Logo MaisEsports
HomeAssistaRecallAnuncie
Logo MaisEsports

LoL: Djoko sobre turbulências: “Todo time é uma família e famílias brigam, e muito”

Victor Hugo Porto
publicado em 20 de abril de 2020
League of Legends

O Flamengo continua na busca da liderança do CBLoL e está com grandes chances de se classificar aos playoffs. No entanto, o momento do time não é dos melhores. Na última super semana, disputada entre os dias 17 e 19, a equipe rubro-negra venceu somente uma partida das três disputadas.

Após a vitória contra a FURIA, Djoko e Goku conversaram remotamente com a imprensa. A dupla falou sobre os problemas que a equipe enfrenta, a inconsistência ingame e mais.

“Eu acho que nós precisamos definir mais o nosso estilo de jogo [para sermos mais constantes] e ser mais disciplinado quanto a isso. Nós somos muito do momento, quando queremos fazer algo nós fazemos e fugimos muito das nossas condições e a gente não tem um estilo definido. A gente é muito a deus-dará, o que acontecer se for bom, foi bom, se for ruim, foi ruim e essa inconsistência faz nós perdermos muitos jogos”, declarou Goku.

Na sequência, Djoko completou a fala do midlaner.

“A grande questão, e acho que não tem problema dividir isso com o público, mas tem muitos pontos positivos em jogar com o Luci em relação à capacidade dele liderar a equipe, de direcionamento, porém, com ele nosso estilo de jogo era muito mais rápido, mais dinâmico, que cobrava mínimos erros. Mas, tínhamos dificuldades em jogar de forma mais lentos. Sem a personalidade do Luci de puxar essas calls mais dinâmicas, precisamos procurar um novo estilo de jogo que atualmente está muito lento ainda. Acredito que é um momento de transição que estamos passando”.

As partidas do Flamengo têm a característica de serem bastante longos, assim como a equipe da FURIA. Questionado sobre isso, o técnico rubro-negro explicou esse aspecto do time.

“A grande questão de termos os jogos mais longos do CBLoL é muito por conta de quais jogos foram e por incompetência nossa. O jogo longo que eu lembro, que foi o que perdemos para a FURIA, a gente não soube jogar contra as side lanes. Era um jogo que se fôssemos um pouco mais objetivos teríamos ganhado tranquilamente com a vantagem que tínhamos”.

Após a derrota para a ProGaming no sábado (18), Ranger tweetou que “queria poder ser transparente com vocês… Quem sabe quando o split acabar”. Djoko falou sobre a situação na coletiva, comparando o time a uma família.

“Eu acho engraçado que na semana passada, o primeiro jogo que nós ganhamos, todo mundo estava muito bravo e nós nem comemoramos. O Goku tem uma frase que é “Isso aqui é Flamengo”. Infelizmente, vai ter turbulência. O Flamengo foi campeão tendo turbulência e cara, é esports, time que tem jogador com personalidade forte, como o Ranger, vai acontecer isso sim”.

“Ele tem um lado que as pessoas interpretam mal, que é um lado de ironia, um lado de farpar o tempo todo. Óbvio, depois de uma derrota, os tweets dele vão parecer tendenciosos, assim como numa vitória vão parecer ‘farpentos’. Se fôssemos perfeitos, estaríamos top1 na tabela, mas não somos. Estamos nos adaptando à uma situação atípica por termos perdido staff por conta da pandemia, por um jogador chave [Luci] teve problemas de saúde. Mais do que a turbulência, qualquer tweet, é que pela terceira vez no ano, o Flamengo tá conseguindo se segurar. […] Mas, infelizmente, todo time é uma família e famílias brigam, e muito”, completou.

As últimas rodadas da fase regular serão disputadas da próxima sexta-feira (24) até domingo (26) e definirá as últimas três vagas nos playoffs. A Vivo Keyd já está classificada. O Flamengo enfrentará a Redemption, KaBuM e INTZ.

24 horas de Esports em apenas 10 minutos. Assine o Recall, a Newsletter diária do Mais Esports!

Logo MaisEsports© Todos os direitos reservados à maisesports