×





×





×





×





×


Logo MaisEsports
Notícias
Campeonatos
Outros
Mais Esports

Worlds 2023: Faker descarta aposentadoria; assista à coletiva da T1

League of Legends

A T1 atropelou a Weibo Gaming por 3-0 e ergueu a taça do Worlds 2023! Essa é a quarta vez que a organização consegue esse feito, aumentando ainda mais a vantagem para as outras vencedoras.

Em coletiva de imprensa, a equipe comentou sobre as escolhas de skins de campeões, Faker falou sobre aposentadoria e mudança de mentalidade, enquanto Keria desabafou sobre a sensação de vencer o campeonato.

Confira na íntegra as respostas dos jogadores abaixo!

Uma pergunta rápida, tradicional em toda coletiva dos campeões: Quais skins vocês vão escolher por vencerem o Worlds? E para o Faker, você pretende usar a sua?

Zeus: Jayce ou Yone, estou pensando entre os dois, meu coração diz Jayce, mas minha cabeça diz Yone.

Oner: Lee Sin, mesmo que ele tenha muitos skins, eu pensei sobre e quero uma para ele.

Faker: Ainda não decidi, mas quando eu escolher um campeão para a skin, quero garantir que seja um que agrade muitos fãs. E eu não sei se vou usar, tenho que pensar sobre isso.

Gumayusi: Jinx.

Keria: Eu queria a Lux, mas como não joguei com ela, devo escolher o Bardo ou Renata Glasc.

Parabéns pela vitória! Faker, esse é outro ponto alto da sua carreira, vencendo em seu país e outro título mundial, além da medalha de ouro esse ano. A aposentadoria passa pela sua cabeça, ou ainda teremos o Faker por um bom tempo?

Considerando que estou com contrato, continuarei jogando pela T1. Durante a minha carreira profissional, eu aprendi e cresci bastante como pessoa, e essa não é uma experiência comum que você tem sendo uma “pessoa comum”, então vou continuar dando o meu melhor e deixo para pensar na aposentadoria no futuro.

Keria, ano passado tivemos aquele momento em que você desabou após a derrota. Agora temos um novo momento e uma nova memória para substituir aquela. Como você se sente?

Isso é bem surreal pra mim. Sinto que não tenho muitos títulos na carreira e isso acabou me colocando em situações de pressão durante partidas muito importantes. Essa experiência (título) me ajudou a recuperar a confiança, e acredito que isso será muito positivo para o meu futuro.

Oner, você teve muitos problemas de desempenho durante o segundo split, mas muitos te consideram o melhor jungler do Worlds. Como você compara sua performance de antes e agora e qual o motivo de estar tão bem?

No esports há momentos em que não estamos bem, jogamos mal, mas é muito importante conseguir melhorar quando se está jogando dessa forma, ao invés de só parar. Acredito que a melhora é pelo fato de eu nunca ter desistido.

Gumayusi, nós vimos que sua família é bem importante pra você, e também vimos fotos dela no teaser. Quantos deles estavam aqui na final? Você recebeu alguma mensagem deles?

Tirando uma das minhas irmãs que mora muito longe, todo o restante da minha família estava aqui, e sim, eu troquei algumas mensagens com eles logo após a série.

Faker, na minha opinião, você conseguiu vencer quatro vezes porque tem uma grande fé e “crenças” fortes. No que você acredita fortemente, mas talvez outras pessoas não acreditem?

Eu não sei se tem algo que eu acredito pessoalmente que é diferente de outras pessoas, mas acho que uma das coisas mais importantes é que sempre é possível aprender com as experiências, então desde que você esteja sempre disposto a aprender e crescer, acredito que é possível vencer. Dessa vez a sorte estava ao meu lado, tivemos uma ótima experiência e sou grato por isso.

Faker, nas Filipinas você tem muitos fãs, e acho que em todo o mundo. O que você acha de ter tanto apoio do público fora da Coreia?

Ter uma torcida de tantas pessoas fora da Coreia não significa necessariamente que eu sou bom, mas acredito que o que faz eu ter tantos fãs é todo o envolvimento que foi criado ao longo da minha carreira. Conseguir ter todo esse suporte é algo que me inspira e me motiva como pessoa, então sou muito grato por isso.

