TFT: Leko questiona MD1 em qualificatória: “É completamente tóxico para o competitivo”

Teamfight Tactics
De:Victor Hugo Porto-
June 16, 2020

Os jogadores Leko e Slooper estão insatisfeitos com o formato do torneio qualificatório da Player1. Ambos reclamaram do fato da etapa inicial ser MD1, o que eles classificam como problemático para um campeonato de TeamFight Tactics.

O Player1 dará duas vagas para a Pro Legends, circuito brasileiro de TFT que classificará os dois melhores para o mundial do game. O Player1 está agendado para ter início no próximo dia 19 com MD1 na fase inicial, MD3 na semifinal e MD5 somente na final.

Leko explicou por que esse formato apresenta problemas para o competitivo do game: “Não podemos negar o fato que exista o fator sorte no TFT. Ele se assemelha a um card game, que conta com o fator de comprar/vir a cartas certas para você fazer sua estratégia”, disse ao Mais Esports.

“O melhor jogador não é aquele que consegue ganhar uma partida, mas sim se manter no topo tendo uma boa amostragem. Existem várias partidas no TFT em que você precisa aceitar que não vai conseguir disputar o top 1. Fazer uma qualificatória para o primeiro campeonato mundial sendo MD1 até a semifinal é completamente tóxico para o competitivo, isso dá abertura para várias falhas e frustrações de bons jogadores”, continuou.

Leko acredita que o essencial seria que o torneio fosse disputado MD5 em todas as fases, mas entende que requer muito tempo. Slooper, que já está classificado às finais BR, também compartilha dessa opinião e questionou a quantidade de jogadores.

Serão 4 mil participantes, enquanto o último qualificatório, organizado pela Gamers Club, teve 512 inscritos e abrangeu jogadores até diamante. Esse número alto de jogadores atrapalha a inserção de partidas maiores. “Quero que todos tenham condições justas como as que eu tive de me classificar”, declarou.

Leko disse que os jogadores já demonstraram a insatisfação com a organização do torneio e espera que o pedido seja atendido. “Espero que, de coração, a Player1 consiga escutar a comunidade, assim como a Gamers Club fez, e alterou seu campeonato de forma que comecemos o cenário competitivo de TFT da forma mais saudável possível”.

O circuito competitivo do TFT permite que diversas organizadoras tomem conta da competição, mas o jogo ainda é de responsabilidade da Riot Games. O Mais Esports procurou a empresa para questioná-la se essas reclamações dos jogadores foram ouvidas, porém a Riot não respondeu até o momento da publicação da matéria.

O Player1 terá duas etapas. A primeira será disputada nos dias 19 e 20 de junho e a segunda nos dias 23 e 24 do mesmo mês.

Leko stream
Leko em stream (Foto: Reprodução)