×





×





×





×





×


Logo MaisEsports
Notícias
Campeonatos
Outros
Mais Esports

LoL: Keria: o último suporte agressivo da LCK?

League of Legends

Eu cresci vendo LCK na escola, pois estudava no turno matutino e tinha aula de informática às segundas e quartas. Às 7 da manhã e o João de 12 anos estava vendo Madlife e Mata fazendo jogadas insanas de Thresh, agressivos ao extremo, sem nenhum tipo de hesitação ao iniciar as jogadas. Esses jogadores e esse estilo de jogo me influenciaram a adotar a posição de suporte no LoL.

E aí a fila veio grande: Ben, TusiN, Wolf, Max, GorillA, CoreJJ, Snowflower; independente do seu julgamento sobre o desempenho deles, todos tinham algo em comum: agressividade. Entretanto, essa lista foi diminuindo ao longo dos anos. No lugar da agressividade, veio a passividade e o marasmo.

Madlife em sua passagem pela Gold Coin United.                                                                   Foto: Divulgação/LoL Esports

Talvez isso tenha sido fator preponderante para a liga sul-coreana ter se tornado sinônimo de passividade. Joker, Beryl, Effort, Life: essa é a nova geração dos suportes da LCK — passivos, seguros, defensivos, não-proativos. Porém, entre tanta passividade, surgiu na DragonX de Deft, Keria, que veio para colocar um pouco de caos na liga.

Keria era da academy da DragonX e foi, por muitas vezes, punido pela sua agressividade. No time principal tinha TusiN, uma lenda, então sobravam poucas perspectivas para o jovem jogador ascender como profissional; mas, de repente, tudo mudou. Renascendo das cinzas e com um passado sombrio na Griffin, o professor CvMax chegou a organização e seu primeiro decreto foi ter Keria como suporte titular.

Nessa altura do campeonato, ninguém conhecia, no cenário mundial, o potencial do jovem jogador. Pelo seu estilo de jogo “camisa 10”, fora dos padrões atuais da LCK, nunca foi o favorito dos analistas das divisões jovens da Coreia do Sul. Outro fator decisivo, além de CvMax, foi o pedido de Deft em seguir os treinos com o jogador. Cria da China, acostumado com os aventureiros como Meiko, o atirador gosta do estilo agressivo que Keria resgatou.

A ascensão da pequena lenda

E veio forte, viu?! Em sua primeira temporada, na primeira etapa de 2020 da LCK, Keria foi eleito o melhor suporte do campeonato. Tirando do bolso escolhas como Pyke e Thresh e fazendo o João de 21 anos voltar à sua infância. Ver Keria jogar traz a adrenalina que eu não sentia há muito tempo vendo a liga sul-coreana.

As atuações tornaram-se cada vez mais constantes, mesmo com o desempenho de Deft sendo abaixo do normal nos playoffs, o suporte não fez, a meu ver, uma partida ruim sequer na competição. Ele ganhava em cima da passividade dos suportes adversários. Chegou um momento em que a Coreia ficou pequena para o garoto, veio a Mid-Season Cup 2020.

Keria na LCK.                                                                                                                     Foto: Divulgação/Iven Global.

Mesmo contra um suporte tão agressivo quanto ele — LvMao, da JDG —, Keria arriscou um Pyke e quase venceu o jogo, mas a DRX levou um outscale e perdeu aos 38 minutos. Não foi culpa dele, que destruiu com a bot lane adversária e foi um monstro nas rotações para acabar com a rota de Yagao. Contra Southwind, da iG, não teve jogo: sua Senna passeou, desfilou, encantou os olhos de quem viu a atuação tão precisa de um jogador tão novo.

A Coreia do Sul precisa voltar às suas origens para tentar o topo do mundo novamente. Nas palavras de Scorsese, diretor de cinema: “quanto mais íntimo, mais criativo”. Voltar às origens não é tirar o Smeb da aposentadoria, nem repatriar GorillA para a liga, mas sim olhar para a receita que deu certo e repeti-la nas novas gerações.

Seria Keria uma tendência, ou uma exceção? De onde ele veio tem mais, ou ele é o último suporte agressivo da LCK? Cenas dos próximos capítulos.

A cobertura da LCK, você pode acompanhar aqui no Mais Esports.

Leia também: O retorno das gigantes: Team WE e EDward Gaming.

João Messina

por João Messina

Publicado em 18 de junho de 2020 • Editado há 4 anos

Matérias Relacionadas
League of Legends
Modo Enxame PVE do LoL: Tierlist dos melhores campeões
League of Legends

Modo Enxame PVE do LoL: Tierlist dos melhores campeões

Chega de ficar perdendo ou batendo cabeça com todos os personagens! Confira a nossa Tierlist dos melhores campeões do Modo Enxame do LoL.

Há 14 horas
League of Legends
Modo Enxame PVE do LoL: Tierlist dos melhores aprimoramentos
League of Legends

Modo Enxame PVE do LoL: Tierlist dos melhores aprimoramentos

Quais são os melhores aprimoramentos do Modo Enxame PVE do LoL? Fizemos uma tierlist para guiar você nisto!

Há 16 horas
League of Legends
Modo Enxame PVE do LoL: Como jogar de Aurora e melhores builds
League of Legends

Modo Enxame PVE do LoL: Como jogar de Aurora e melhores builds

Veja a melhor build da Aurora no Modo Enxame PVE do LoL. Confira também dicas para jogar com a campeã e vencer o modo difícil e extremo.

Há 19 horas
League of Legends
CBLOL 2024: LOUD ainda não está classificada para os playoffs
League of Legends

CBLOL 2024: LOUD ainda não está classificada para os playoffs

A LOUD ainda não está classificada para os playoffs do CBLOL 2024. A equipe pode até mesmo ficar de fora da fase eliminatória!

Há 19 horas
League of Legends
Modo Enxame PVE do LoL: Como jogar de Riven e melhores builds
League of Legends

Modo Enxame PVE do LoL: Como jogar de Riven e melhores builds

Veja a melhor build da riven no Modo Enxame PVE do LoL. Confira também dicas para jogar com a campeã e vencer o modo difícil e extremo.

Há 20 horas
League of Legends
Modo Enxame PVE do LoL: Como jogar de Jinx e melhores builds
League of Legends

Modo Enxame PVE do LoL: Como jogar de Jinx e melhores builds

Veja a melhor build da Jinx no Modo Enxame PVE do LoL. Confira também dicas para jogar com a campeã e vencer o modo difícil e extremo.

Há 20 horas

















































Campeonatos Atuais