CS:GO: Juiz posta vídeo que acusa Guerri de ter aproveitado de bug em 2019

CS:GO
De:Victor Hugo Porto-
September 2, 2020

Além de dead, da MIBR, outro brasileiro teria utilizado o bug de telespectador. Michau, juiz responsável por analisar o caso, publicou nessa quarta-feira (2) um vídeo que mostra Guerri, da FURIA, aproveitando do bug que resultou no banimento temporário de três treinadores até o momento.

“Farei com que diversos brasileiros me odeiem ainda mais com esse tweet, mas… olhem vocês mesmo. Pela sétima semana da ECS 7 contra a Complexity. Aproveitou-se disso durante todo o mapa. Ele também ficou bugado contra a LG, um dia antes, e decidiu reconectar para consertar o erro”, disse Michau no tuíte.

A partida em questão foi pela semifinal da Series 2 do torneio. A FURIA perdeu o mapa em que Guerri teria aproveitado do bug, mas venceu a série realizada em março de 2019 por 2-1.

Dead recebeu ban temporário de seis meses da ESL e da ESIC por ter utilizado a trapaça por uma rodada. HUNDEN, da Heroic, recebeu a punição por 12 meses ao tirar vantagem do bug por 10 rodadas em um só mapa.

Michau deixou uma mensagem em outro tuíte: Para todos os treinadores. Se você abusou do bug em uma partida oficial, é tempo de parar, admitir e pedir desculpas. Mais cedo ou mais tarde você será pego e então será muito tarde. Isso não é uma ameaça e sim uma chance”.

O Mais Esports procurou a FURIA que ainda não respondeu a reportagem.

FURIA Guerri
Guerri durante a ECS (Foto: Joao Ferreira/ESPAT Media)