×





×





×





×





×


Logo MaisEsports
Notícias
Campeonatos
Outros
Mais Esports

Tawna comenta passagem pela Garena e vê início de um novo ciclo

Geral

Repórter do CBLOL de 2017 a 2019, depois repórter da LBFF a partir do fim de 2019 e também apresentadora da Série B da Liga Brasileira de Free Fire, Tawna deixou a Garena no fim do ano passado. Para muitos, a superstição de fim de ano significa o fim de um ciclo.

Para Tawna, é exatamente isso que ocorre. Porém, antes de falarmos do começo de um novo ciclo, temos que abordar aquele que acabou de se encerrar, já que ela passou pouco mais de dois anos na Liga Brasileira de Free Fire, alterando de Repórter da série A para Apresentadora da Série B.

Todo este período é definido por Tawna como “muito bom e de grande aprendizado”. Para quem começou a acompanhá-la já na Garena, a streamer era repórter do CBLOL na Riot Games e fazia matérias, além de realizar entrevistas com os jogadores de forma gravada. Na Garena já começou fazendo o que tanto queria: o ao vivo.

Tawna 1
Depois de anos fazendo lives de LoL e sendo repórter do CBLOL, Tawna mudou para o Frifas em 2019 (Foto: Garena)

Era eu que fazia as pautas por trás das câmeras, ninguém via meu rosto, só viam nas entrevistas que eu escrevia, então no Free Fire foi diferente porque eu fazia as entrevistas ao vivo, o ‘Countdown’ que eram os 15 minutos antes da transmissão, dando informações, aparecia falando com o público, e também fiz alguns trabalhos no Twitter, onde eu entrava durante a transmissão e interagia com a comunidade. Foram trabalhos diferentes, conectados, mas bem diferentes.

Tawna também quebrou uma grande barreira ao estar presente e trabalhar no Mundial de Free Fire de 2019, realizado no Rio de Janeiro. O League of Legends, até hoje, ainda sonha com este torneio da modalidade em terras brasileiras.

Tawna CBLOL
Depois da Final do 2º split do CBLOL 2019, Tawna deixou a Riot Games (Foto: Riot Games)

Quem acompanha os Esports percebe facilmente que Riot Games e Garena possuem abordagens diferentes na hora de criar conteúdo para seus respectivos públicos. Então, qual seria o resultado para uma pessoa que experimentou os esses dois lados?

Tawna conta que a aproximação com o público a ajudou como criadora de conteúdo. “Aquilo me fez querer expandir e ficar mais próxima das pessoas, então como criadora, me mudou muito. Hoje me sinto bem mais conectada do que antes, sinto que quem me segue, quer me ver, quer me ver no Tik Tok, no Instagram, se sentir mais próximo mesmo.”

Tawna em um fim e um novo começo

Com o fim da sua passagem na Garena, junto com o fim de 2021, os olhos de Tawna se voltam para 2022 e suas possibilidades. Os ciclos começam, mas precisam terminar, como ela mesma diz, e assim foi não só no Free Fire, como também no CBLOL, que durou cerca de três anos.

Tawna Free Fire 3
Um dos primeiros eventos de Tawna na Garena, o Mundial de Free Fire 2019 (Foto: Garena)

E é com a mentalidade de portas abertas que ela entra neste novo ano: “Como tudo tem um começo, meio e um fim, então tudo certo. Sinto que este ano as coisas estão mais leves para eu pensar no meu futuro, no que eu quero para minha carreira, no que quero trazer, inovar e até experienciar… É uma renovação de ciclo e me sinto preparada.”

“Uma doideira, né?”

Talvez não haja uma frase melhor para definir seus cinco anos nos Esports do que essa que a própria escolheu. “Doideira”, no sentido figurado. Quem pesquisar o significado do termo, encontrará seu sentido literal, que fala sobre atos insensatos e imprudentes, porém, quando olhamos o outro lado da palavra, vemos que ela diz “Atitudes e pensamentos fora dos padrões sociais; excentricidade, extravagância”, segundo o dicionário.

