CS:GO: fnx é acusado de ter gravado e compartilhado vídeo íntimo

CS:GO
De:Victor Hugo Porto-
January 6, 2021

Entre os diversos nomes do cenário de esports que foram alvos de acusações na última terça-feira (5), está fnx. Campeão de dois Majors no CS:GO, o jogador de 30 anos está sendo acusado de ter gravado parte de uma relação sexual e ter enviado em um grupo com outros homens, tudo sem consentimento da parceira.

No relato, a streamer e apresentadora Renata Schözen falou do início da relação com fnx, quando ele a abrigou na casa de sua família em São Paulo, mesmo estando nos EUA. “Na época, foi uma pessoa incrível e de coração enorme”, declarou Renata.

“O problema começou no Réveillon de 2019 para 2020. Ele veio para a minha cidade, eu trabalho com eventos aqui e iria trabalhar no exato local que ele iria passar toda a semana de Réveillon. Assim que ele chegou, me procurou para ficarmos juntos, sempre fui muito afim dele e depois do que tinha feito por mim, meu respeito e admiração eram enormes. Obviamente, fui”.

fnx_print
Renata fala da relação com fnx e a divulgação do vídeo íntimo (Imagem: Montagem Mais Esports/Reprodução)

“Na manhã do dia seguinte, acordamos e tivemos relações sexuais, porém quando eu estava de costas, ele começou a me filmar sem meu consentimento, o vídeo não foi longo, mas o suficiente para me comprometer devido às minhas tatuagens nas costas. Soube há poucos meses, através de amigos, que essa pessoa costuma/costumava ter o hábito de exibir esse vídeo para diversas pessoas (principalmente pessoalmente, já que era uma forma “menos comprometedora” de fazer essa palhaçada) e, inclusive, citava meu nome. Além de jogar o vídeo em algum grupo de WhatsApp cheio de macho escroto tal como ele”, continuou Renata.

Na sequência de tuítes, Renata mostrou prints da conversa com fnx e, também, um frame do vídeo gravado sem consentimento.

fnx_print_2
Renata divulgou a conversa com fnx (Montagem Mais Esports/Reprodução)

“Não tenho medo, tenho inúmeras testemunhas que comprovam o que eu falo. Ele pode até apagar o vídeo, retaliar de alguma forma, mas isso não vai ser em vão, eu quero justiça por mim e por todas as outras que passam comigo, eu sei que eu não estou sozinha”.

“O problema nesse post é o CRIME de divulgar/expor um vídeo íntimo, independente se o vídeo foi feito COM ou SEM consentimento. É CRIME!”, exclamou Renata.

Pouco mais de uma hora e meia depois do tuíte inicial, a streamer também publicou um áudio que fnx enviou para os amigos do suposto grupo onde o vídeo pode ter sido enviado. A mídia foi encaminhada para Renata.

“Vou te mandar um áudio e você manda para todos os moleques que a gente tem no grupo, certo? E o titan também. Tem uma mina aí que me mandou mensagem, dizendo que alguém de vocês, não sei se foi vocês do CS ou o titan que estava no grupo e eu não lembro se mandei alguma coisa, que mandou algum vídeo meu transando com alguma menina. Eu vou encontrar ela essa semana e ela vai falar quem foi dos moleques. Pergunta para os caras falarem a verdade, o que aconteceu, porque se não vai ficar pior depois, entendeu?”, disse o jogador.

Experiente jogador, fnx compete desde 2004 no Counter-Strike 1.6. Em 2013, passou a disputar no CS:GO e venceu dois Majors em 2016: O primeiro com a LG em abril e o segundo em julho já com o uniforme da SK.

No entanto, desde 2019 fnx atua somente no Brasil quando foi contratado pela RED Canids. Em junho de 2020, foi para a Imperial – sua atual equipe. Procurada pelo Mais Esports, a organização não respondeu sobre a acusação até o momento. fnx também não se pronunciou.

Veja também: