Horizon Cup: “Sempre acreditei no título”, declara Meio da DKG

Wild Rift
De:Vitor Ventura-
November 21, 2021

A Da Kun Gaming derrotou a ThunderTalk por 4×2 neste domingo (21) e conquistou o primeiro campeonato internacional de Wild Rift, a Horizon Cup. Depois da série, os jogadores e o treinador da DKG concederam uma coletiva de imprensa, onde falaram sobre este importante título.

DKG Campeã Horizon Cup
DKG, da China, é a primeira campeã internacional de Wild Rift (Foto: Riot Games)

O caçador campeão e estrela da DKG, Huiba foi bastante sincero em suas respostas. Ele conta que irá comemorar o título da Horizon Cup dormindo durante toda a quarentena ao voltarem para a China.

Continue após a publicidade

Eu gosto muito de dormir. […] Sinceramente, estou decepcionado com a minha performance de hoje, não acho que a TT estava me focando ou tentando fazer de tudo para que eu não pudesse jogar, acho que só não fui bem mesmo.

O mid laner, You, se mostrou bastante feliz por ter conquistado o título e disse que sempre acreditou que a DKG sairia campeã da Horizon Cup. Ele também comentou sobre o momento mais difícil no torneio: “Eu diria que foram os jogos 3 e 4 da série de hoje, já que o Huiba não conseguiu encaixar o seu jogo.”

Futuro do Wild Rift depois da Horizon Cup

Com a oportunidade, o Mais Esports perguntou ao treinador da DKG sobre como ele via o futuro do cenário competitivo de Wild Rift, agora que o primeiro torneio internacional da modalidade havia sido concluído.

“Essa é uma pergunta difícil, é um tema muito aberto. O que posso dizer é que vamos continuar trabalhando juntos para desenvolver o cenário da melhor forma possível”, declarou.

Opinião do treinador da ThunderTalk

Ao contrário do que Huiba declarou na coletiva da DKG, o treinador da ThunderTalk afirmou que a estratégia dos vice-campeões realmente era anular o caçador adversário, visto que ele é o “pilar principal e carregador da Da Kun Gaming, então nós montamos a nossa estratégia ao redor disso.”

Assim como o coach da DKG, o treinador da TT também desconversou sobre o tema do cenário competitivo de Wild Rift. Ele optou por focar na sua própria equipe e disse que seu foco está em ganhar mais títulos a nível nacional.

Ainda falando sobre a ThunderTalk, o treinador explica que, para ele, o time não foi capaz de derrotar a DKG na Grande Final pela falta de experiência da maior parte dos jogadores.

Com exceção do Z, os outros jogadores não são tão experientes. Além disso, o nosso processo na hora de combinar e montar as estratégias não foi tão bom, então acabamos perdendo os jogos, eventualmente.

China dominante

A final da Horizon Cup contar com dois times da China não é surpresa, visto que ambos dominaram a Fase de Grupos, ficando em primeiro lugar e se classificando diretamente para as semifinais.

Em entrevistas anteriores, tanto os jogadores das duas equipes chinesas, como também de outras regiões, declararam que já esperavam a China chegando forte para o torneio, já que o cenário mobile no país é bastante desenvolvido.

Kai, jogador do time japonês Sengoku Gaming, chegou a declarar que está muito curioso para ver como as outras regiões irão tentar se desenvolver para se igualarem à China.

Você confere a cobertura completa da Horizon Cup aqui no Mais Esports.

Veja também: Worlds 2022: Com México na Fase de Entrada, cidades sedes são reveladas acidentalmente

24 horas de Esports em apenas 10 minutos. Assine o Recall, a Newsletter diária do Mais Esports!