LoL: Brasileiro viajará à Coreia para ser treinado pela Gen.G

League of Legends
De:Bruno Rodrigues-
January 24, 2021

O brasileiro Jader Lucas foi um dos escolhidos pelo time sul-coreano Gen.G em um programa de “caça-talentos” e estará viajando para a Coreia do Sul já no fim de janeiro para começar os treinos. Ele viverá o sonho de muitos brasileiros ao ir para a Coreia do Sul, pois além de jogar em um dos melhores servidores do mundo, também será treinado por uma organização que é referência mundial no LoL. 

Jader não foi o único brasileiro a ter passado na seletiva. Em 2020 nós conversamos com Washington, que também conseguiu o feito, mas via a viagem para a Coreia como algo complicado, já que a própria Gen.G não ajuda nos custos. Veja mais detalhes sobre o projeto da Gen.G na aqui.

Em entrevista ao Mais Esports, Jader contou um pouco mais sobre a sua viagem, planos de fazer stream na região, arrecadação de dinheiro, entre outras coisas. 

Brasileiro na Gen.G
Foto: Divulgação/Jader

Viagem para a Coreia e estudos 

A viagem de Jader está marcada para o fim de janeiro, mas no momento ele encontra algumas dificuldades para conseguir o visto para a região. Com a pandemia global, a Coreia do Sul é um dos poucos países que têm uma situação “controlada” do vírus, mas tem rígidos protocolos de saúde para estrangeiros que chegam no país. 

Jader pretende ficar um ano lá, e além de treinar com a Gen.G, também irá aproveitar a oportunidade para estudar a língua coreana.

“Pretendo ficar um ano por lá, estudando e treinando, mas caso surja alguma oportunidade, eu posso ficar mais. Eu pretendo morar sozinho ou em algum dormitório da Gen.G. Os famosos ‘Goshiwons’ também são uma alternativa”.

Goshiwons são quartos bem pequenos e de baixo custo, geralmente alugados por estudantes. Os quartos incluem cama, mesa, cadeira, vaso sanitário, entre outras coisas, a depender da acomodação.   

Goshiwons
Exemplo de um Goshiwon na Coreia do Sul. (Foto: Divulgação;Seoulinspired)

O jogador ressaltou que, apesar de ter que treinar muito diariamente e ainda estudar, uma coisa não irá atrapalhar a outra. Jader está indo com a “cara e coragem”, pois além de não conhecer o país, ele não tem ninguém para ajudá-lo em Seoul, caso aconteça algum problema. 

“Eu só tenho uma amizade que mora lá (na Coreia), mas nos distanciamos um pouco. De qualquer forma, estou indo para Seoul e essa pessoa mora em Gwangju, então se eu tivesse algum problema, seria difícil nos encontrarmos para ela me ajudar. Confio e acredito que a Gen.G me ajudará com quaisquer que sejam os problemas que possam aparecer”.

Rotina do treinamento

Centro de treinamento da Gen.G. Foto: Inven

Jader explicou que até o momento poucas informações foram lhe passadas sobre como funcionará o treinamento. “Sei que serão 8 horas por dia, com VODs, Scrim, treinos táticos, técnicos, entre outros. Terei mais informações quando eu chegar lá e me acostumar com o local”. 

Ele também contou que tem chances de subir para o time Academy, dependendo da sua dedicação, paixão pelo esport e do nível de comunicação em coreano, língua que ele já fala um pouco. “O meu objetivo é chegar ao topo e me tornar o primeiro brasileiro a jogar em um time sul-coreano profissionalmente”, revelou. 

Ele e os outros participantes do programa de treinamento terão como tutores alguns nomes já famosos do meio de esports. Jang Min-chul, campeão mundial de Starcraft II e um dos jogadores mais bem sucedidos do jogo, será um dos “professores” da Gen.G no projeto.

“Também terei acesso ao QG (centro de treinamento) da Gen.G, podendo ter contato com a staff e jogadores da equipe academy e até mesmo do time principal”, explicou Jader ao Mais Esports. 

Jader pretende fazer streams na Coreia e está aberto a patrocínios 

Jader Stream
Jader irá fazer streams na Twitch diretamente da Coreia. Foto: Reprodução/Twitch/JAder

Jader ressaltou que pretende fazer streams na Coreia do Sul para mostrar como é o servidor sul-coreano. Ele deseja trabalhar com a sua imagem para fazer das streams parte do seu “ganha pão”, conseguindo ajudar os pais no custo da viagem e intercâmbio. 

“Pretendo fazer streams na fila high elo do servidor sul-coreano, mas também quero mostrar o meu dia a dia na Coreia em outras redes sociais. Quero mostrar para os brasileiros como é lá, falar sobre o treinamento, entre outras coisas. Também estou aberto a patrocínios e até apoio de organizações grandes. O dinheiro que eu conseguir com a stream e patrocínios será usado para ajudar meus pais no custo do meu intercâmbio”.

Ele também tem uma Vakinha online para tentar arrecadar dinheiro. Caso você tenha interesse em ajudá-lo, pode acessar a Vakinha aqui e ver todas as informações. 

Objetivos de Jader com o treinamento

Como já citado, Jader quer ser o primeiro brasileiro a entrar em um time profissional sul-coreano, mas, além disso, ele quer trazer toda a experiência que conseguir lá fora para a nossa região. 

“O meu objetivo com o treinamento de LoL da Gen.G é de me tornar um pro player, com isso, poderei trazer experiências de uma das melhores regiões do mundo para o Brasil. Não é só para a minha melhora, também inclui a melhora da minha região. No geral, quero servir de exemplo, uma inspiração para outros. Nunca joguei em um Tier 2 ou Tier 1 no Brasil e tenho coragem de ir para a Coreia do Sul para lutar pelo meu sonho e reconhecimento, tanto dentro quanto fora do LoL”, finalizou. 

Você pode acompanhar as lives que Jader irá fazer na Twitch, no seu Twitter e também no Instagram, que é onde ele pretende compartilhar parte do seu dia a dia na Coreia do Sul e até mesmo no próprio treinamento da Gen.G.