LoL: Doublelift detona TSM: “Seria um prazer vê-los não ganhar nada nunca mais”

League of Legends
De:Bruno Rodrigues-
November 10, 2021

Na última terça-feira (9) Doublelift mostrou o seu descontentamento pela forma como foi tratado durante o seu período na TSM. O jogador chegou a dizer que odeia a organização e que seria um “prazer vê-los não ganhar nada nunca mais”.

Pouco tempo após as declarações, Reginald, CEO da organização, veio a público e deu o seu ponto de vista; no fim ele ressaltou que o contrato da TSM com Doublelift estará sendo encerrado imediatamente.

Doublelift detona a TSM

Continue após a publicidade
Worlds 2020 Doublelift
Doublelift é um dos maiores jogadores que já passou pela TSM (Foto: LoL Esports)

Doublelift ressaltou que após o Worlds 2020, Swordart ligou e disse que iria para a TSM e queria jogar com ele. O ex-jogador profissional imediatamente ligou para Reginald e falou que adoraria continuar jogando pela organização ao lado de SwordArt, que naquele momento havia acabado de ser vice-campeão mundial.

Liguei para o Reginald e disse que adoraria continuar jogando pela organização e ele respondeu literalmente um não, dizendo que ele (Swordart) tinha muito ego. Isso foi muito vergonhoso.

Ele também disse que conversou com o Swordart entre o primeiro e segundo split de 2021, ocasião em que o jogador já estava na TSM. A equipe não havia conseguido vencer a LCS, mas o suporte havia dito que o time tinha 100% de chance de vencer se Doublelift e Bjergsen ainda estivessem no time.

O cara estava dizendo que se eu e Bjergsen ainda estivéssemos jogando, teríamos 100% de chance de vencer… Decisões simplesmente inacreditáveis. Eu não sei, cada split que eu estava na TSM nós ganhamos, ser tratado dessa forma foi nojento. Seria um prazer pessoal nunca mais ver a TSM ganhar nada de novo por causa do quão merda foi a forma como eles trataram as pessoas que trouxeram tudo para eles. Eu não preciso orar por isso, eles apenas farão acontecer por si próprios.

O jogador ainda ressaltou que só revelou essa história porque SwordArt não faz mais parte da TSM, O jogador havia assinado um contrato de US$ 6 milhões por dois anos, mas após a organização não ter conseguido os resultados desejados na primeira temporada, ele foi dispensado.

Resposta de Reginald, CEO da TSM

REginald TSM
Reginald, CEO e fundador da TSM (Foto: LoL Esports)

Não demorou para que Reginald, CEO da TSM, viesse a público se defender e também mostrar o ponto de vista da organização sobre isso tudo. Ele escreveu um texto e publicou no Reddit falando sobre vários pontos, e ressaltando o quão difícil é trabalhar com Doublelift em seu lado pessoal, chegando a dizer que outras organizações também tiveram o mesmo problema.

Veja abaixo a publicação traduzida na íntegra:

Olá a todos. Obviamente, há muita atenção sobre o que o Doublelift falou da TSM. Infelizmente, ele escolheu um local público para expor toda essa negatividade. Eu queria fazer uma postagem para ser transparente sobre o motivo de tomarmos algumas das nossas decisões sobre o Doublelift e escalações do passado.

Peter é um bom jogador e um dos melhores de todos os tempos no NA. Embora ele seja um jogador forte e líder dentro do jogo, é realmente desafiador trabalhar com ele.

Janela de transferiências de 2020:

Indo para a janela de transferências no fim de 2020, Bjergsen se aposentou. Depois de ouvir a notícia, Doublelift não tinha certeza se ele também queria continuar a jogar. Portanto, consideramos muitas opções sobre como seria o futuro do TSM e nossa intenção e estratégia era reconstruir a nossa equipe.

Depois de alguns dias, ele (Doublelift) mudou de ideia e disse que se fôssemos contratar o PowerOfEvil e qualquer suporte bom, não importa o idioma que ele (suporte) falasse, Doublelift jogaria. Caso contrário, ele iria querer explorar oportunidades em outras equipes ou se aposentar.

Como ainda queríamos trabalhar com o Doublelift, decidimos nos comprometer com uma escalação com a qual ele queria jogar, em vez de usar o ano para reconstruir. Nós nos comprometemos a assinar com o PowerofEvil e em um orçamento substancial, queríamos assinar com Huni e também contratar bons jogadores de suporte, como Lehends, SwordArt, Palette ou outros suportes coreanos.

À medida que a janela de transferências avançava, as conversas com o SwordArt iam bem e estávamos em negociações profundas com ele. Enquanto estávamos negociando com o SwordArt, dissemos ao Doublelift que havia a possibilidade de o negócio não acontecer e ele teria que jogar com a Palette ou outros suportes coreanos como Plano B. Eventualmente, encontramos um obstáculo e estávamos preocupados que houvesse uma grande possibilidade do negócio da SwordArt não acontecesse de fato.

Neste momento, entramos falando com Doublelift sobre as outras opções em potencial, incluindo Palette e jogadores na Coréia. Doublelift então expressou que não queria jogar com jogadores que não falavam inglês, incluindo nossas opções coreanas, embora ele tivesse falado estar ok com isso antes. Ele afirmou explicitamente que não ficaria motivado se o tivéssemos colocando em uma escalação que não falasse inglês. Isso foi em novembro, quando todos os outros ADC já estavam com time e estávamos a 4 horas de vender o Lost para EG.

É extremamente desanimador para a equipe e os jogadores trabalhar com alguém que é constantemente ambivalente sobre seus desejos de jogar ou se aposentar. Portanto, toda a nossa equipe e jogadores decidiram coletivamente se comprometer com Lost. Após um longo processo de negociação, conseguimos garantir o SwordArt.

