×





×





×





×





×


Logo MaisEsports
Notícias
Campeonatos
Outros
Mais Esports

LoL: Franquia no CBLoL custará 4 milhões de acordo com site

League of Legends

Já é de conhecimento público que o CBLoL adotará o sistema de franquias em 2021, porém muitos temiam que o projeto pudesse ser adiado devido à crise mundial causada pela pandemia do COVID-19. No entanto, ao que parece a Riot está firme e forte com a sua nova jornada e já até tem em mãos os preços que irá cobrar por uma vaga no sistema: R$ 4 milhões para equipes que já estão no CBLoL ou Desafiante e R$ 4,4 milhões para outras equipes.

A informação foi trazida pelo jornalista Chandy Teixeira, do e-SporTV. De acordo com suas apurações, esses valores poderão ser divididos em três parcelas, que serão pagas no decorrer do ano. Ele também apurou que a quantidade de times ainda não está definida, mas só existem dois cenários, continuar com 8 equipes ou aumentar para 10, que é o mais desejado pela Riot.

Assim como acontece lá fora, as equipes terão um “bônus” financeiro de acordo com seus desempenhos na competição, então quanto melhor o time for, mais ele irá receber. No entanto, para preservar a integridade competitiva da região, uma equipe não pode ficar em último lugar por mais que três etapas em quatro anos. Além disso, cada organização também deve estar em dia quando às suas pendências financeiras e trabalhistas, caso contrário, poderá ser removida da competição.

Também devemos seguir o formato estrangeiro em relação ao Circuito Desafiante, que deixará de existir para dar espaço a um tipo de competição que incentiva a formação de talentos locais. É válido lembrar que na LCS, liga norte-americana, cada time que está na 1° divisão possui uma equipe de base, chamada de “academy”. Essas jogam um campeonato próprio e servem justamente para que essas organizações revelem novos talentos. O regulamento dos dois torneios permite que jogadores do time academy joguem na equipe principal e vice-versa a qualquer momento do campeonato.

Além disso, os jogadores também serão beneficiados com pisos salariais que serão progressivos, ou seja, a cada ano o valor aumenta. Em 2021, o mínimo será R$ 2,5 mil, enquanto que em 2022 esse valor sobre para R$ 3 mil. Os valores dos anos seguintes ainda não foram estipulados pela Riot.

A empresa ainda não comentou sobre todas as informações de aplicação fornecidas pelo jornalista, mas é esperado que as equipes já comecem a se planejar para fazer essa aplicação nas próximas semanas.

Veja também: Confira quais foram os jogadores inscritos para o Circuito Desafiante

Bruno Rodrigues

por Bruno Rodrigues

Publicado em 03 de junho de 2020 • Editado há quase 4 anos

Matérias Relacionadas
League of Legends
CBLOL 2024: Maestro fala sobre os testes do brTT na FURIA
League of Legends

CBLOL 2024: Maestro fala sobre os testes do brTT na FURIA

Em entrevista exlcusiva ao Mais Esports, o General Manager da FURIA, Maestro, contou mais sobre os testes do brTT na organização. Acessa!

Há 15 horas
League of Legends
CBLOL 2024: FURIA Maestro conta os desafios de ser General Manager
League of Legends

CBLOL 2024: FURIA Maestro conta os desafios de ser General Manager

Maestro contou com exclusividade ao Mais Esports sobre os desafios e o processo de se tornar General Manager dentro da FURIA. Acessa!

Há 15 horas
League of Legends
LoL: Pantheon AP? Riot testa mudanças interessantes no campeão
League of Legends

LoL: Pantheon AP? Riot testa mudanças interessantes no campeão

O Pantheon passou por mudanças significativas que prometem aumentar sua versatilidade no League of Legends. Veja mais detalhes.

Há 23 horas
League of Legends
Resposta LoLdle hoje – 27 de maio: veja todas as soluções do dia
League of Legends

Resposta LoLdle hoje – 27 de maio: veja todas as soluções do dia

Confira a resposta LoLdle hoje, dia 27 de maio. O mini-game de LoL traz diversos desafios de adivinhação do League of Legends.

Há 2 dias
League of Legends
Ignis Cup 2024: paiN Gaming é a grande campeã do 1° split
League of Legends

Ignis Cup 2024: paiN Gaming é a grande campeã do 1° split

E o segundo título seguido da paiN Gaming na Ignis Cup, e os dois foram em cima do mesmo time! Veja mais.

Há 3 dias
League of Legends
CBLOL 2024: Cofundador deixa o cargo de CEO da INTZ
League of Legends

CBLOL 2024: Cofundador deixa o cargo de CEO da INTZ

A INTZ seguiria sob uma nova direção a parir do segundo split do CBLOL 2024: Lucas Simon, co fundador da organização, deixou o cargo de CEO.

Há 3 dias

















































Campeonatos Atuais