Faker, depois que você venceu o Mundial, você disse que não estava preocupado se iria ganhar ou perder hoje, mas sim grato de ainda ter a chance de continuar jogando. Essa mensagem de você ser grato e não estar focado na quantidade de vitórias, derrotas ou troféus que tem é algo que você carregou esse ano e também ano passado. Você pode falar um ponto sobre esse tipo de pensamento e como ele te ajudou a ter uma carreira tão longa?

Eu sempre fui bastante curioso em como o resultado poderia ser diferente se eu focasse mais no processo e não no resultado de vitória e derrota. Desde que consegui focar mais no processo, eu consegui aprender ainda mais. No fim, eu sempre vou ser grato por ainda estar aqui e conseguir jogar. Isso me permite me concentrar melhor e fazer com que eu performe melhor. Meu objetivo principal com esse mundial era manter a minha postura e mentalidade, mesmo que eu terminasse 0-3 nas finais, eu ainda conseguiria sorrir. Mesmo depois que venci, eu não queria balançar as minhas emoções, então acho que tudo isso realmente trouxe bons resultados.

T1 campeã do Worlds 2023

Em meio a recorde de audiência do Worlds 2023, a T1 atropelou a Weibo Gaming e se sagrou tetracampeã Mundial de LoL. Faker chegou ao quarto título inédito de Mundial de LoL.

comunidade reagiu muito agitada com a quarta conquista de Faker, dez anos depois do seu primeiro título do torneio. Até mesmo profissionais do VALORANT elogiaram Faker e sua trajetória. Son, atacante do Tottenham, comemorou a conquista do time.

Além disso, a organização sul-coreana precisou vencer todos os times da LPL para erguer a taça da competição e Zeus foi o MVP da final com ótimas performances contra TheShy.

Os jogadores da T1 também comentaram quais skins escolherão. 

T1 Worlds 2023 coletiva de imprensa
Reprodução/Riot Games
Luis Santana

por Luis Santana

Publicado em 19 de novembro de 2023 • Editado há 6 meses

Matérias Relacionadas
League of Legends
CBLOL 2024: Maestro fala sobre os testes do brTT na FURIA
League of Legends

CBLOL 2024: Maestro fala sobre os testes do brTT na FURIA

Em entrevista exlcusiva ao Mais Esports, o General Manager da FURIA, Maestro, contou mais sobre os testes do brTT na organização. Acessa!

Há 5 horas
League of Legends
CBLOL 2024: FURIA Maestro conta os desafios de ser General Manager
League of Legends

CBLOL 2024: FURIA Maestro conta os desafios de ser General Manager

Maestro contou com exclusividade ao Mais Esports sobre os desafios e o processo de se tornar General Manager dentro da FURIA. Acessa!

Há 5 horas
League of Legends
LoL: Pantheon AP? Riot testa mudanças interessantes no campeão
League of Legends

LoL: Pantheon AP? Riot testa mudanças interessantes no campeão

O Pantheon passou por mudanças significativas que prometem aumentar sua versatilidade no League of Legends. Veja mais detalhes.

Há 14 horas
League of Legends
Resposta LoLdle hoje – 27 de maio: veja todas as soluções do dia
League of Legends

Resposta LoLdle hoje – 27 de maio: veja todas as soluções do dia

Confira a resposta LoLdle hoje, dia 27 de maio. O mini-game de LoL traz diversos desafios de adivinhação do League of Legends.

Há 1 dia
League of Legends
Ignis Cup 2024: paiN Gaming é a grande campeã do 1° split
League of Legends

Ignis Cup 2024: paiN Gaming é a grande campeã do 1° split

E o segundo título seguido da paiN Gaming na Ignis Cup, e os dois foram em cima do mesmo time! Veja mais.

Há 2 dias
League of Legends
CBLOL 2024: Cofundador deixa o cargo de CEO da INTZ
League of Legends

CBLOL 2024: Cofundador deixa o cargo de CEO da INTZ

A INTZ seguiria sob uma nova direção a parir do segundo split do CBLOL 2024: Lucas Simon, co fundador da organização, deixou o cargo de CEO.

Há 2 dias

















































Campeonatos Atuais