First Strike: Nyang não vê título mais próximo com eliminação da Vorax Fusion

Valorant
De:Victor Hugo Porto-
December 3, 2020

A Gamelanders fez o dever de casa na partida de estreia do First Strike e venceu a Ingaming por 2-0. Com 13×4 na Haven e na Bind, a equipe de Nyang cravou o avanço à semifinal do torneio. Nyang comentou as dificuldades para estudar o time da Ingaming devido o pouco conteúdo disponibilizado.

“Nós gostamos de nos preparar da mesma maneira para cada time que enfrentamos. Pensamos todas as possibilidades, imaginamos o que eles podem fazer. Porém, a Ingaming não tem muito material para nós assistirmos, enquanto eles tinham muitos nossos. Inclusive, a Bind que eles escolheram, nós não tínhamos praticamente informações nenhuma de como eles jogavam mas conseguimos fazer uma boa leitura e sair com a vitória”, declarou Nyang.

Além da Gamelanders, a Havan Liberty já está na semifinal mesmo sem jogador por conta da desclassificação da Vorax Fusion que teve jogadores diagnosticados com Covid-19. Para Nyang, a saída da Vorax, considerada a segunda força nacional e que também estava no top 2 do First Strike, não facilita o caminho da Gamelanders ao título.

Continue após a publicidade

“Pelo histórico dos campeonatos que jogamos, somos o top 1 e a Vorax o top 2. Então, é uma perda muito grande para o torneio eles não poderem jogar, mas é um aprendizado para as organizadoras das competições porque é complicado fazer um torneio no meio da pandemia. A Riot Games faz sempre o melhor possível, mas é uma perda muito grande eles jogarem. Não acho que fica mais fácil para a gente com a eliminação deles. Claro que seria interessante o top 1 e top 2 se enfrentarem na final, mas o top 8 que está aqui é qualificado para vencer o First Strike”.

Nyang Gamelanders
Nyang com a Gamelanders na partida de estreia do First Strike (Foto: Bruno Alvares/Reprodução)

Nyang e companhia voltam a subir no palco no sábado (5) para enfrentar o vencedor de Team One x B4, que rola nessa quinta-feira (3). Embora Nyang não escolha favoritos, vê os Golden Boys com um pouco de favoritismo.

“Nós não gostamos de escolher quem queremos enfrentar, mas temos uma amizade maior com o pessoal da Team One, então jogar contra eles pode ser um jogo mais amigável, mais divertido no geral. É muito difícil tentar prever algo no Valorant porque qualquer coisa muda o jogo, são poucas rodadas”.

“A Team One vem com alterações e eu acho que eles podem surpreender a B4. A B4 também tem mudanças, mas creio que eles são mais fáceis de serem lidos. Eu acho que vai ser um jogão e espero para ver o time que enfrentaremos no sábado”, finaliza.