CBLOL 2021: Cariok comenta “maldição do 1º lugar” e expectativas para a semifinal

League of Legends
De:Vitor Ventura-
August 20, 2021

A paiN Gaming disputa a semifinal do 2º split do CBLOL 2021 neste sábado (21), contra a Rensga. A equipe se classificou de forma direta às semis depois de terminar a Fase Regular em 1º lugar, com 14 vitórias e quatro derrotas, uma campanha bem mais tranquila em comparação com o 1º split.

O caçador da paiN, Cariok, conversou com o Mais Esports e comentou o porquê, na sua visão, a campanha desta etapa foi melhor do que no começo do ano, quando os Tradicionais ficaram em 5º lugar.

Continue após a publicidade

Fizemos uma boa campanha, muito pelo fato de já nos conhecermos e termos passado por muita coisa. Estávamos prontos para encarar qualquer coisa que viesse, como falei, nos conhecemos bem, nos entendemos como time, fora que estamos jogando melhor do que no último split. No 1º split, começamos jogando melhor só no final do campeonato, mas agora sabíamos que era só entendermos melhor o meta que iríamos encaixar o nosso jogo.

Ao longo do split, alguns jogadores do CBLOL relevaram a importância de uma possível vantagem em se classificar de forma direta, afirmando que o longo tempo sem jogar pode fazer a equipe perder ritmo. Muitos, inclusive, citavam a própria paiN como exemplo, já que o time de Cariok e companhia se classificou aos playoffs em 5º e teve que disputar as Quartas de Final.

O caçador e atual campeão, porém, vê os dois lados da questão e afirma que não está preocupado com isso. Entre mais tempo de descanso e mais ritmo de jogo, prefere focar nas qualidades de sua equipe. “Você ter mais ritmo de jogo é bom, mas ter mais tempo para se planejar, preparar algo diferente e assistir seus adversários, também é muito bom. Vai do time que usar melhor suas condições.”

Cariok MSI
Cariok tenta chegar a sua 3ª final de CBLOL seguida com a paiN (Foto: Riot Games)

Mas afinal, existe a maldição do 1º lugar?

Por fim, alguns comentários de torcedores da paiN no fim da Fase Regular chamaram atenção, pois falavam de uma possível “maldição do 1º lugar”, onde o time que terminasse a fase de pontos como líder, não seria o campeão do CBLOL. De fato, a última vez que isso ocorreu foi no 2º split de 2019, com o Flamengo.

Cariok não acredita que exista uma “maldição”, mas vê um motivo para que seja tão incomum o time líder da Fase Regular ficar sem o título da etapa. “O time que ficou em 1º não foi muito punido durante o campeonato, às vezes ele é líder, mas a evolução não é tão boa, enquanto que times que estão embaixo, passaram por mais dificuldades e numa Md5, esse time estará mais preparado.”

Apesar disso, não acredito que seja o nosso caso. Já passamos por muitas coisas, por mais que este split tenha sido tranquilo, conversamos muito, sempre tentamos acertar o nosso jogo e nossos treinos. Não acho que seja uma maldição, tem alguns fatores que fazem o time relaxar ou ser muito visado, porque quando se está em 1º, todos te olham e te estudam, buscando um jeito de jogar contra. Por isso o time líder não costuma ganhar.

Líder da Fase Regular só foi campeão 5 vezes em quase 10 anos

Ainda sobre a suposta maldição, somente em cinco vezes isso ocorreu ao longo de quase dez anos (e 18 splits) de existência do CBLOL. A primeira vez foi no 1º split de 2014, na Série dos Campeões, quando a Keyd Stars terminou a fase de pontos na liderança e bateu a paiN na Grande Final, se sagrando campeã. No ano seguinte, a INTZ repetiu o feito na primeira etapa de 2015.

Pulando para 2018, a KaBuM! quebrou esse tabu duas vezes, pois terminou a Fase Regular dos dois splits em 1º lugar e foi campeã nas duas oportunidades. Vale ressaltar que o formato do CBLOL daquele ano dava ao líder da fase de pontos o direito de ir direto à Final da etapa. Por fim, o Flamengo em 2019 foi o último time a ser campeão do split, sendo líder da Fase Regular.

Independente de maldição, a paiN busca disputar mais uma final em sua história neste sábado (21), quando enfrenta a Rensga pelas semifinais do 2º split do CBLOL 2021. No dia seguinte, será a vez de Vorax x RED decidirem o segundo finalista da competição que dá vaga no Mundial de LoL, na China.

Você confere a cobertura completa do CBLOL aqui no Mais Esports.

Veja também: LCK 2021: T1 e Nongshim RedForce avançam nos playoffs da liga