LoL: Casters da LEC se recusaram a ir ao ar caso a parceria com a NEOM fosse mantida

League of Legends
De:Bruno Rodrigues-
July 31, 2020

Nos últimos dias um assunto deu muito o que falar na comunidade de League of Legends, que foi o patrocínio que a LEC havia fechado com a NEOM. Pouco tempo depois da parceria ser anunciada publicamente, os funcionários da própria liga começaram a mostrar indignação com o acordo, postando vários tweets sobre. Você pode entender mais sobre o caso aqui.

Rapidamente o caso viralizou no mundo inteiro, com grande parte da comunidade sendo contra a parceria, então no mesmo dia a LEC veio a público dizer que o acordo havia sido desfeito.

No dia 30 de junho, a Froskurinn fez uma publicação deixando claro para todos que todos os casters e analistas haviam se recusado a ir ao ar nesta sexta-feira (31) pela LEC, caso o acordo não fosse desfeito.

Continue após a publicidade

“Estou profundamente triste com o último episódio de Crackdown, em que minha integridade e princípio são questionados por meio de especulações. Então, deixe-me esclarecer: A equipe se recusou a aparecer na transmissão até que o acordo fosse revogado. Eu coloquei a porra do meu trabalho em risco”, comentou em seu Twitter.

Crackdown é um programa semanal que Thorin realiza junto ao IWillDominate. No programa o caso da LEC foi discutido, e Thorin havia feito especulações sobre as atitudes públicas de Froskurinn, que foi uma das primeiras a se pronunciar sobre o caso.

Sjokz, que está na liga europeia desde o seu início, confirmou a afirmação da Froskurinn e disse que ela (Frosk) foi a primeira a arriscar tudo pelo que era certo.

O analista Ender também confirmou que a equipe da LEC não iria ao ar caso o acordo fosse mantido.

“Eu nunca fiz parte de um grupo de pessoas capazes de se unirem e defender o que é certo de forma tão rápida. A equipe de talentos não apareceria na transmissão do LEC até que o acordo fosse revogado. Tenho a honra de chamar os narradores com que trabalho de meus amigos”, comentou.

Quickshot, um dos narradores mais famosos da liga, também comentou sobre o assunto em seu Twitter.

“A equipe da LEC não simplesmente publicou mensagens nas redes sociais e foi embora. Levantamos nossas preocupações internamente, nos reunimos com líderes da LEC e líderes da Riot Games para mostrar nossa posição coletiva contra a parceria e o pedido de rescisão do contrato. Estávamos preparados para recusar a trabalhar na transmissão neste fim de semana para demonstrar o quão fortemente estávamos sentidos sobre o assunto. Eu não podia estar mais orgulhoso dos meus colegas de profissão, mas também de meus colegas que não se calaram para desafiar algo em que não acreditávamos”, comentou o caster.

Com o fim do acordo, a transmissão da LEC está acontecendo (no momento da publicação desta matéria) normalmente. A liga publicou outra nota pouco antes da transmissão começar, em que novamente pede desculpas pelo acontecido. “Entendemos que muitos de vocês perderam a confiança em nós, mas estamos empenhados a dar passos importantes para conseguir ganhar a confiança de todos novamente”.

Você pode conferir a cobertura completa da LEC 2020 aqui no Mais Esports.

Veja também: Fã descobre que o canhão azul tem mais distância de ataque que o vermelho