Peter também tem o equívoco de que ele foi substituído nas duas vezes apenas por mim, mas na realidade a decisão é tomada coletivamente pelos jogadores e pela equipe com quem ele trabalha no dia a dia.

Mesmo após o SwordArt se comprometer com o TSM, pensamos coletivamente que se comprometer com Lost, um jogador em desenvolvimento, era a melhor decisão no momento e a longo prazo, ao invés de um jogador que constantemente muda de ideia.

Não tenho má vontade nem estou frustrado com ele especificamente por ser indeciso, porque escolher sua carreira e onde passar o tempo é uma decisão muito importante. Mas preciso priorizar os melhores interesses do TSM a longo prazo e seguir em frente. Espero que esta seja uma lição de aprendizado para Peter, pois ele passou por isso várias vezes em sua carreira.

Ele é claramente o melhor ou um dos melhores jogadores em sua função para jogar em NA, mas apesar de sua habilidade, é difícil trabalhar com ele e seus colegas de equipe comissão técnica em várias organizações no passado optaram por removê-lo por causa disso. Ele precisa entender que cada vaga é conquistada, não garantida.

2021:

Então, por que ele está se manifestando publicamente contra a TSM agora, nesta época de janela de transferências? Presumo que ele esteja chateado porque não estávamos interessados ​​em trabalhar com ele. Ele estava explorando suas opções e não estávamos interessados ​​em trabalhar com ele por estes motivos:

  • Ele está sempre mudando de ideia se quer jogar ou se aposentar.
  • Seus companheiros / treinadores não gostam de trabalhar com ele.

Se ele não gosta de você ou não concorda com a sua tomada de decisão, ele o critica publicamente. No geral, estou desapontado com toda essa situação, pois já pensei que deixamos de trabalhar com Peter no ano passado e não sabia que escolher não trabalhar com ele este ano resultaria neste post e em seu feedback sobre a TSM na stream.

De qualquer maneira, mesmo que minhas suposições não sejam verdadeiras, não há razão para que ele nos crítique publicamente por não querer trabalhar com ele para a temporada 2020-2021 da LCS pelas razões declaradas neste post. Concluindo, vamos começar a tomar medidas para desligarmos Doublelift da TSM imediatamente.

Leena, uma das CEO da TSM e namorada de Doublelift, também entrou na discussão

Leena Xu
Leena Xu, uma das CEO da TSM e namorada de Doublelift (Foto: Divulgação)

Além de Doublelift e Reginald, uma terceira figura pública também entrou na discussão. Leena Xu atualmente é diretora da TSM e namorada de Doublelift, além de ser ex-namorada de Reginald, CEO e fundador da organização. No Discord, ela ressaltou que ambos os lados estão errados e que os dois possuem “um ego impossível de se lidar”.

Ela também revelou que na negociação do Swordart, Reginald disse que a contratação não iria acontecer, e não que a negociação estava indo mal. Então Doublelift pediu para explorar novas opções e Reginald respondeu “você precisa se comprometer ou encontraremos outro atirador”, então o ex-jogador respondeu não. Leena ainda disse que toda essa conversa aconteceu em menos de 24 horas, então ambos os lados tinham seus motivos e pouco tempo para trabalharem os problemas.

Leena disse ter ficado triste por Doublelift ter se aposentado no último ano, mas ele não queria jogar em um time ruim. Ela ainda acha que o mesmo deve estar acontecendo com Jensen, e que provavelmente ele não tem muitas opções e não está feliz pela forma como Steve (CEO da Team Liquid) o jogou na janela de transferências mesmo após ele (Jensen) ser um dos melhores do time. “A diferença é que o Jensen não é perguntado sobre isso 100x por dia na stream”.

Para contextualização dessa parte, o mid laner Jensen disse que há a possibilidade de ele não jogar no próximo ano. Rumores indicam que a Team Liquid irá contratar Bjergsen para a posição de mid laner, e por mais que conversas iniciais tenham indicado que Jensen poderia ir para a posição de atirador, o mais provável é que Hans Sama seja o novo ADC da TL.

Leena disse várias vezes que os fãs podem continuar apoiando o Doublelift e a TSM, e as duas partes não precisam estar juntas para isso. Ela também ressaltou que se sente um pouco mal pelo Reginald, e que provavelmente os dois lados teriam decisões que não agradariam os fãs se apenas um lado da história for contada. Você pode ver todos os prints das conversas de Leena aqui.

Doublelift pode voltar a jogar em 2022

doublelift
Foto: Divulgação/LoL Esports

Já foi reportado pelo jornalista Travis Gaffort, amigo íntimo de Doublelift, que o jogador pensa em voltar a jogar em 2022, mas isso só acontecerá se ele encontrar um time competitivo o suficiente. As especulações são de que o jogador poderia se juntar a Cloud9 ou Evil Geniuses, mesmo time em que Jensen é cotado para ir no próximo ano.

Doublelift começou a jogar em 2011 pela CLG, mas de lá para cá passou por outros times grandes como a Team Curse, Team Liquid e a própria TSM, em três temporadas diferentes. Durante todo esse tempo, ele foi o jogador mais vitorioso da história da região, conquistando a LCS oito vezes, sendo quatro dessas vezes na Team SoloMid.

O jogador participou de oito mundiais, mas não conseguiu resultados expressivos em nenhum deles. Doublelift também teve a chance de jogar dois MSI’s, e em 2019, e junto a Team Liquid, surpreendeu a todos ao eliminar a Invictus Gaming, conseguindo chegar na final do torneio. Na ocasião eles foram derrotados pela G2 por 3-0 na decisão.

 

 

 

 

24 horas de Esports em apenas 10 minutos. Assine o Recall, a Newsletter diária do Mais Esports!