Legends of Runeterra: “Espero que esse meu feito inspire muitos outros jogadores”, diz iannogueira

Legends of Runeterra
De:Bruno Martins-
March 2, 2021

Hoje o Brasil tem o segundo melhor jogador de Legends of Runeterra das Américas e ele é iannogueira. Depois de sua participação no Torneio Sazonal Criação Cósmica, o jogador conversou com o Mais Esports a respeito de sua jornada na competição

runeterra
iannnogueira foi vice-campeão do Torneio Sazonal. Foto: Reprodução

Primeiro brasileiro presente em uma decisão no cenário do esport em 2021, iannogueira disse que foi “uma honra representar o Brasil”. O título não veio, mas o jogador disse que deu o seu melhor durante os confrontos no Torneio Sazonal.

“Sei da importância da competição e me preparei bastante para conquistar meu espaço entre os melhores. Espero que esse meu feito inspire muitos outros jogadores brasileiros a persistirem nesse jogo incrível”, disse iannogueira ao Mais Esports.

E o melhor de iannogueira fez com que o torcedor ficasse orgulho de seu jogo. Mesmo sem o título, o brasileiro foi muito elogiado por toda a comunidade devido ao seu empenho. Para iannogueira, esse apoio foi incrível.

“[O apoio] completou um ciclo para mim e posso dizer que foi uma jornada incrível. Isso não quer dizer que eu vou parar por aqui. É só o começo. Foi uma sensação de acolhimento sem igual, agradeço de coração a todos os brasileiros que me apoiaram e estiveram comigo nessa luta”, agradeceu.

E não só a torcida que lhe deu esse apoio. Muitas personalidades da comunidade brasileira de Legends of Runeterra e também os jogadores brasileiros eliminados elogiaram iannogueira em conversa com os casters durante a transmissão.

“A energia que eles [jogadores] passaram para mim com certeza foi um diferencial para eu conseguir ter chegado tão longe no torneio. Vale ressaltar que temos jogadores excepcionais no cenário brasileiro e me sinto lisonjeado por ter recebido esse tipo de reconhecimento”, disse iannogueira.

Falando da final em si, iannogueira começou muito bem a primeira partida. Seu adversário, o americano MajiinBae estava acuado com a agressividade do brasileiro, mas no midgame as compras de cartas de iannogueira não deixou o jogador desenvolver a mesa e colocar mais pressão no adversário.

Mesmo com o jogo perdido por conta do RNG, o brasileiro não se deixou levar pela emoção e não deixou o primeiro jogo influenciar em sua gameplay na sequência da final.

“Depois de muito treino e partidas jogadas, eu tenho a consciência bem tranquila entre jogos. Sei que não posso deixar uma partida influenciar na outra, para mim é como se tivesse zero a zero ainda. Isso é algo fundamental quando você joga uma série MD3, pois muitas vezes você acaba perdendo para si mesmo se não conseguir controlar suas emoções”, disse.

iannogueira
iannogueira foi vice no Torneio Sazonal. Foto: Arquivo Pessoal

Na partida decisiva, iannogueira estava prestes a levar a partida para ser decidida no terceiro confronto. No entanto, mesmo com a vida do Nexus baixa, o americano segurou o brasileiro para vencer e conquistar o troféu.

O brasileiro falou um pouco de sua estratégia para levar o game. Segundo iannogueira, a aposta nos Cogumelos foi essencial para que seu oponente não fechasse o jogo em um OTK.

“[O segundo confronto] foi uma partida bem tensa e por mais que eu estivesse mais à frente em dano no Nexus, sabia que o deck do oponente tinha total capacidade de fechar o jogo em um turno. Foi um dos motivos que me fez apostar nos cogumelos para achar o letal, afinal eu sabia que ele necessitava de compra para achar as cartas chave dele”, revelou o brasileiro.

iannogueira
O Torneio Sazonal acontece todo final de temporada. Foto: Reprodução

Agora depois do Torneio Sazonal, iannogueira pretente investir na criação de conteúdo e mira o Mundial de Legends of Runeterra. O brasileira espera um convite para disputar a competição, mas se não vier, lutará para estar entre os melhores do mundo.

“O foco agora é investir meu tempo e parte da premiação para criar conteúdo para o jogo. A base de jogadores vem crescendo bastante e acredito muito no potencial do LoR. Ainda vou jogar diversos torneios, mas quero também ajudar jogadores iniciantes ou até avançados a conseguirem alcançar seus sonhos. Sobre o mundial, ainda não sei exatamente qual vai ser o procedimento, mas espero ser convidado. Se não for, vou lutar pela minha vaga com muita determinação”, concluiu.

Veja também: VALORANT: Primeiro torneio internacional será disputado em maio, na Islândia