pro League. Nesta quinta-feira (9), às 17h, a MIBR e FURIA se enfrentam em busca na vaga na semifinal da competição.

mibr
MIBR e FURIA fazem clássico nesta quinta-feira (9). Montagem: Victor Macedo/Mais Esports

A FURIA, apesar do terceiro lugar na fase de classificação, ficou com o mesmo número de pontos de Team Liquid e Evil Geniuses, primeiro e segundo respectivamente. A MIBR, por sua vez, ficou o mesmo número de pontos de 100 Thieves e Swole Patrol, quinto e sexto lugar respectivamente.

Apesar de estarem na mesma fase da competição, as equipes chegam em um momento diferente. A FURIA com boas partidas e com uma equipe entrosada; a MIBR com mais uma troca, dessa vez o treinador.

FURIA na DreamHack Anaheim 2020. Foto: Stephanie Lindgren

As equipes garantiram sua vaga nos playoffs somente na última rodada. A FURIA precisava apenas de seus próprios esforços para garantir a classificação e a MIBR conquistou a vaga por uma combinação de resultados. A vitória de arT e companhia ajudou o quinteto comandado por FalleN.

Histórico desfavorável para MIBR

FLASHPOINT
Equipe da MIBR. Foto: Divulgação/MIBR

O histórico do confronto não é boa para a MIBR: FalleN e companhia jamais venceram uma série contra a FURIA. Dos oito mapas disputados entre os brasileiros, a FURIA saiu vitoriosa em seis oportunidades. Foram três confrontos entre as equipes.

A primeira vez foi durante a última edição da ESL Pro League, em outubro de 2019, no qual a FURIA venceu por dois a um. A segunda oportunidade foi na cs_summit 5 em dezembro passado. VINI e seus companheiros venceram por dois a zero.

A última vez que as equipes se enfrentaram foi durante a própria ESL Pro League Season 11. No dia 30 de março de 2020, a FURIA voltou a vencer TACO e companhia por dois a um. Nessa oportunidade, a MIBR garantiu sua segunda e última vitória em mapas.

O ano de 2020

Andrei “arT” Piovezan e Nicholas “guerri” Nogueira, capitão e treinador, respectivamente, da FURIA. (Foto: Beyond The Summit)

2020 começou diferente para as equipes. A FURIA fez uma campanha consistente na DreamHack Open Anaheim 2020, conquistando o segundo lugar. O quinteto de arT e companhia chegaram na decisão da competição. Na ocasião, a equipe foi derrotada pela Gen.G na final por dois a zero.

A equipe também conquistou uma vaga no Minor da ESL One Major Rio. Essa vaga terá que ser disputada novamente devido ao adiamento da principal competição de CS:GO do mundo. No entanto, a campanha também foi boa e a equipe terminou na 1º-4º colocação.

mibr
MIBR em partida válida pela DreamHack Anaheim. Foto: HLTV

A MIBR não está nos seus melhores dias. Apesar da melhora recente nos jogos, os resultados por um todo, até aqui, são desanimadores para os torcedores da organização, que sempre esperam muito da equipe.

FalleN e companhia disputaram a classificatória à IEM Katowice, mas ficaram na segunda colocação e a vaga ficou com a Cloud9.

Na BLAST Premier: Spring, na etapa regular, a campanha foi desastrosa: 10º-12º lugar com duas derrotas na competição. Também na DreamHack Anaheim, no qual a FURIA ficou com o segundo lugar, a MIBR foi eliminada ainda na fase de grupos da competição. A equipe ficou em terceiro no Grupo B.

Na FLASHPOINT, a MIBR se sai melhor. TACO e companhia, apesar de terem sido derrotados na estreia, se recuperam no decorrer da competição e venceram as duas fases do torneio. Com os resultados, a equipe se classificou para os playoffs e enfrenta a Orgless no primeiro mata-mata da competição. O jogo será nesta sexta-feira (10), também às 17h.

Veja também: Apoka sobre novo sistema de classificação ao Major “Achei muito justo”