×





×





×





×





×


Logo MaisEsports
Notícias
Campeonatos
Outros
Mais Esports

TBT do LoL: A gambiarra da Riot para transmitir os primeiros campeonatos

League of Legends

Você sabia que o Modo Espectador do LoL, esse que permite você assistir seus replays, partidas de amigos ou mesmo os campeonatos oficiais, só foi surgir em 2013? No entanto, o LoL surgiu em 2009, e em 2010 já tínhamos campeonatos rolando.

A World Cyber Games de 2010, os Mundiais de 2011 e 2012 foram transmitidos com uma “gambiarra” da Riot que muitos nem sequer sabiam que existiam, e esse será o assunto do nosso TBT do LoL de hoje!

O Feitiço de Invocador dos Rioters: o Observador

Como nos primeiros anos de LoL ainda não tínhamos um modo espectador, a Riot teve que pensar numa gambiarra para poder transmitir o jogo, e a primeira coisa que deve vir à mente de qualquer um é: vamos pegar a tela de quem está jogando.

No entanto, para campeonatos, isso não é viável, afinal você quer ver as outras lanes também, e não apenas a chatice do top, por exemplo. Foi então que a Riot teve a ideia de colocar um sexto jogador na partida, esse que seria o Observador.

Na foto o "sexto jogador" que era necessário pra ter acesso a partida e acontecer uma transmissão
Imagem: Reprodução/Riot Games

Ok, resolvido o problema de ter uma pessoa para olhar todas as lanes, mas como fazemos com os locais do mapa sem visão? Afinal esse jogador também estaria suscetível aos efeitos de wards, faltas delas e etc. Foi daí que nasceu o feitiço de invocador “TheObserver”, exclusivo para Rioters.

Imagem pra ilustrar a matéria Você conhece o Feitiço de Invocador que nunca foi pro jogo
Imagem: Reprodução/Riot Games

O nome é bem sugestivo ao seu efeito. Ele fazia com que o usuário deste feitiço sumisse no jogo e concedesse visão completa do mapa. Não existia a Névoa de Guerra, e tudo se tornava visível.

Além de dar visão de todo o mapa, o feitiço também fazia com que o jogador sumisse, assim não atrapalhava a partida. Se liga na Anivia usando o Observer, sumindo, e em seguida o mapa fica claro:

Na foto o "sexto jogador" sumindo
(Vídeo: Reprodução/LoLWiki)

A melhor demonstração dessa gambiarra foi em uma partida de personagens de Ionia vs Noxus. Ela foi narrada pelo Rioter Phreak, que está na Riot até hoje.

Na ocasião, ele mesmo fez o papel de observador, e é possível ver todo o processo, desde ele entrando no saguão (adaptador para 6×6), escolhendo sua Anivia com o feitiço Observador e, no começo da partida, ativando ele.

A gambiarra funcionava, mas tinha suas bizarrices também

Embora fosse uma boa solução a curto prazo da Riot, a gambiarra também tinha alguns problemas engraçados.

Nocturne apagava a luz para todos

A Gambiarra da Riot era quase 100% efetiva para a época, mas tinha um porém: tinha um personagem no jogo que era capaz de ser counter do Observer.

Estamos falando dele mesmo, o nosso querido Nocturne, que mantém a ult de apagar as luzes até hoje! Na época, sempre que o campeão ultava, o observador também ficava sem visão. Meio bizarro, né?

Nocturne
Imagem: Reprodução/Riot Games

Toma cuidado com campeões que tenham passivas que possam ajudar o time

Os observadores das partidas também tinham que tomar cuidado com a escolha de alguns campeões. Em diversos momentos tiveram que ser feitos remakes dos jogos, pois os Rioters escolhiam campeões como Zilean, Twisted Fate e Janna, que dão atributos para o time em questão, o que seria uma vantagem.

O Zilean dava experiência adicional, a Janna dava velocidade de movimento e o Twisted Fate dava ouro para todo o time.

Espectadores tinham que comprar vida para não morrerem para o Karthus

Nas primeiras versões da ferramenta, os observadores eram campeões adicionais na partida e podiam tomar dano como quaisquer outros. Dito isso, eles precisavam comprar itens de defesa para não morrerem para a ult do Karthus, caso tivesse um em jogo.

