LoL: Revolta comenta acordo com a INTZ para 2021: “Nossas ideias estavam bem alinhadas”

League of Legends
De:Victor Hugo Porto-
December 21, 2020

Revolta jogará em 2021 pela INTZ, em sua terceira passagem pelo clube. Peça importante no Exódia, formação que foi tricampeã do CBLoL, o caçador deixou a equipe em 2015 e decidiu retornar para a organização. Ao Mais Esports, Revolta comentou a escolha pela INTZ.

“Outros times mostraram interesse em mim, mas eu escolhi a INTZ porque… não sei. Eu não consigo te dar uma explicação lógica porque foi muita intuição. Começamos a conversar, nossas ideias estavam bem alinhadas em questão de objetivo, mentalidade, as propostas que eles me enviaram era ótima logo de cara. Tudo indicava que esse era o momento de voltarmos a trabalhar juntos”, declarou.

Continue após a publicidade

Além do retorno à INTZ, Revolta também reencontrará MicaO, um velho companheiro de equipe. A dupla atuou junta na INTZ e na Vivo Keyd, entre 2017 e 2018.

“A pessoa do Exódia, que eu mais tive contato depois que nos separamos, foi o MicaO. Nós construímos uma amizade muito forte em 2015, 2016, e continuou durante todos esses anos. Voltar ao time dele está sendo uma experiência legal, quero ver como será o MicaO de 2021 porque faz bastante tempo que não jogamos juntos. Acho que vai ser uma experiência bastante positiva, já que somos muitos tranquilos de resolver qualquer coisa que aconteça. Temos uma dinâmica legal de trabalho, então estou muito ansioso”.

“Entre eu e MicaO, geralmente quem falava mais as paradas na cara do outro era eu. O MicaO é um cara muito de boa, leva tudo numa boa. Eu sempre tive um perfil mais sério, mas hoje estou mais maleável e por isso acho que será uma experiência melhor, sem gerar estresse. Meu trabalho mudou muito, não acho que terá essa questão de falar na cara e sim conversar, com a empatia que hoje eu tinha, diferente de 2015 e 2016. Acho que não teremos estresse e sim uma dinâmica legal”, continuou.

Além de MicaO, Revolta atuará ao lado do topo Bankai, o meio Envy e o suporte Cabu. O jogador comentou que o desejo do título sempre estará presente, mas seu objetivo é “ser melhor a cada dia”.

“Ser campeão é algo que todo mundo quer, mas meu objetivo é ser melhor a cada dia e acredito que conseguirei fazer isso na INTZ. Vou conseguir atingir um teto na INTZ do que conseguiria em outro clube. É o que eu acredito e, na realidade, esse foi o grande motivo de eu fechar com eles. Aqui é o melhor lugar para me proporcionar essa evolução”, finalizou o caçador.

revolta INTZ
Revolta com a INTZ no Mundial de 2016. (Foto: Divulgação/INTZ)