CBLOL 2021: Stepz afirma que proatividade da FURIA foi chave para vencer a KaBuM!

League of Legends
De:Vitor Ventura-
February 28, 2021

A FURIA surpreendeu neste domingo de CBLOL 2021 ao derrotar a KaBuM!, equipe que está na zona de classificação aos playoffs. Com sua classificação distante, os Panteras mostraram um bom nível de jogo do início ao fim e colocaram fogo na disputa por uma vaga à próxima fase.

Na coletiva após a partida, o AD Carry da FURIA, Stepz, explicou como sua equipe, tão desacreditada, conseguiu vencer (e de forma contundente) os Ninjas, até então os favoritos. Para o jogador, a proatividade de sua equipe foi fundamental.

FURIA - Line up para 2021
FURIA venceu sua terceira partida neste domingo (28) (Foto: Divulgação/FURIA)

“No jogo de hoje, estávamos sendo proativos na maioria das jogadas. Começamos antes e eles tinham que responder, mas só por responder mesmo, e só nisso já conseguimos muita vantagem em relação a eles. Além disso, sempre tínhamos boa noção de quando lutar, sempre ‘kitando’ com as habilidades ativas para fugirmos dos flashes da Reel”, conta Stepz.

Proatividade e jogar dentro da condição do draft

Já sobre a possibilidade de jogar sem pressão, por conta da vaga aos playoffs estar distante, o atirador não acredita que este tenha sido o caso. “Não tem a ver com isso, todos deram o sangue independente de qualquer coisa. Além disso, nossa tomada de decisão estava muito boa hoje, pensando agora, esse era um problema para nós no mid-game.”

“Por exemplo, ontem [contra Vorax], nós perdemos porque não jogamos na nossa condição de split. Já hoje, jogamos bem, em volta do que tínhamos, por isso vencemos a KBM”, conclui Stepz.

A FURIA conquistou sua terceira vitória no campeonato e manteve vivo o sonho de se classificar aos playoffs, ainda que esteja distante. Para garantir sua vaga, os Panteras precisam vencer suas últimas quatro partidas e torcer por resultados negativos dos rivais diretos, INTZ, KBM e paiN.

Você confere a cobertura completa do CBLOL aqui no Mais Esports.

Veja também: “Por conta dos problemas de covid, nosso nível estava bem abaixo”, afirma Matsukaze