Tawna CBLOL 3
Tawna era figura constante entre o público durante as finais do CBLOL (Foto: Riot Games)

Em 2013, ano em que Tawna fez suas primeiras lives na casa de sua mãe, fazer transmissões ao vivo realmente exigia um pouco de excentricidade, além de ser uma atitude que foge dos padrões sociais. Mesmo hoje, quase dez anos depois, quase toda a criação relacionada aos Esports foge do status quo.

Como é de se esperar, tomar tais atitudes saem até mesmo do âmbito profissional e afetam a vida pessoal de qualquer um. “Eu era tímida e quase não sabia falar com as pessoas […] Eu nunca paro para pensar nisso, mas eu passei por muita coisa. A vida passa, a gente não percebe, mas quando se toca, vemos quantas coisas já passamos, mas isso é muito bom.”

São experiências profissionais, mas tem tudo a ver com a minha vida, meu propósito, com as pessoas, com meu caminhar, isso é muito importante para a minha caminhada e fico muito feliz, pelos altos e baixos, pelas dificuldades… Passar por tudo isso não é fácil, as pessoas até pensa que é fácil quando conquistamos algo, mas quando parece, muitas vezes não foi, então eu fico orgulhosa de mim quando penso.

O 2022 de Tawna, o que esperar?

Frase que já virou até meme no cenário de Esports, a famosa “novidades em breve”, novamente veio à tona quando perguntamos à Tawna sobre seu futuro. Ela conta que, por estar em uma nova fase, ela está aberta a também novos caminhos e novas oportunidades, “seja nos Esports, seja no streaming… Estou vendo propostas, conversando com times, com algumas casas dos Esports, ainda não há nada definido, mas novidades em breve.”

Enquanto o “breve” não chega, a melhor maneira de acompanhá-la é através de suas redes sociais, além de sua live na Twitch onde joga principalmente GTA RP, com sua “Suéli”.

Veja também: Free Fire: Com investimento de R$ 1 milhão, Fluxo terá line-up feminina

Tawna Free Fire
Estreia de Tawna na Garena foi na Pro League de Free Fire em 2019 (Foto: Garena)
Vitor Ventura

por Vitor Ventura

Publicado em 02 de fevereiro de 2022 • Editado há mais de 2 anos

Matérias Relacionadas
Geral
Entenda como será o requisito de participação da Copa do Mundo de Esports
Geral

Entenda como será o requisito de participação da Copa do Mundo de Esports

A Copa do Mundo de Esports além de ter data e modalidades confirmadas, agora foi divulgada como vai funcionar a participação das equipes. Acessa!

Há 1 dia
Geral
Brasileiro ganha R$ 1,5 milhão na Betboom
Geral

Brasileiro ganha R$ 1,5 milhão na Betboom

Você já se imaginou ficando milionário em menos de quatro minutos? Pois bem, na última semana um brasileiro conseguiu esse feito na Betboom!

Há 10 dias
Geral
CEO da FURIA cita “estereótipo do ocidente” sobre Arábia Saudita
Geral

CEO da FURIA cita “estereótipo do ocidente” sobre Arábia Saudita

CEO da FURIA, André Akkari falou sobre a organização estar entre 30 equipes que receberão dinheiro de um investimento da Arábia Saudita.

Há 13 dias
Geral
FURIA e LOUD receberão investimento de até “seis dígitos” de fundo Saudita
Geral

FURIA e LOUD receberão investimento de até “seis dígitos” de fundo Saudita

A fundação da Copa do Mundo anunciou um fundo de investimento em 30 organizações de esports, e a FURIA e LOUD são as representantes brasileiras nessa lista. 

Há 14 dias
Geral
Presidente Lula sanciona Marco Legal dos Games
Geral

Presidente Lula sanciona Marco Legal dos Games

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou nesta sexta-feira (3) o Marco Legal dos Games à indústria de jogos eletrônicos no Brasil.

Há 16 dias
Geral
Streamers lançam campanha de arrecadação para o Rio Grande do Sul
Geral

Streamers lançam campanha de arrecadação para o Rio Grande do Sul

Streamers, times e a comunidade de esports se juntaram para arrecadar fundos ajudar as famílias vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul.

Há 16 dias

















































Campeonatos Atuais