×





×





×





×





×


Logo MaisEsports
Notícias
Campeonatos
Outros
Mais Esports

LoL: Turtle fala sobre a diferença entre jogadores brasileiros e internacionais 

League of Legends

De país para país e de região para região, mudam-se muitas coisas, principalmente no aspecto cultural, e claro que os Esports não ficam de fora dessa equação. O treinador brasileiro, Turtle, ex-Evil Geniuses e fechado com o Fluxo, participou do podcast Md3 e falou sobre as diferenças principais entre jogadores brasileiros e internacionais.

Turtle EG MSI 2022
(Foto: Riot Games)

Eu trabalhei com duas line-ups totalmente diferentes. A primeira tinham vários aspectos que lembram o Brasil, porque não eram atletas, mas jogadores. Na segunda, eu conheci atletas. Eles não precisam de ninguém para dizer a eles o que fazer, eles correm atrás de melhora sozinhos, correm atrás da saúde física, todos vão para academia, todos se alimentam muito bem, é bem regrado. Principalmente os três mais veteranos, tinham essa vida de atleta, essa é a maior diferença.

Turtle explica também que esse contraste não acontece por conta simplesmente do jogador ser estrangeiro ou não ser brasileiro, mas sim porque há um ecossistema mais favorável para isso, em comparação com o Brasil. “Aqui nós temos isso também, mas vai de pessoa para pessoa.”

“Essa é uma questão delicada, porque depende de cada pessoa. Lá fora existem também só jogadores. Os atletas não estão sendo bem direcionados, eles podem usar o tempo para treinar melhor, mas não treinam da forma mais eficiente. Já estamos numa região não tão boa e a melhor forma de melhorar é assistir jogo, mas nem todos querem assistir”, explica.

Deve-se aprender a aprender

O treinador campeão da LCS também comentou que não basta só o jogador assistir a partidas na Coreia e China, mas que é necessário, além disso, é saber aprender e fazer uma espécie de “engenharia reversa” para absorver o que está assistindo.

Tem que partir de cima, o dono da organização, quem ele contrata para gerir, quem ele contrata para ser o treinador. Já tem muita falha já nesse começo para termos essa transformação de jogadores em atletas.

O que dificulta o processo, de acordo com Turtle, são justamente essas falhas desde o início. “Imagina você tem 15 anos e você entra numa organização que não te dá nenhum direcionamento. Claro que existem casos de gente que se dedica do jeito certo desde cedo, mas é muito raro.”

Turtle ressalta que o processo para se tornar um atleta tem que começar desde cedo. “Sempre teremos jogadores e atletas, pois sempre teremos jogadores que estão aprendendo até virar atleta de fato.

Diferenças entre regiões

Mas como que a própria região influencia nisso? Turtle explicou também como a cultura de “empresa” das organizações norte-americanas influencia no processo do jogador se tornar atleta de forma positiva. “Lá as coisas são mais business, eles não estão nem aí para o quanto de experiência você tem, mas sim como você a usa.”

Essa é uma das maiores diferenças que eu senti e sofri para me adaptar. Não só o idioma e conversas sobre coisas pessoais fora de jogo, mas também essa questão dos times serem mais empresas.

Você pode assistir ao corte abaixo.

Veja também:

Vitor Ventura

por Vitor Ventura

Publicado em 07 de dezembro de 2022 • Editado há mais de 1 ano

Matérias Relacionadas
League of Legends
CBLOL 2024: Jogadores comentam sobre as mudanças para o competitivo em 2025
League of Legends

CBLOL 2024: Jogadores comentam sobre as mudanças para o competitivo em 2025

Após a terceira rodada do CBLOL 2024 2° split, o Mais Esports perguntou sobre a mudança para diversos nomes do cenário, e o compilado de respostas você confere logo abaixo!

Há 4 horas
League of Legends
LoL: Em 2025, o número de séries MD5 pode dobrar nos torneios internacionais
League of Legends

LoL: Em 2025, o número de séries MD5 pode dobrar nos torneios internacionais

Você sabia que em 2025 podem dobrar a quantidade de séries MD5 nos internacionais de LoL? Entenda melhor na matéria, acessa!

Há 5 horas
League of Legends
LoL: “Vai ser 50-50/55-45”, diz Flanalista sobre confrontos LCS x CBLOL
League of Legends

LoL: “Vai ser 50-50/55-45”, diz Flanalista sobre confrontos LCS x CBLOL

O Flanalista comentou em uma entrevista para um criador de conteúdo estadunidense sobre o que ele acha do confronto LCS e CBLOL. Acessa!

Há 6 horas
League of Legends
LoL: Patch 14.13 tem nerfs no Brand e Karthus, buffs no Lee Sin e mais! Veja a prévia
League of Legends

LoL: Patch 14.13 tem nerfs no Brand e Karthus, buffs no Lee Sin e mais! Veja a prévia

A Riot Games revelou as notas de atualização do patch 14.13 do LoL. Veja os buffs, nerfs e ajustes em campeões, itens e sistemas do jogo.

Há 7 horas
League of Legends
LoL: CEO da Gen.G diz que número de “jogadores promessa” está diminuindo
League of Legends

LoL: CEO da Gen.G diz que número de “jogadores promessa” está diminuindo

O CEO da GEn.G atribuiu boa parte desse efeito à concorrência com outros jogos, e também à forma como os esports são consumidos. 

Há 7 horas
League of Legends
Resposta LoLdle hoje – 18 de junho: veja todas as soluções do dia
League of Legends

Resposta LoLdle hoje – 18 de junho: veja todas as soluções do dia

Confira a resposta LoLdle hoje, dia 18 de junho. O mini-game de LoL traz diversos desafios de adivinhação do League of Legends.

Há 11 horas

















































Campeonatos Atuais