LoL Karthus
O Karthus era o terror dos observadores lá no começo do LoL (Imagem: Montagem/ Mais Esports)

Lendo alguns comentários no Reddit sobre o tema, encontrei relatos de algumas situações em que os observadores morreram para o Karthus, que acabou ganhando 300 de ouro a mais. O que a Riot fazia neste caso? Instruia os jogadores de Karthus a não gastarem esse ouro, ou mesmo davam remake na partida.

Inclusive, uma vez o Phreak estava de Sivir como espectador para poder usar seu escudo de feitiço na ult do Karthus, e adivinha o que aconteceu? Ele errou o tempo de usar a skill e acabou morrendo.

E porque não escolhem a Anivia para usarem a passiva dela?

Se você assistiu ao primeiro vídeo dessa matéria, vai ver que Phreak escolheu uma Anivia, e essa era uma escolha que alguns observadores faziam devido à passiva dela, mas a partir do momento em que ela passou a ser um pick contestado no competitivo, eles tiveram que partir para outro campeão.

Sai da minha lane, Phreak!

E outra bizarrice é que os espectadores poderiam andar pela partida, e isso já chegou a acontecer sem querer.

Há relatos de um espectador que foi para a lane e morreu sem ver, tendo que então dar Remake no jogo, e até mesmo do próprio Phreak, que pode até ter roubado um pouco de experiência do time em que ele estava como observador.

A evolução do Observador

No mundial de 2011 o mesmo feitiço foi usado, porém, em uma versão aprimorada. Embora ainda fosse possível ver o mouse passeando pelo mapa, já tínhamos também os placares de itens, o ouro de cada equipe, números de kills e etc.

E você? Sabia ou lembrava dessa? Compartilhe nas redes sociais pra ver quem é old do LoL pra lembrar de um TBT desses!

Imagem: Reprodução/Riot Games
Sérgio Fiorini

por Sérgio Fiorini

Publicado em 11 de abril de 2024 • Editado há 3 meses

Matérias Relacionadas
League of Legends
CBLOL 2024: LOUD Croc e SrVenancio comentam as mudanças na jungle
League of Legends

CBLOL 2024: LOUD Croc e SrVenancio comentam as mudanças na jungle

Será que o próximo patch não vai beneficiar tanto assim a LOUD? É o que perguntamos para o jungler e coach da equipe, confira a fala deles!

Há 15 horas
League of Legends
Como vincular a conta VALORANT no Xbox Game Pass
League of Legends

Como vincular a conta VALORANT no Xbox Game Pass

Apenda a como vincular sua conta VALORANT com o Xbox Game Pass e liberar todos os agentes do jogo. Veja o passo a passo para conectar.

Há 15 horas
League of Legends
CBLOL 2024: Na 12ª rodada, a paiN Gaming e VKS seguem na liderança
League of Legends

CBLOL 2024: Na 12ª rodada, a paiN Gaming e VKS seguem na liderança

A 12ª rodada do CBLOL 2024 chegou ao fim e paiN Gaming e VKS seguem na liderança, e o meio de tabela tá enrolado! Confira na matéria.

Há 16 horas
League of Legends
LoL: Ele vai voltar? Patch 14.14 pode marcar o retorno do Zed
League of Legends

LoL: Ele vai voltar? Patch 14.14 pode marcar o retorno do Zed

O Zed vai receber alguns buffs no patch 14.14, confira como essas mudanças podem fazer o campeão retornar a glória nas ranqueadas. Acessa!

Há 22 horas
League of Legends
Resposta LoLdle hoje – 12 de julho: veja todas as soluções do dia
League of Legends

Resposta LoLdle hoje – 12 de julho: veja todas as soluções do dia

Confira a resposta LoLdle hoje, dia 11 de julho. O mini-game de LoL traz diversos desafios de adivinhação do League of Legends.

Há 1 dia
League of Legends
CBLOL 2024: “Trocar o medo e a culpa por coragem e evolução”, diz Paula Nobre sobre brTT
League of Legends

CBLOL 2024: “Trocar o medo e a culpa por coragem e evolução”, diz Paula Nobre sobre brTT

Paula Nobre, streamer de VAROLANT e namorada do brTT, contou em exclusividade como está sendo para o Pai lidar com esse momento difícil.

Há 1 dia

















































Campeonatos Atuais