×





×





×





×





×


Logo MaisEsports
Notícias
Campeonatos
Outros
Mais Esports

Superintendente do Cruzeiro comenta racha com E-Flix e explica próximos passos do Projeto de Esports

Geral

Uma notícia que pegou todo o cenário de Esports do Brasil de surpresa nesta terça-feira (23), foi o rompimento da E-Flix com o Cruzeiro. A empresa fazia a gestão do Projeto de Esports do tradicional clube esportivo, porém, com o racha, a Raposa deixa de estar presente nas suas modalidades de League of Legends, Free Fire e FIFA.

O Mais Esports conversou com Rodrigo Moreira, Superintendente de Inovação e Digital do Cruzeiro, para saber mais detalhes sobre este rompimento, que partiu da E-Flix e surpreendeu os dirigentes cruzeirenses.

“Na segunda-feira (22), o CEO da E-Flix me ligou e me disse que eles haviam feito uma discussão interna e concluíram que não fazia sentido continuarem representando o Cruzeiro. O que fomos pegos de surpresa é que, algo que existe no Direito, é o princípio da Boa Fé Objetiva, e isso rege as relações humanas, não só as contratuais”, explica Rodrigo.

Ele segue o raciocínio deste princípio na extensão do contrato com a empresa. “Quando fizemos a alteração do nosso contrato com eles, dando mais quatro anos de prazo devido a participação no CBLOL, era pensando na Boa Fé, não imaginávamos que o contrato seria rompido.”

Rodrigo diz ainda que o acordo entre Cruzeiro e E-Flix implicava no seguinte: a empresa ficaria responsável por toda a gestão, enquanto que o clube tinha a responsabilidade de impulsionar a gestão com ações de marketing, comunicação e engajamento com a  comunidade.

Como o Cruzeiro seguirá nos Esports?

Um ponto importante e esclarecido pelo Superintendente é a forma que o Cruzeiro continuará o projeto de Esports. Em comunicado, o clube afirmou que continuará com a iniciativa, independentemente do rompimento com a E-Flix. Rodrigo afirma que a ideia é seguir com gestão própria, o que o Flamengo, por exemplo, fez no início de sua jornada nos Esports.

Cruzeiro
Line-up do Cruzeiro para o CBLoL 2021 (Foto: Divulgação/Cruzeiro)

“Temos interesse em seguir com modelo próprio. Podemos trazer um parceiro para atuar em algum nicho, mas acho que o modelo de licenciamento como era antes, tem algumas brechas que não nos ajudam a tomar decisões. Por exemplo, nunca tive uma discussão com a E Flix, mas eu era muito procurado por algumas pessoas que gostariam de trazer para nós o projeto de PES (Pro Evolution Soccer)”, revelou Rodrigo, que continua:

“Porém, a E-Flix não queria montar um time de PES, porque o objetivo dela é ter lucro financeiro. Eles não estão errados, mas às vezes nossa comunidade quer participar do PES e não poderíamos fazer isso, então pelo menos o controle, agora, eu tenho que ter.” […] O dono do Cruzeiro é o torcedor, então temos que fazer por eles. Se a comunidade achar que faz sentido entrarmos no EliFoot, vamos participar”, conclui.

Cruzeiro Free Fire
Elenco de Free Fire do Cruzeiro teve o mesmo destino que o de LoL (Foto: Divulgação/Cruzeiro Free Fire)

Intenção é retornar com o Cruzeiro Esports já no 2º semestre

Por fim, Rodrigo revelou seu objetivo para o retorno do Cruzeiro aos Esports. Ele esclarece que não quer fazer promessas, mas está em tratativas e buscando meios de trazer o clube de volta aos Esports Eletrônicos já no segundo semestre deste ano.

“Temos condições de fazer isso acontecer e é do nosso interesse que isso aconteça”, encerra o Superintendente.

O Cruzeiro Esports participou de somente um split do CBLOL, onde terminou em 8º lugar e fora da Zona de Classificação aos playoffs.

O elenco que representou a raposa neste 1º semestre possui contrato de trabalho com a E Flix, mas não se sabe ainda por qual marca eles atuarão a partir de junho, quando começa o 2º split. Este cenário se repete também nas outras modalidades que o Cruzeiro estava presente, como no Free Fire (LBFF) e em torneios de FIFA.

Veja também: FURIA anuncia contratação de equipe de Rocket League

Vitor Ventura

por Vitor Ventura

Publicado em 25 de março de 2021 • Editado há mais de 3 anos

Matérias Relacionadas
Geral
Jogos Olímpicos de Esports é criado e terá primeira edição em 2025
Geral

Jogos Olímpicos de Esports é criado e terá primeira edição em 2025

O Comitê Olímpico Internacional (COI) deu um passo histórico ao aprovar a criação dos Jogos Olímpicos de Esports.

Há 1 dia
Geral
Sites de jogos investem em patrocínios e parcerias esportivas para promoção da marca
Geral

Sites de jogos investem em patrocínios e parcerias esportivas para promoção da marca

Cada vez mais os sites de jogos estão presentes como patrocínios tanto nos esportes tradicionais quanto nos esports!

Há 1 dia
Geral
CBLOL 2024: brTT e LOS não possuem mais chance de playoffs
Geral

CBLOL 2024: brTT e LOS não possuem mais chance de playoffs

Após o resultado da rodada e mais uma derrota, dessa vez para o Fluxo, as chances da LOS e brTT irem aos Playoffs estão zeradas.

Há 12 dias
Geral
Comitê Olímpico Internacional oficializa Olimpíadas dos Esports na Arábia Saudita
Geral

Comitê Olímpico Internacional oficializa Olimpíadas dos Esports na Arábia Saudita

O Comitê Olímpico Internacional (COI) oficializou que as Olimpíadas de Esports vão acontecer na Arábia Saudita. Confira mais detalhes na matéria!

Há 13 dias
Geral
Riot cancela projeto não anunciado baseado em Super Smash Bros
Geral

Riot cancela projeto não anunciado baseado em Super Smash Bros

A Riot cancelou um projeto baseado no jogo de luta Super Smash Bros. O jogo não havia sido anunciado, entenda o caso na matéria.

Há 15 dias
Geral
LCK 2024: Deft alcança feito que só Faker havia conseguido
Geral

LCK 2024: Deft alcança feito que só Faker havia conseguido

Neste sábado, em partida contra a T1, o Deft alcançou uma marca que até então só Faker, o maior da história, havia conseguido.

Há 26 dias

















































Campeonatos Atuais