Hastad é acusado de racismo por comentário em stream, e Riot comenta caso

Geral
De:Victor Hugo Porto-
June 18, 2021

Hastad foi acusado de racismo devido a um clipe que viralizou na última quinta-feira (17). Horas depois do vídeo ser publicado nas redes sociais, o CEO da SLICK, equipe de VALORANT, se pronunciou. O cenário de esports do Brasil criticou o argentino.

No trecho da transmissão que viralizou, Hastad parece dizer “pre..” para tentar ofender um companheiro de time.

Veja o momento.

No Twitter, o argentino se defendeu e disse que, “na hora lembro de tomar um susto e me perguntar: por que eu cogitei usar essa palavra? Será que eu não evoluí?”.

Hastad pronunciamento
Hastad se pronunciou nas redes sociais (Imagem: Reprodução)

A comunidade brasileira de esports reagiu ao clipe que viralizou. Pessoas como Rakin, Tixinha, Tayhuhu e mais repreenderam a fala de Hastad.

Em contato com o Mais Esports, a Riot Games comentou a situação. Veja o comunicado na íntegra abaixo.

“A Riot Games repudia todos os atos de racismo, preconceito, assédio e manifestações de ódio. A empresa espera que os jogadores mantenham um bom comportamento dentro dos jogos e não tolera atitudes preconceituosas. A companhia se esforça para desencorajar comportamentos inadequados e desenvolver um ambiente saudável e maduro dentro de seus títulos. Os jogadores devem ler e concordar com os Termos de Serviço da Riot Games, que reforçam que a empresa se reserva o direito de tomar medidas disciplinares apropriadas, inclusive banimentos temporários, suspensão, ou encerramento e exclusão da conta, no intuito de proteger a integridade e o espírito esportivo em seus jogos. Em relação ao caso citado, a empresa segue apurando a situação internamente”, disse a Riot Games.